Governadora Roseana e ministro Gastão Vieira abrem Reunião de Ministros de Turismo do Mercosul

Publicado em   07/dez/2012
por  Caio Hostilio

A governadora Roseana Sarney e o ministro Gastão Vieira fizeram a abertura solene da 12ª Reunião de Ministros de Estado do Turismo do Mercado Comum do Sul (Mercosul), organizada pelo Ministério do Turismo, nesta sexta-feira (7), no Palácio dos Leões. A escolha de São Luís para sediar a reunião é uma homenagem aos 400 anos da capital maranhense. No encontro, ministros de Turismo que compõem o Mercosul discutiram estratégias para aumentar o fluxo de visitantes entre as nações do bloco, a definição de roteiros integrados e a ampliação da promoção turística compartilhada dos destinos sul-americanos. 

   Em seu pronunciamento, Roseana Sarney destacou que o encontro fortalece as relações entre os países. Ela aproveitou o momento para falar das ações com vistas à promoção do Maranhão em roteiros turísticos nacionais e internacionais e ressaltou que a prioridade do governo é recolocar o estado nos principais roteiros turísticos brasileiros. “Atualizar os projetos e ações previstas no Plano Maior, retomar o planejamento estratégicos e estimular os empresários a investir em novos produtos, novos roteiros e maior qualidade de serviços, estas são as nossas metas, pois o turismo é uma indústria que gera mais emprego e renda para o nosso país e para nosso estado”, enfatizou a governadora.

Roseana Sarney declarou que o Maranhão está preparado para receber, até 2014, a visita de pelos menos 2,6 milhões de turistas. “Nos anima o fato de termos um maranhense à frente do ministério”, disse referindo-se ao apoio recebido do Ministério do Turismo, que tem à frente o conterrâneo Gastão Vieira.

Durante o evento, o ministro Gastão Vieira e a ministra do Turismo do Uruguai, Lilian Kechichian, assinaram o Memorando de Entendimento para Cooperação em Matéria de Turismo. O memorando fortalece as relações amistosas entre as nações signatárias para promover e estimular o desenvolvimento do turismo e fortalecer a cooperação entre as organizações oficiais de turismo e instituições relacionadas com atividades turísticas, em referência ao convênio para o fomento ao turismo assinado em 1937 entre o Brasil e o Uruguai e o convênio básico de cooperação cientifica e técnica de 1975.

Além da ministra do Uruguai, participaram da reunião, o vice-ministro do Desenvolvimento do Turismo da Venezuela, Carlos Henrique Martinz; o secretário de Turismo da Argentina, Daniel Pablo Aguiera; o sub-secretário de Comunicação do Turismo do Equador, e Marcos Vilamar; os secretários de Estado do Maranhão, Jurandir Filho (Turismo), Olga Simão (Cultura) e Sérgio Macedo (Comunicação Social), a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa; o reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, entre outras autoridades.

Intercâmbio

Atualmente, dos 5,4 milhões dos turistas internacionais que visitam o Brasil, quase a metade – 2,6 milhões – vem da América do Sul. Desses, 1,6 milhões são da Argentina. “O que nos desejamos é que o turista que vá à Argentina venha ao Brasil e entre pelo Nordeste. Os próprios argentinos, que só frequentam o Sul do país, que eles venham para o Nordeste”, disse o ministro Gastão Vieira. Ele destacou que foi inaugurada uma linha Buenos Aires/Salvador que deve ser uma alça para atrair turistas para São Luís e Fortaleza. “Pegamos uma carona pela rota das emoções. Alternativas existem”.

A reunião, segundo Gastão Vieira, busca uma relação comercial mais forte entre os países. A ministra do Uruguai, Lilian Kechichian, também destacou a importância do evento para estreitar as relações entre os países. “Esses eventos são uma grande oportunidade para buscarmos alternativas para desenvolver o turismo”, disse. Ela falou que o acordo assinado durante a reunião vai possibilitar um melhor posicionamento das políticas públicas voltadas para esta questão.

O secretário Jurandir Filho falou sobre a importância da reunião. “São Luís hoje é o centro das discussões do turismo na América do Sul. Discute-se as novas diretrizes, os rumos, os investimentos e as potencialidades que a America do Sul tem para mostrar ao mundo”, observou.

Ainda como parte da programação dos ministros em São Luís, foi organizado para os visitantes um city tour pelos principais atrativos turísticos da Ilha. Entre os locais no roteiro de visita, a Fábrica Santa Amélia e o Museu da Língua Portuguesa, que está sendo instalado na capital.

  Publicado em: Governo

6 Responses to Governadora Roseana e ministro Gastão Vieira abrem Reunião de Ministros de Turismo do Mercosul

  1. Maranhense disse:

    Caio, sei que és pago para puxar o saco da governadora, mas me parece que o título deste artigo estaria melhor escrito se fosse:
    Ministro Gastão Vieira e a Governadora abrem a reunião… Pois neste evento, a sua chefão é apenas uma convidada. O mérito todo é do Ministro.

  2. Gojoba disse:

    Não discutiram nenhuma ação sobre as praias ? ouco de muitos donos de hotéis professor que foi passado uma imagem negativa por parte do governo estadual as praias poluídas e o reviver abandonado .

    Outro aspecto como discutir turismo na capital se não possuimos um aeroporto descente que traga o trade internacional com turistas pra cá?

    • Caio Hostilio disse:

      Concordo com você. Mas vamos por parte. As praias. Elas não estão poluídas como alardeavam, mas o esgotamento sanitário é uma covardia com o meio ambiente de São Luís, cujo governo municipal sempre deixou a desejar nesse aspecto e no controle do plano diretor. Não é só o projeto reviver que está abandonado, em minha opinião, o maior tesouro turisco de SLZ – seu centro histórico, principalmente as praças – está abandonado. Vejo uma Câmara de Vereadores sem nenhuma eficiencia num projeto de lei para melhorar e cobrar dos donos dos casarães sua manutenção, assim como cobrar da Prefeitura que deixe de cobrar as taxas, mas que o proprietário matenha o casarão em boas condições. Gojoba, o Brasil vai passar vergonha quanto aos aeroportos por todo o Brasil. Essa Infraero é uma merda… O Galeão, voo domestico para uma rodoviaria, Guarulhos a mesma coisa, Confins pior ainda.

  3. Gojoba disse:

    É professor você está certissimo o maior erro governo dilma e ainda dá poderes para uma empresa chamada infraero , se houvesse uma privatização no aeroportos do brasil com certeza melhoraria e muito mesmo que fosse meio a meio e não a concessão total pois isso desagradaria as empresas prestadoras de servico da infraero.

    Com relação ao centro historico concordo com você , está abandonado passei pela praça joão lisboa está totalmente acabada e outros pontos

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog