Um grande avanço econômico!!! Governadora e ministro assinam certificação do Maranhão como Zona Livre da Aftosa com Vacinação

Publicado em   02/set/2013
por  Caio Hostilio

_Foto-1A governadora Roseana Sarney e o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Andrade, assinaram na tarde desta segunda-feira (2), no Parque Independência, em São Luís, Instrução Normativa que certifica nacionalmente o Maranhão como Zona Livre de Febre Aftosa com Vacinação. A nova classificação sanitária é uma antiga reivindicação dos criadores e abre novas perspectivas para a pecuária maranhense.

_Foto-2Roseana Sarney afirmou que o setor agropecuário maranhense, que responde por 17% do PIB estadual, dá um grande salto com a nova classificação. “A pecuária é uma de nossas mais importantes atividades econômicas e a assinatura dessa portaria tem um significado emblemático para o meu governo, pois foi no meu segundo mandato que, em parceria com a associação dos criadores, à época comandada por Cláudio Azevedo, que iniciamos essa grande cruzada contra a febre aftosa”, afirmou a governadora.

_Foto-3“Esse cenário de crescimento que vislumbramos para a pecuária do estado a partir de hoje [ontem], fruto do compromisso e empenho do meu governo, do Ministério da Agricultura e dos criadores, é uma conquista de todos que trabalham por um Maranhão forte e desenvolvido, um Maranhão de oportunidades”, assinalou Roseana Sarney.

O ministro Antônio Andrade ressaltou o trabalho da governadora Roseana Sarney ao conseguir que o Maranhão cumprisse todos os critérios estabelecidos pelo Mapa, se destacando com algumas ações, além de ter ajudado outras federações na realização da sorologia dos animais e criação de agência de defesa agropecuária e do Fundo de Desenvolvimento da Pecuária.

“Sei da importância do trabalho que foi realizado aqui e preciso que o Maranhão continue ajudando outros estados”, solicitou o ministro. “Essa classificação vai valorizar ainda mais o rebanho maranhense de quase 8 milhões de bovinos e bubalinos”, pontuou Antonio Andrade.

A assinatura do documento foi prestigiada pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira; presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Arnaldo Melo; vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, presidente da Associação de Criadores do Maranhão, Assub Neto; além de deputados estaduais, federais, secretários de estado, criadores e gestores públicos e de diversos órgãos ligados ao setor produtivo maranhense.

O pleito para a certificação internacional junto à Organização Mundial de Saúde Animal será enviado pelo Mapa, em meados do mês de outubro deste ano e a previsão é de que em maio de 2014 o Maranhão seja classificado internacionalmente, junto com os estados do Pará, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas e Paraíba, que formaram um bloco que faz parte do programa de ampliação da zona livre de febre aftosa, coordenado pelo ministério.

Apoio

Em seu discurso, o secretário Cláudio Azevedo agradeceu o apoio da governadora Roseana Sarney, dos criadores e elogiou o trabalho dos técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), órgão vinculado à Sagrima. “Esse é o resultado de um trabalho árduo, de uma parceria forte com os criadores e é uma conquista que insere o Maranhão nos grandes centros pecuários”, disse ele, informando que alguns frigoríficos já estão se instalando no Maranhão por conta dessa classificação.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo parabenizou a governadora Roseana Sarney pela conquista para o Maranhão, confiante de que, pouco tempo, o estado possa atingir a classificação internacional, podendo, também, exportar carne para o mercado mundial, via Porto do Itaqui.

A Assembleia, por iniciativa do deputado estadual Roberto Costa, concedeu ao ministro Antônio Andrade e ao secretário Cláudio Azevedo a Medalha de Honra ao Mérito Manoel Bequimão. Após a solenidade, o ministro Antônio Andrade e o secretário da Cláudio Azevedo participaram de um churrasco, no Parque Independência, em comemoração a classificação do Maranhão.

Ações que classificaram nacionalmente o Maranhão como Zona Livre de Febre Aftosa com Vacinação

– O Projeto de Ampliação da Zona Livre de Febre Aftosa foi iniciado em fevereiro de 2011, durante evento que reuniu, em Maceió, os secretários de estado de agricultura e diretores de agências agropecuárias dos estados do Maranhão, Ceará, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco e Pará e representantes do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

– A partir daí os estados firmaram um pacto para atender a uma série de exigências determinadas pelo MAPA para que conquistassem o reconhecimento nacional de zona livre de febre aftosa e pudessem pleitear junto à Organização Mundial de Saúde Animal o reconhecimento internacional do novo status sanitário.

– Durante esse período, foram realizadas cinco campanhas de vacinação contra a febre aftosa, e duas auditorias que mediram a eficiência, infraestrutura e capilaridade dos serviços de atenção veterinária dos estados, coordenados pelas agências de defesa agropecuária.

– Nessas auditorias, o Maranhão se destacou cumprindo 89% dos requisitos na primeira avaliação e 100% na segunda.

– Também nesse período, o Maranhão atingiu o recorde de cobertura vacinal dos últimos dez anos de campanhas oficiais e imunizou 97% do rebanho de bovinos e bubalinos.

– A última etapa para a nova classificação sanitária foi a realização do inquérito epidemiológico, realizado no período de abril de 2012 a março de 2013, que teve como objetivo comprovar a não circulação do vírus da febre aftosa nos estados concorrentes.

– Mais uma vez, o Maranhão foi destaque, visto que foi o primeiro estado a concluir a sorologia, ainda em dezembro de 2012.

– O resultado da sorologia nos estados pesquisados indicou uma probabilidade de 96,5% de inexistência de circulação do vírus da aftosa.

  Publicado em: Governo

6 comentários para Um grande avanço econômico!!! Governadora e ministro assinam certificação do Maranhão como Zona Livre da Aftosa com Vacinação

  1. Natra Neya disse:

    Caio tu esquece que o Governo monta uma estrutura muito maior, Inaugura obras, compra prefeito convênios, também bota carro de som nas ruas falando que é salvação da lavoura! Mesmo assim não emplaca!
    Isso sim é manipulação. O Flávio é o maior problema que o grupo Sarney já teve nos últimos anos! Roseana tem um rejeição alta! O governo apesar de está mostrando na tv que esta trabalhando tudo isso contribui para o fim do ultimo reino do brasil!

    • Caio Hostilio disse:

      É mesmo? E quem abandona a Embratur, carrega crianças no cangote e distribui prêmios da prefeitura, usa e abusa das verbas públicas da embratur e das prefeituras é o quê? Santinho!!! Ele está se cagando de medo de disputar essa eleição com luis fernando e até sabendo que não vence sequer de Eliziane Gama e Hilton Gonçalo…

  2. Zé chato disse:

    Febre Aftosa e tudo mais, mas o que faz o Secretário de Infraestrutura ali mesmo ? Deve ser infraestruturando um vaca mimosa inoperante… brincadeira… assim como acusam, isso é utilizar a estrutura de governo para proveito de campanhas antecipadas, agora me diz que não é.. ou vai começar a xingar, como de costume quando esta encurralado, como um cão sarnento !!?!?

    • Caio Hostilio disse:

      Camarada, ali poderia está todos os secretários, deputados estaduais, deputados federais, senadores e até o presidente da Embratur…

Deixe uma resposta para Caio Hostilio Cancelar resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos