Afinal, quem adulterou a nota de repúdio da CCJ contra o Duarte Junior?

Publicado em   19/ago/2019
por  Caio Hostilio

Primeiramente é importante parabenizar o presidente Othelino Neto por ter deixado o debate aberto sobre o imbróglio na CCJ que envolve o deputado Duarte Junior… Ninguém pode reclamar, haja vista que o tempo destinado aos deputados envolvidos foi igual.

Mas é preciso que se investiguem quem incluiu o nome da deputada Detinha na lista dos deputados que assinou a nota de repúdio ao deputado Duarte Junior. Esse blog publicou a nota, conforme a matéria “Assembléia Legislativa: CCJ emite nota de repúdio aos ataques de Duarte Junior, e não consta o nome da deputada Detinha. Contudo, o deputado Duarte Junior disse que teria recebido uma ligação da referida deputada afirmando que não havia assinado nenhuma nota. Toda essa conversa consta do grupo dos deputados no WhatsApp.

Pelo que o se pode observar, utilizaram de uma manobra maquiavélica para formar uma desavença entre os deputados.

O deputado Duarte Junior, de acordo com o debate entre ele e o deputado Neto Evangelista, presidente da CCJ, precisa compreender que a Assembléia Legislativa é colegiada, cuja votação dada pela maioria é a que prevalece. Também que o presidente da CCJ não comanda os votos dos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça, ou ele quer insinuar que os deputados são meros comandados do presidente da Comissão?

Por outro lado, a CCJ não trabalha apenas em prol das proposições do deputado Duarte Junior.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog