Seduc realiza mapeamento funcional dos servidores

Publicado em   27/jul/2013
por  Caio Hostilio

Foto 1 - DOMINGO seduc - mapeamentoCom o propósito de criar um ordenamento funcional, identificar as carências de servidores e professores e suprir as ausências com remanejamento de profissionais nas escolas da rede estadual de ensino, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) está concluindo o sistema de mapeamento funcional eletrônico dos servidores. O resultado do processo digital idealizado pelo secretário Pedro Fernandes será encaminhado à governadora Roseana Sarney até o final da segunda quinzena de agosto.

De acordo com o assessor especial da Seduc, Francisco Solon Lula de Oliveira, responsável pela execução do processo, o mapeamento funcional eletrônico consiste em um levantamento situacional dos servidores lotados nos setores administrativos e nas 1.233 escolas da rede estadual de ensino.

O mapeamento, iniciado no dia 8 de julho com o projeto piloto de vanguarda na unidade regional de educação de São Luís e do setor administrativo da Seduc, será concluído esta semana. O processo de construção dos dados abrange, além da capital, Alcântara, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, totalizando 186 escolas.

Francisco Solon explicou que o antigo modelo manual de identificação dos servidores da Seduc será substituído definitivamente pela versão digitalizada para levantar o déficit e ordenar a rede estadual de ensino. O resultado vai gerar um banco de dados que terá o sistema alimentado pela Superintendência de Recursos Humanos da Seduc.

Segundo Francisco Solon, o sistema possibilitará identificar a disciplina e a carga horária de cada professor ou servidor e a escola em que trabalha. O resultado final vai apontar ou não a existência de déficit na rede com informações fidedignas.

O mapeamento funcional eletrônico também irá possibilitar o reordenamento da rede com o remanejamento de professores para cobrir as necessidades. Persistindo o déficit, ficará aberta a possibilidade de realização de concurso público para atender a demanda.

Francisco Solon declarou, ainda, que o processo, que se encontra em fase de conclusão, consiste na inserção de dados pelos gestores, seguido da validação. A partir do dia 26 de julho e até o dia 2 de agosto será realizado o mapeamento das outras 18 unidades regionais de educação. Ao final do ano letivo, o mapeamento das escolas será zerado e criado um novo banco de dados para o período escolar subsequente.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos