Arquivo de novembro de 2019

Em São Pedro dos Crentes, Hildo Rocha recebe título de cidadão e participa da inauguração do mercado municipal

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários

O deputado federal Hildo Rocha agora é cidadão são-pedrense. O título foi entregue no dia em que o município comemorou 25 anos de emancipação política e administrativa.

O prefeito Lahesio Bonfim organizou o aniversário da cidade com todo capricho. Foram realizadas inaugurações e apresentações culturais. Também foi realizada Sessão Solene na Câmara de Vereadores para entrega de títulos de cidadão para o deputado Hildo Rocha e para o superintendente da Codevasf no Maranhão, Jones Braga.

Durante a inauguração do prédio do Mercado Municipal que foi construído com recursos do município o prefeito Lahesio Bonfim falou sobre a realização do sonho antigo da população de São Pedro dos Crentes. O prefeito lembrou que o deputado Hildo Rocha já ajudou o município com emendas parlamentares mesmo sem ter tido o seu apoio.

“Procurei o deputado Hildo Rocha e propus uma parceria de trabalho. Assim, ele adotou o município de São Pedro dos Crentes como seu representante em Brasília, já que o meu candidato não ganhou.  Depois eu e meu grupo político iremos apoiar o deputado Hildo Rocha nos seus projetos políticos de 2022. Ele aceitou e já está nos representando muito bem”, declarou o prefeito.

O vereador Asaf Pereira Sobrinho, autor da proposta para a concessão do título destacou que o deputado federal Hildo Rocha é um parlamentar municipalista que tem ajudado os municípios sem olhar tamanho ou qualidade. “Hildo Rocha é hoje uma das maiores lideranças políticas não só do Maranhão, mas também do Brasil” declarou Asaf.

Compromisso ampliado

Hildo Rocha disse que recebeu o título com muito orgulho. “Para mim é um orgulho muito grande doravante ser conterrâneo de um povo bravo, trabalhador e ordeiro que justamente por ter essas qualidades tem conseguido fazer deste local uma cidade boa de se morar, uma cidade próspera que cresce a cada dia. Esse título que a Câmara Municipal de São Pedro dos Crentes me concedeu vai fazer com que eu tenha mais compromisso com a cidade”, enfatizou Hildo Rocha.

Agradecimentos

Rocha elogiou o legislativo municipal e agradeceu aos vereadores que aprovaram a concessão do título. “Percebi que aqui tudo é muito bem organizado, vi competência e seriedade nos vereadores, o município tem um prefeito trabalhador. Aproveito para agradecer aos vereadores pela concessão do título de cidadão de São Pedro dos Crentes, ao prefeito Lahesio, pela recepção calorosa e ao povo por tanta demonstração de carinho. Muito obrigado”, declarou o deputado.

O prefeito de Grajaú, Mercial Arruda, que quando exercia o mandato de deputado propôs a criação do município, afirmou que os são-pedrenses estão fazendo história porque souberam escolher um prefeito que cuida do município com carinho e honestidade e tem o apoio do deputado federal Hildo Rocha, parlamentar atuante, um grande político maranhense que hoje tem visibilidade em todo o país.

“Quando eu exerci mandato de deputado estadual, recebi a graça de Deus que me proporcionou condições para que eu pudesse contribuir com a criação de São Pedro dos Crentes. Nesta oportunidade só tenho a agradecer pelo carinho da população e parabenizar vocês que hoje tem um dos melhores deputados do Brasil que é Hildo Rocha”, frisou Mercial.

Políticos e agentes públicos que participaram do evento

Deputado federal Hildo Rocha (MDB-MA)

Prefeito Lahesio Rodrigues do Bonfim

Vice-prefeito, Roberto Vargas da Conceição

Prefeito de Grajaú, Mercial Arruda

Ex-prefeitos de São João do Paraíso, José Alves, o Zé Aldo.

Vereadores do município

Adriano Rodrigues de Castro Silva

Aloás Neres da Silva (Pretim)

Asaf Pereira Sobrinho

Domingos da Silva Vargas (presidente)

Flavio Cirqueira do Vale

Geilson de Sousa Pinto (Ge do Pedro) e

Job Mendes do Carmo

https://youtu.be/KZ9QnBJQqgk

http://hildorocha.com.br/site/em-sao-pedro-dos-crentes-hildo-rocha-recebe-titulo-de-cidadao-e-participa-da-inauguracao-do-mercado-municipal/

 

Azedume!!! Fux dá resposta a “os incomodados que se mudem” de Gilmar e suspende processo contra Dallagnol

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários

Gilmar não gostou quando Fux pediu que Dias Toffoli prosseguisse com seu voto sobre a prisão em segunda instância, após interrupções de outros ministros — principalmente do próprio Gilmar Mendes.

“Os incomodados que se mudem”, disse Gilmar, que aproveitou o aparte no voto de Toffoli para criticar a Lava Jato, como sempre, desde que mudou radicalmente de posição.

Sem graça, ante a agressividade do colega, Fux explicou que não poderia se mudar, pois estava ali exercendo o seu dever de ofício.

Porém, a melhor resposta veio no momento subsequente.

Fux concedeu liminar e suspendeu o processo disciplinar contra Deltan Dallagnol que tramitava no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O procurador da Lava Jato iria ser julgado nesta terça-feira (12), por justamente atacar o trio do mal do STF: Toffoli, Gilmar e Lewandowski.

A Folha já havia até antecipado o resultado do julgamento. 8 a 3 contra Dallagnol, dando a transparecer um jogo de cartas marcadas.

A própria Folha garante que o clima ‘azedou’ no STF, após a decisão de Fux.

Pelo visto, agora é Fux quem diz: os incomodados que se mudem.

Por Jornal da Cidade

Assistam ao vídeo e vejam qual era a posição de Gilmar Mendes sobre a Lava Jato… O que fez ele mudar de posição?

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários


Tudo leva a crer que a revolta de Gilmar Mendes foi quando veio à tona suas fabulosas movimentações bancárias expostas pela Receita Federal… Não demorou muito para que ele, o “deus” Gilmar Mendes, passasse a defender o roubo de mensagens feitas pelo Intercept, cujos vazamentos não colocam em dúvida as condenações da Lava Jato, que repatriou milhões e milhões saqueados dos cofres da Petobras e dos fundos de pensão.

Por isso, vale questionar: Se Gilmar Mendes não tem nada a temer com seus movimentos bancários e sobre seu patrimônio fabuloso, por que não deixou ser exposto para os brasileiros? Com certeza, como “deus” ele julga ser onipotente e oniciente, ou seja, não deve nada a ninguém e muito menos se coloca diante das desconfianças do povo!!!

Mas quando se trata dos outros, ele se torna um leão enfurecido, conforme mostra esse vídeo acima.

‘Perseguição política é um álibi construído’, diz Moro sobre Lula

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários

Em entrevista ao jornal paranaense Gazeta do Povo, Sergio Moro afirmou que as críticas de Lula à Lava Jato não enfraquecem a operação e que sua alegação de “perseguição política” “é absolutamente um álibi que foi construído”.

“É o mesmo discurso que ele já falava antes [de ser solto]. E as pessoas avaliam os fatos, têm condições de avaliar os fatos que aconteceram. Essa questão da perseguição política (…) não tem nenhuma procedência no mundo real”, declarou o ministro da Justiça.

“Quando eu proferi as decisões contra o presidente Lula, assim como qualquer outro réu, durante toda a minha carreira judiciária, isso sempre foi algo imparcial, objetivo”, disse Moro.

“Na verdade, quando o juiz condena alguém à prisão, o sentimento normalmente é de pesar. Puxa, mandar alguém para a prisão sempre é algo negativo, é fazer o mal para uma pessoa. Mas isso é uma consequência de um crime que a pessoa cometeu. E juiz tem que cumprir o dever legal. Não pode pensar só no acusado; tem que pensar também nas vítimas. É um sistema que precisa, acima de tudo, afirmar o império da lei”, acrescentou.

Bolsonaro de fato deixará PSL, criar o partido ‘Aliança Pelo Brasil’, esvazia o PSL e cogita Moro como vice em 2022…

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários

Em reunião com deputados, Bolsonaro anuncia que vai deixar PSL e criar o partido 'Aliança Pelo Brasil'

Em reunião com deputados, Bolsonaro anuncia que vai deixar PSL e criar o partido ‘Aliança Pelo Brasil’

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a deputados nesta terça-feira que vai se desfiliar do PSL e criar o partido Aliança Pelo Brasil. A expectativa é que em torno de 30 parlamentares acompanhem o presidente. A primeira reunião da futura legenda vai acontecer no próximo dia 21.

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) já se desfilou e informou ao TSE. Por ter concorrido em uma eleição majoritária, o senador não corre o risco de perder o mandato, diferentemente de deputados que decidam deixar o PSL.

Bolsonaro ainda cogitou Moro como vice em 2022 e vê chapa como imbatível.
Para o deputado Daniel Silveira, o processo está “bem adiantado”: “Esperamos a criação, no máximo, até março, para conseguir antes da janela e participar das eleições (do ano que vem) com segurança”. O parlamentar disse que não há um plano alternativo, como a filiação a outras legendas. Caso o processo não se concretize a tempo da próxima janela partidária, o grupo deve continuar no PSL. “Continuaremos no PSL (se a criação da nova legenda não vingar), a não ser que haja expulsão”, disse Silveira.

O estatuto da futura sigla será apresentado no evento do dia 21. Os advogados de Bolsonaro já consultaram o TSE sobre a possibilidade de colher assinaturas de forma eletrônica para o registro da nova sigla.

O manifesto da nova legenda lido por Bolsonaro na reunião com os deputados diz que a sigla é “o sonho e a inspiração de pessoas leais ao presidente Jair Bolsonaro”, e que o partido almeja livrar o país dos larápios, dos espertos, dos demagogos e dos traidores que enganam os pobres e os ignorantes que eles mesmo mantêm, para se fartar.”

O líder do governo na Câmara, Vitor Hugo (PSL-GO), afirmou que um dos objetivos da criação da nova sigla é trazer “estabilidade” e “alinhamento” às pautas defendidas por Bolsonaro. Há três semanas, o parlamentar discutiu de forma ríspida com o deputado Delegado Waldir (PSL-GO), ex-líder do partido na Casa, em uma sessão da comissão que discutia as mudanças na Previdência dos militares. “A antiga liderança não trazia essa seriedade na condução dos trabalhos. Muitas vezes, por desconhecimento ou irresponsabilidade, obstruiu votações do próprio governo ou ameaçou atrapalhar votações importantes, como do projeto de lei dos militares. Imagina o partido do presidente da República com dúvidas sobre apoiar ou não as teses do governo. A gente quer curar uma espécie de doença que existia com o partido do presidente não estando completamente alinhado às teses do governo”, afirmou Vitor Hugo.

O líder do governo afirmou que os deputados mais próximos a Bolsonaro devem deixar o PSL, ainda que não seja possível levar para o novo partido as verbas de fundo partidário correspondentes e o tempo de propaganda no rádio e na televisão. Até a expulsão do PSL é vista como um bom caminho, já que processos disciplinares foram abertos pela cúpula da legenda. “Existem vários processos disciplinares abertos. A decisão que o PSL tomar vai ser acatada. Para nós, que já decidimos migrar sem qualquer tipo de acordo, se o PSL conduzir rapidamente os processos e houver expulsão, na nossa perspectiva é melhor. Se isso não ocorrer, assim que for juridicamente possível, com o partido formalmente criado, vai se abrir a janela e nós vamos migrar”, afirmou Vitor Hugo, tratando da possibilidade de o Congresso aprovar uma brecha para que deputados mudem de sigla sem perderem o mandato por infidelidade partidária.

Já a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) afirmou que o objetivo é recolher assinaturas até janeiro. Ela afirmou que a Executiva da nova legenda terá 15 integrantes e que ainda não está definido se Bolsonaro será o presidente da sigla: “Não falaram se o presidente Jair Bolsonaro seria o novo presidente. Humildemente, eu acho que seria o mais óbvio. É o mais correto e o que as pessoas ficam mais tranquilas de acontecer”.

Segundo participantes da reunião, Bolsonaro mais uma vez usou o casamento como metáfora e disse que não falaria mal da “ex-mulher”, referindo-se ao PSL, e pediu a todos tivessem a mesma postura.

O presidente falou que já estava decidido e que realmente queria fazer um partido com “as diretrizes e com a transparência” que ele quer. Bolsonaro teria deixado os presentes à vontade para permanecerem no PSL ou seguirem com ele. De acordo com os relatos, ele afirmou que todos tinham total liberdade, mas que estava comunicando a saída e a fundação no novo partido. Ninguém saiu da sala, sinalizando que seguiriam com o presidente.

Othelino defende inclusão da população maranhense no debate de temas nacionais que afetam os cidadãos

Postado por Caio Hostilio em 13/nov/2019 - Sem Comentários

Othelino defende inclusão da população maranhense no debate de temas nacionais que afetam os cidadãos
Na palestra, Othelino disse que os maranhenses precisam estar informados sobre temas da pauta nacional | Biaman Prado

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou, durante o ciclo de palestras “O Maranhão discutindo o Brasil”, a importância de a população maranhense manter-se informada sobre temas e projetos da pauta nacional, que afetam diretamente a vida dos cidadãos. Com este propósito, foi realizada, nesta terça-feira (12), a primeira edição do evento, com palestras e esclarecimentos sobre a Reforma Tributária, no Plenarinho da Alema.

Na abertura do evento, Othelino destacou a relevância das discussões sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45/2019, que altera o Sistema Tributário Nacional, que, caso seja aprovada, afetará diretamente cada cidadão brasileiro. O presidente da Alema também pontuou a importância de informar os maranhenses sobre o andamento das discussões sobre o assunto, para que possam acompanhar e entender com clareza o que está sendo proposto.

“Esse é um momento importante para o estado, não só pelas pessoas que estão presentes acompanhando o evento, mas pela repercussão disso com a imprensa. Será o pontapé inicial de uma ampla discussão que nós vamos promover para que, cada vez mais, os maranhenses possam saber aquilo que está sendo discutido na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, até para que possam, a partir da informação dos impactos da Reforma Tributária, saber como aquilo vai impactar para o bem ou para o mal na vida de cada um”, afirmou.

A primeira edição do ciclo de palestras contou com a participação expressiva de parlamentares, autoridades, jornalistas e técnicos na área. Os esclarecimentos sobre o tema foram feitos pelos economistas Eduardo Fagnani e Eduardo Moreira, expoentes no assunto. O professor Fagnani falou sobre a necessidade de uma proposta de Reforma Tributária justa, solidária e sustentável. Em seguida, Moreira proferiu palestra sobre aspectos da Reforma Tributária, traçando um paralelo sobre os seus impactos no dia a dia dos cidadãos e na conjuntura social.

“A Emenda que modifica a PEC 45, nomeada como ‘Reforma de Proposta Tributária Justa, Solidária e Sustentável’, é uma proposta que foi abraçada pelo Consórcio de Governadores do Nordeste, que a apoiou politicamente, e foi assinada por alguns partidos, sobretudo da oposição. Ela tem por objetivo fundamental promover justiça tributária, coisa que não ocorre hoje no Brasil”, ressaltou Othelino.

Biaman Prado

O presidente da Assembleia, Othelino Neto, com os palestrantes Eduardo Fagnani e Eduardo Moreira (à direita)

O presidente da Assembleia, Othelino Neto, com os palestrantes Eduardo Fagnani e Eduardo Moreira (à direita)

O presidente da Assembleia frisou, ainda, que a população precisa ter conhecimento do seu conteúdo para que possa, inclusive, acompanhar como os deputados federais e senadores vão se comportar em relação a esse tema. “Afinal de contas, é fundamental que a sociedade monitore, de forma democrática, a atuação dos parlamentares”, completou, ressaltando, também, que esse é um assunto que extrapola a questão ideológica.

“É fato que a grande imprensa nacional não permitiu esse debate ampliado. Parece que, para boa parte da população brasileira, há uma única tese e isso é muito ruim para todos nós, porque quando a população não conhece o assunto, não é possível o debate”, enfatizou Othelino.

Discussão 

Ao final do evento, o presidente da Alema garantiu que esse é o primeiro de muitos eventos que serão realizados para a discussão de temas nacionais, que vão impactar diretamente na vida dos cidadãos maranhenses.

“Por exemplo, têm três PECs que foram protocoladas recentemente, que carregam nos seus respectivos conteúdos itens bastante preocupantes. Mexem, por exemplo, com direitos de servidores públicos, propõem a extinção de municípios e tratam do Pacto Federativo. Nós vamos esmiuçar esses temas, expor os aspectos principais e que precisam ser ditos à sociedade, e vamos convidar especialistas nos assuntos para que possamos promover o debate”, finalizou.

Ao palestrar sobre o tema, Eduardo Moreira destacou que o Brasil é um dos países mais injustos do mundo no que tange à distribuição de riqueza. “Somos um dos países que mais tira dinheiro dos mais pobres sobre consumo e que tira menos dos mais ricos. É preciso rebalancear essa distribuição de riqueza para dinamizar a economia. E é redistribuindo essa riqueza, através dos impostos, que corrigiremos esse problema”, defendeu Eduardo Moreira, ao discorrer sobre o assunto no evento.

Rigo Teles destina emendas para Itaipava do Grajaú…

Postado por Caio Hostilio em 12/nov/2019 - Sem Comentários

Neste domingo, dia 10, o deputado Rigo Teles esteve em Itaipava do Grajaú, juntamente com o prefeito Joãozinho do Dimaizão, participando de várias entregas de obras pelo município durante o dia e, à noite, participando de uma grande festa de comemoração, onde estiveram presentes os vereadores, o secretariado administrativo e milhares de pessoas.
.
Pela segunda vez, pude anunciar uma emenda parlamentar de R$ 165.000,00, a serem destinados para a aquisição de uma ambulância, e um convênio  de R$ 600.000,00, o qual o deputado conseguiu em Brasília, junto ao Governo Federal, para a Saúde do município, cujo valor já se encontra nos cofres da prefeitura.
“Agradeço a todos pela calorosa recepção e pelo carinho pelo qual fui recebido, e parabenizo, em especial, o prefeito e toda sua equipe pela excelente administração que vem desempenhando”, disse Rigo Teles.

Excelente iniciativa!!! Assembleia debate Reforma Tributária no primeiro ciclo de palestras “O Maranhão Discutindo o Brasil”

Postado por Caio Hostilio em 12/nov/2019 - Sem Comentários

Assembleia debate Reforma Tributária no primeiro ciclo de palestras "O Maranhão Discutindo o Brasil"

Othelino fez a abertura do evento, ao lado dos palestrantes Moreira e Fagnani; o promotor Márcio Thadeu e Magno Vasconcelos | Biaman Prado

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) deu início ao primeiro ciclo de palestras “Maranhão Discutindo o Brasil”, na manhã desta terça-feira (11), no Plenarinho Gervásio Santos. A Reforma Tributária foi o tema central desta primeira edição do evento cujo o objetivo principal é proporcionar conhecimento à sociedade maranhense de temas em discussão no cenário nacional e que afetem diretamente dos cidadãos maranhenses.

Na abertura dos trabalhos, Othelino falou que o maior desafio do Legislativo é fazer com que população tenha conhecimento daquilo que está sendo discutido em nível de Brasil. “Queremos trazer os cidadãos para mais perto do Parlamento de diversas formas. Uma delas é dando a oportunidade de que eles conheçam, em detalhes, o que tramita no Congresso Nacional e que vai impactar diretamente em suas vidas”, acentuou Othelino, ressaltando que este é o primeiro de vários encontros que irão discutir temáticas que impactem no dia a dia das pessoas.

“Assim fizemos com a Reforma da Previdência, que está sendo promulgada hoje, inclusive, em nossa avaliação, com a retirada de direitos, e, agora, estamos fazendo com a reforma tributária, que começou a tramitar. Queremos que a sociedade esteja por dentro daquilo que está sendo proposto para cobrar posicionamento dos parlamentares envolvidos”, completou o presidente.

Biaman Prado

Eduardo Moreira profere palestra, que contou com a participação de parlamentares, autoridades e técnicos na área

Eduardo Moreira profere palestra, que contou com a participação de parlamentares, autoridades e técnicos na área

A primeira edição do ciclo de palestras contou com a participação expressiva de parlamentares, autoridades, jornalistas e técnicos na área. Os esclarecimentos sobre o tema foram feitos pelos economistas Eduardo Fagnani e Eduardo Moreira, expoentes no assunto. O professor Fagnani falou sobre a necessidade de uma proposta de Reforma Tributária justa, solidária e sustentável. Em seguida, Moreira proferiu palestra sobre aspectos da Reforma Tributária, traçando um paralelo sobre os seus impactos no dia a dia dos cidadãos e na conjuntura social.

Iniciativa da Mesa Diretora da Assembleia, criado por meio da Resolução Legislativa 129/19 e encabeçada por Othelino Neto, o projeto foi elogiado por colegas parlamentares presentes no evento, entre eles, os deputados Neto Evangelista (DEM) e Fernando Pessoa (SD).

“É necessário que as Assembleias Legislativas possam fazer essas discussões no Brasil inteiro e a do Maranhão dá exemplo, afinal de contas, é aqui que estão os representantes do povo. Portanto, é de suma importância a iniciativa do nosso presidente, que traz para o debate aquilo que está sendo discutido nacionalmente e que vai repercutir também na vida dos maranhenses”, destacou Evangelista.

“Trazer discussões daquilo que está em pauta no cenário nacional, aproximando a Assembleia cada vez mais dos maranhenses, tem sido uma característica da atual Legislatura. O presidente Othelino acerta mais uma vez com esta iniciativa de aproximação, não só dentro da Casa do Povo, mas também percorrendo pelas bases, no interior do Estado, como acontece no programa Assembleia Ação”, analisou Fernando Pessoa.

Biaman Prado

Eduardo Fagnani palestra sobre os aspectos da Reforma Tributária e os impactos na vida dos cidadãos e do país

Eduardo Fagnani palestra sobre os aspectos da Reforma Tributária e os impactos na vida dos cidadãos e do país

Palestras

Em ambas as palestras, os especialistas falaram de Reforma Tributária, mostrando como o Brasil precisa de um sistema tributário mais justo. “A simplificação tributária é necessária, porém insuficiente, porque não enfrenta a injustiça fiscal e ainda destrói o financiamento do Estado Social. O Brasil vai na contramão dos outros países, que possuem um sistema tributário mais justo, que tributa mais os ricos e menos os pobres”, disse Eduardo Fagnani ao proferir a palestra ‘A necessidade da Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável’.

“O Brasil é um dos países mais injustos no mundo no que tange à distribuição de riqueza, pois somos um dos países do mundo que mais tira dinheiro dos mais pobres sobre consumo e que tira pouco dos mais ricos. É preciso rebalancear essa distribuição de riqueza para dinamizar a economia. E é redistribuindo essa riqueza, através dos impostos, que corrigiremos esse problema.”, defendeu Eduardo Moreira, na palestra sobre ‘Reforma Tributária’.

Além do diretor geral da Alema, Valney de Freitas, e do procurador da geral da AL, Tarcísio Araújo, diversas outras autoridades participaram do evento, entre eles, o procurador geral do Estado, Rodrigo Maia; o diretor da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão, promotor Márcio Thadeu; e o secretário da Fazenda, Magno Vasconcelos.

Também marcaram presença na primeira edição do ciclo de palestras, os deputados Antônio Pereira (DEM), Rafael Leitoa (PDT), Wellington do Curso (PSDB), Adelmo Soares (PCdoB), Ricardo Rios (PDT), Wendell Lages (PMN), Helena Duailibe (SD), Daniella Tema (DEM), Professor Marco Aurélio (PCdoB), Rigo Teles (PV), Hélio Soares (PL) e Zito Rolim (PDT).

Gilmar Mendes é o assunto mais comentado nas redes sociais… Será que ele se sustentará com “deus”?

Postado por Caio Hostilio em 12/nov/2019 - Sem Comentários

Para esses “deuses”, que foram colocados por força presidencial e de sua bancada no Senado, sem nenhum critério em meritocrácia, se posicionam como o poder todo poderoso, que pode subtrair qualquer iniciativa do poder Legislativo e do poder Executivo, cujos mandatários desses poderes – eleitos pelo povo – baixam a cabeça diante das ordens do STF. Simplesmente esses “deuses” se perpetuam e ninguém se atreve a defenestrar de sua posição onipresente… Por que tanto medo?  

Gilmar Mendes domina o Twitter.

Os dois assuntos mais comentados são:

2) Impeachment Gilmar Mendes

Assistam ao vídeo!!! Por que parte do DEM é contra a 2ª Instância? Rodrigo Maia deixou o grupo de WhatsApp do DEM…

Postado por Caio Hostilio em 12/nov/2019 - Sem Comentários

Os deputados do DEM Carlos Henrique Gaguim (TO) e Artur Maia (BA) mantiveram uma discussão sobre a questão da prisão em 2ª instância.

Gaguim é contra. Artur Maia a favor.

Gaguim ainda justifica dizendo que o colega nunca foi gestor, dai defender a prisão em 2ª instância.

Duplo equívoco. Artur Maia, sem qualquer problema com a Justiça, já foi prefeito.

Rodrigo Maia, o Botafogo nas planilhas da Odebrecht e, segundo eles, o primeiro da fila, nunca foi gestor de absolutamente nada.

Veja o vídeo:

 

Busca no Blog