Concordo plenamente!!! A precipitação dos fatos e o ritmo real da vida

Publicado em   17/jun/2013
por  Caio Hostilio

Colunista entende que antecipação do período eleitoral estabeleceu uma desproporcional presença de Dilma na mídia. “O contraponto não é feito com a intensidade necessária. O diálogo ainda não se estabeleceu”… Um adendo: Esse blog já mensurou esse assunto por diversas vezes sobre a eleição de 2014 no Maranhão. A última vez foi hoje (17), na matéria “Flávio Dino e Edivaldo Holanda Junior, cadê o “Novo e a Mudança”?, cujo objetivo foi mostrar que anteciparam um slogan sem que tivesse ao menos um esboço de um planejamento do novo e da mudança numa gestão pública, o exemplo negativo é a gestão de São Luís.  

Marcus Pestana

Marcus Pestana

Há um equívoco recorrente que contamina a análise política. É a falsa impressão de que a esmagadora maioria da população faz da política o centro de suas vidas. Nada mais distante da realidade. As pessoas, em geral, concentram suas energias na busca de melhoria na qualidade de vida de suas famílias, na educação e formação dos filhos, na busca de avanços no emprego, no lazer com amigos. Não que desvalorizem a política. Ao contrário, sabem que a qualidade dos governos, da representação política e das instituições é determinante para sua felicidade pessoal e para o sucesso do país. Mas o grau de mobilização social e o nível de informação são menores do que supõe nossa vã filosofia. A dinâmica da opinião pública e o envolvimento da sociedade obedecem a uma lógica pendular, alternando picos de mobilização e vales de calmaria, quase indiferença.

A maioria da população é extremamente pragmática. Não é escrava de rígidos modelos ideológicos. Preza alguns valores fundamentais como a ética, a solidariedade e o trabalho. Decide as eleições nas semanas que as antecedem pela intuição sobre qual é o melhor caminho, a partir das informações concentradas recebidas no próprio processo eleitoral.

A ansiedade e a precipitação ficam a cargo dos políticos, dos articulistas e jornalistas, dos cientistas sociais e das discussões de bar entre palpiteiros e apaixonados.

Mas é preciso reconhecer que a sucessão presidencial de 2014 se precipitou. Foram Dilma, Lula e o PT, temerosos do desgaste acumulado de Dilma e do crescimento do “volta Lula”, que botaram o bloco na rua.

Isso num momento em que a inflação ameaça, o déficit comercial bate recorde, a taxa de juros sobe, o endividamento das famílias consome metade da renda, a indústria vai pelo ralo, a credibilidade da economia brasileira se abala e o PIB tem desempenho medíocre. Essa é a verdadeira agenda de 2013.

No entanto, vale analisar com lupa os resultados da última pesquisa Datafolha. A avaliação de Dilma teve sua maior queda, despencando 8%. As expectativas da população em relação à economia, à inflação e ao desemprego se deterioram.

Mesmo tendo ocupado todos os programas do PT e convocado abusivamente 13 cadeias nacionais de rádio e TV, nos últimos dois anos e meio, Dilma perdeu sete pontos nas intenções de voto. Aécio cresceu 4%.

Hoje o que assistimos é quase um monólogo. É desproporcional a presença de Dilma na mídia. O jogo mal começou. O contraponto não é feito com a intensidade necessária. O diálogo ainda não se estabeleceu. Não há só uma forma de se ver o Brasil e o futuro.

Quando o tempo certo chegar, o debate se estabelecerá diante de uma opinião pública mais atenta e apta a comparar ideias e propostas. Aécio, Eduardo, Marina, Randolfe e quem mais chegar quebrarão o monólogo e conversarão com a população em bases mais democráticas.

E aí, é inevitável, as fragilidades de Dilma e seu governo virão à tona. Quem viver verá.

  Publicado em: Governo

8 comentários para Concordo plenamente!!! A precipitação dos fatos e o ritmo real da vida

  1. Dilcy da Vitória disse:

    O QUE VOCÊ ME DIZ DISSO CAIO, CRITICA AGORA ROSEANA SARNEY EM PATROCINAR FESTAS DA CANTORA ALCIONE E O POVO DO MARANHÃO, FICA NA MERDA…PODE E SOU A FAVOR EM CRITICA O EDIVALDO JR E O QUE ME DIZ DISSO, ESTA NO FACEBOOK DE MUITOS, VEJA
    Arraial da Marrom Alcione Nazaré no Rio de Janeiro PATROCINADO PELO GOVERNO DO MARANHÃO!

    Dia 17 de Junho 2013 – Segunda
    Onde: Mansão da Alcione – Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro

    Atrações:
    Quadrilha de Famosos
    Diogo Nogueira
    Arlindo Cruz
    Martinália
    Nando Costa
    Cacau Protásio
    Juliana Paes
    Miguel Falabella
    Regina Casé
    Luiz Fernando Guimarães
    Fernanda Vasconcellos
    Zeca Pagodinho
    Jorge Aragão
    Sandra de Sá
    Mussunzinho

    Preço de Ingressos:
    Somente Convidados

    Sorteio:
    Pacote Turístico – 3 noites em Buenos Aires

    Comida Típica do Maranhão:
    Farofa de Neston
    800 doces de espécie do Maranhão
    Carregamento de guaraná Jesus

    Patrocínio:
    Governo do Maranhão – Roseana Sarney
    Secretaria de Estado do Turismo do Maranhão

  2. GENIVALDO MARX disse:

    …..

  3. PEdro Amaral de Jesus disse:

    Beira o cinismo e muita demagogia os discursos que a governadora Roseana Sarney vem fazendo no interior, durante o tal famigerado governo itinerante. Depois de afirmar que o Maranhão está uma maravilha, sem corrupção e considerado, segundo ela, um dos melhores estados da nação (?), Roseana agora anda prometendo fazer tudo o que não conseguiu realizar em quatro mandatos de governadora e de cinco décadas de seu grupo no comando do MA.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos