Reflexão: ser ou não ser político, eis a questão!!!

Publicado em   27/fev/2011
por  Caio Hostilio

Estou em Brasília, onde passei a maior parte de minha vida e, principalmente, onde mora a maioria dos meus amigos de infância e adolescência, por isso sempre procuro, os já maduros amigos, para aquele bate-papo saudosista, que antes e hoje em dia, acaba em política.

O assunto centrou-se no que é ser político, pois vivenciamos “in loco” os principais acontecimentos dos últimos 40 da política nacional, tais como: a ditadura militar (muitos como filhos de militar, inclusive eu), a luta pelas Diretas Já, Os caras pintadas, a posse de Lula etc.

Como sempre convivemos diretamente com os que comandam o país, assim como os cariocas convivem com as celebridades globais, começamos a questionar sobre o que vem a ser ‘político’. Então chegamos ao consenso que ‘político’ aquela pessoa que se dá bem com todos, que conversa com todo mundo, que está sempre de bem com a vida. O político é aquele sujeito que parece não ter problemas. Está sempre de bom humor, está sempre do lado de todos. Não é polêmico. É o chamado ‘amigão’. O sujeito gente boa.

Se pensarmos só por este lado, podemos entender que todos querem ser o ‘político’. Mas, como tudo na vida tem dois lados, vamos falar do lado negativo. Aí sim, o caro leitor poderá escolher se ele quer ser político ou não. Então vamos lá.

Geralmente quando o indivíduo é político, ele também é mal visto. Como assim? Ele é chamado de corrupto, ladrão, sem personalidade, afinal de contas, ele nunca consegue manter a lealdade e os acordos. Ele sempre procura não ficar ‘mal’ com ninguém. Tem aqueles que não saem de cima do muro. Outros não causam polêmicas, porque tenta agradar a todos. O pior entre todos, são aqueles que usam da falsidade para conseguir vantagens políticas e econômicas. Esse tipo de política é o que vem dominando a política.  

O que é preciso ser analisado: Qual desses tipos de político está dominando as decisões dos caminhos políticos atual no país? Em minha opinião e dos demais ficou aquele que sabe agir com falsidade. Logo abaixo, vêm os desleais e sem personalidade. Como o resultado não foi citado os corruptos e os ladrões, chegamos a conclusão que como isso já se tornou uma coisa crônica, não precisaria ser analisado, principalmente depois que veio à tona as corrupções praticadas pelo PCdoB no Ministério dos Esportes.

Para meus amigos, a justificativa dada pelo ministro comunista piorou a situação do seu partido no jogo político, coisa discutida e reprovada nos principais termômetros de Brasília.

Por fim, após muita conversa, chegamos ao consenso que se faz necessário ressaltar que a maioria dos políticos brasileiros deve mudar seus métodos. Se você é um sujeito muito político, talvez seja interessante fazer um trabalho nas redes na internet falando sempre a verdade e criticando aquilo que é para ser criticado. Da mesma forma, se você é do tipo ‘politiqueiro’, também é interessante mudar e entender que o mundo gira e hoje a internet está ajudando a descobrir esse tipo de político.

  Publicado em: Governo

122 Responses to Reflexão: ser ou não ser político, eis a questão!!!

Deixe uma resposta para Vimax Cancelar resposta

Busca no Blog