Empresário ameaça de morte blogueiro em Caxias…

Publicado em   31/ago/2018
por  Caio Hostilio

Por que o empresário, que se sentiu ofendido não ingressou com uma ação judicial por injurias e difamação, seguindo com o que requer a Lei de Imprensa? Não se concebe ameaça de morte, haja vista que isso só vem mover a censura e ir contra o direito de expressão… Repugnante!!! Fique com a matéria abaixo:

Empresário Magno Chaves ameaça blogueiro caxiense de morte: “de faca ou de bala, vagabundo”

O empresário caxiense magno chaves fez duras ameaças de morte contra o titular do Blog do Sabá na noite desta quinta-feira, 30.

Estava na casa dos meus pais quando recebi a ligação do número (99) 98102-XXXX e a pessoa se identificou como sendo o empresário Magno Chaves. “Alô! Esse é o telefone do Cláudio Sabá?”, perguntou ele que ouviu de mim que “sim”para em seguida indagar: “tudo bem?”, no que ele devolveu que “não”. Aparentando estar bastante nervoso, passou a dizer que eu teria falado o nome do pai dele: “Olha, você falou o nome do meu pai e eu não gostei”, continuou o empresário no que eu deixei claro que aquilo era inverídico. “Falou sim, nesse teu blog vagabundo”, expressou-se já num tom bastante exaltado asseverando nos palavrões e ameaças. “Onde é que tú tá agora? Te encontro onde tu quiser e te mato de faca ou de bala, blogueiro vagabundo”, ameaçou reiteradas vezes.

A conversa aconteceu as 20:11h e teve duração de 1 minuto e 11 segundos, onde não faltaram ameaças e palavrões.

Bem, a alegação de que eu teria falado o nome do pai do empresário não procede, uma vez que apenas citei, em postagem publicada nesta quinta-feira, 30, que numa manifestação ocorrida ontem (29) no bairro São Francisco (revejaaqui), a desistência da candidatura de Magno Chaves a deputado federal teria sido motivada, conforme o próprio declarou na época nas redes sociais, por conta da morte do seu genitor, ou seja, não existe nenhuma citação ao nome do seu falecido pai ou muito menos ofensa a memória deste, não justificando nenhuma manifestação, mínima que seja, de raiva ou aborrecimento.

Fiz o registro de um Boletim de Ocorrência na delegacia de polícia civil de Caxias, bem como comuniquei o grave fato ao delegado regional Jair Paiva pouco tempo depois de ter recebido o telefonema ameaçador.

De antemão, tenho a consciência tranquila que não ofendi, agredi ou mesmo citei o nome do pai do empresário que me fez a ameaça, deixando o caso nas mãos das autoridades competentes para que sejam tomadas as devidas providências.

Deixo claro também que nunca tive medo ou me calei diante de ameaças ou qualquer forma de intimidação, bem como meu trabalho de mais de 20 anos na comunicação caxiense me garantiu credibilidade e respeito na sociedade local.

 

 

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Busca no Blog