Notícias

Publicado em   18/jun/2013
por  Caio Hostilio

A manifestação é democrática, porém a baderna e quebradeira revelam um anarquismo!!!

MED_13.06.18-18.59.15-invasaoA maioria esmagadora dos manifestantes em São Paulo mostrou agora pouco, em frente à Prefeitura da cidade de São Paulo, que não estão ali para fazer qualquer ato político-partidário, mas sim cobrar por seus direitos, como contra o aumento da passagem do transporte coletivo e os gastos com a Copa das Confederações, que deveriam ser investidos em saúde e educação, isso um ato pacifico. Por outro lado, os vândalos estavam ali para fazer da manifestação pacifica um ato político de anarquia, chegando a depredação do prédio da Prefeitura e a queima de um boneco do Prefeito com a sigla do PSDB. Também, não se viu nenhum momento a presença da Polícia Militar, que é subordinada ao governo do Estado, comandado pelo PSDB. Quanto as vais proferidas contra Dilma, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi comandada por Gilberto Carvalho, Secretário Geral do Planalto.

NOTA – SECOM

A respeito de nota sobre suposto apoio do Governo do Maranhão a festa de São João no Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom) esclarece que é falsa. Consultadas as secretarias de Turismo e da Cultura, citadas na notícia que teve origem em um blog apócrifo, claramente a serviço de um segmento político do estado, sem que esta parte fosse ouvida, constatou-se que o Governo do Maranhão sequer foi solicitado a colaborar com o referido evento.

A Prefeita Ana Lúcia Cruz e o ex-prefeito Luiz Gonzaga são alvo de ação por improbidade administrativa

A Promotoria de Justiça da Comarca de Vargem Grande ingressou, em 12 de junho, com Ação Civil Pública por atos de improbidade administrativa contra Luiz Gonzaga Coqueiro Sobrinho e Ana Lúcia Cruz Rodrigues, respectivamente, ex-prefeito e atual prefeita do município de Presidente Vargas (termo judiciário da Comarca de Vargem Grande, distante 165km de São Luís). O Ministério Público do Maranhão (MPMA) pede a condenação dos réus conforme a Lei nº 8.429/92.  Propôs a manifestação o promotor de justiça Benedito de Jesus Nascimento Neto. Consta nos autos que o Município de Presidente Vargas não efetuou o pagamento dos salários dos servidores, relativo ao mês de dezembro de 2012. O MPMA ajuizou ação com obrigação de fazer e pedido de liminar, no dia 18 de janeiro de 2013. No entanto, o pagamento nunca foi efetuado. O ex-prefeito e a atual gestora não deram nenhuma explicação sobre a inadimplência. “A receita do município de Presidente Vargas tem sido creditada regularmente, não havendo, portanto, qualquer justificativa para o atraso no pagamento da remuneração dos servidores. A eventual variação de receita constitui, todavia, fenômeno natural de execução orçamentária, não podendo servir de pretexto ou justificativa para a inadimplência dos servidores”, ressaltou o promotor de justiça, na ação.

Sema realiza Conferência do Meio Ambiente em Balsas

_Foto-1semaA Secretária de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) promoveu, nesta terça-feira (18), no município de Balsas, no Sul do Maranhão, a oitava etapa da Conferência Regional do Meio Ambiente. Os trabalhos foram abertos pelo secretário-adjunto de Recursos Ambientais, Antônio César Carneiro Souza, representando o secretário Victor Mendes. Entre as várias atividades realizadas, a palestra do professor em Ciências da Engenharia Ambiental, Ozelito Possidônio, quando se debateu com os participantes a “Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos: redução de impactos ambientais”. A conferência de Balsas teve a presença de diversas autoridades, entre elas o prefeito Luiz Rocha Filho e a participação de 126 pessoas, incluindo integrantes de organizações não governamentais e movimentos sociais, de empresas, instituições de ensino e pesquisa e indígenas de 13 municípios: Alto Parnaíba, Balsas, Benedito Leite, Feira Nova do Maranhão, Fortaleza dos Nogueira, Loreto, Nova Colinas, Riachão, Sambaíba, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São Raimundo das Mangabeiras e Tasso Fragoso. Integraram as atividades também, membros do Ministério Público. O evento faz parte de uma série de 11 conferências regionais sobre a temática resíduos sólidos, organizadas pela Sema, em todas as regiões do Maranhão. “As conferências são pequenos fóruns onde diversos segmentos podem discutir a problemática dos lixos e de onde estão saindo boas idéias para uma gestão integrada e adequada dos resíduos”, explicou Victor Mendes. Os próximos municípios que sediarão as etapas as conferências são Imperatriz, Pinheiro e São José de Ribamar.

Prefeita de Chapadinha, Belezinha, assumiu 365 contratações para Educação sem autorização da Câmara de Vereadores

EduardoDiante da própria comprovação da prefeita Belezinha, o vereador Eduardo Sá ingressou no Ministério Público com um pedido de investigação sobre as 365 contratações, para a área de Educação – verba federal – sem qualquer autorização da Câmara Municipal.

  Publicado em: Governo

8 comentários para Notícias

  1. Arnaldo Cesar disse:

    Muito bom post, eh assim que se faz

  2. Camila Castro disse:

    Sera que essas manifestacoes vao durar muito tempo

    • Caio Hostilio disse:

      A pacifica deveria durar até que o Código Penal Brasileiro seja votado no Congresso Nacional e que a PEC 37 seja derrubada…

  3. Valdeci disse:

    Somos um País livre, num regime que nos dar o amplo direito ir e vim, liberdade de expressão, democracia abeça, de cobrar e lutar pelos os nossos direito, mas que no fundo, no fundo nos dita regras que muita das vezes foge dos nossos limites. Altas taxas de juros, instituições que não corresponde e não funcionam, corrupção generalizada de um canto a outro do país, tribunais abarrotado de processos por desvio de recursos públicos. Falta de postura e de punição aos corruptos, seriedade no trato da coisa pública. É por essas e outras coisas, que o brasileiro vive indignado e muitos com os nervos à flor da pele. Esse é o verdadeiro recado do povo brasileiros aos nossos chamado representantes. Tomara que eles caem na real.

    • Caio Hostilio disse:

      O povo tem que cobrar a votação do Novo Código Penal Brasileiro, que está parado no Congresso Nacional e pedir que voltem contra a PEC 37, que é uma vergonha… O Código Penal usado é caduco e estimula a impunidade, combustível para corrupção.

  4. Wander Dias disse:

    O que falar das contratações de enfermeira e médicos na secretário de saúde de Ricardao…q n faz concurso público…cala boca babao

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Busca no Blog

Arquivos