Lula: Um homem sensível e de amizades fraternas

Publicado em   31/mar/2011
por  Caio Hostilio

Não poderia deixar de iniciar fazendo uma pergunta: O que é a amizade? Em minha opinião, é aquela com amor, fraternidade, cumplicidade e alegria partilhada.

Assim, eu vejo como o ex-presidente da República Lula trata os seus amigos, principalmente aqueles que ele considera como seus irmãos de alma.

A amizade fraterna de Lula com o ex-vice presidente José Alencar era de cumplicidade e de alegria partilhada.

Lula demonstra claramente que gosta de colocar a amizade no seu plano mais alto. Para ele, seus amigos fraternos expressão o mais elevado plano de amor e fraternidade.

Na verdade, é legítimo que se faça da amizade uma unidade partilhada. A amizade pode ser uma forma de amor, de fraternidade no sentido mais pleno do termo.

A amizade fraterna, em seu conceito mais abrangente, são dois amigos em uma só alma, vivendo em dois corpos.

A amizade extrema e delicada pode ser ferida pelo espinho de uma rosa. Aí está a foto acima para demonstrar o que estou dizendo.

“Não se pode esquecer que uma verdadeira amizade é tão rara como um cisne negro” (E. Kant, 1724-1804, filósofo alemão).

  Publicado em: Governo

59 Responses to Lula: Um homem sensível e de amizades fraternas

  1. Tenho ouvido falar muito pouco de amizades sinceras neste mundo enlouquecido. E a referência a Emanuel Kant e ao cisne negro me fez lembrar um velho amigo que se foi e não sei por onde anda.

Deixe uma resposta para Tracie Pugliares Cancelar resposta

Busca no Blog