Por que Flávio Dino e seus seguidores não representam nem a mudança e sequer o novo…

Publicado em   20/nov/2012
por  Caio Hostilio

Simplesmente pelas práticas retrogradas de se fazer política no Estado do Maranhão. Por incrível que pareça, somente aqui ainda agem dessa forma mesquinha, miúda, rasteira e medíocre.

Pensar em melhor o Estado? Não!!! Aqui a luta se restringe apenas ao poder.

Bastou que o governo do Estado, em parceria com o TCE, MPMA e demais órgãos se juntassem para mostrar, em seminário, as prerrogativas, de forma didática, de um gestor público municipal, além de abrir as portas para a parceria entre as esferas governamentais (Estado e municípios), visando o bem-estar da coletividade, cujo objetivo é salutar, para que servisse de um exaustivo debate politiqueiro na Assembléia Legislativa.

Os “oposicionistas” – acho que mais ao desenvolvimento do Maranhão – tentaram de todas as formas desqualificar o Seminário de Integração do Estado com os Municípios.

Fizeram diversas alegações, todas puxando para o lado politiqueiro da questão, visando às eleições de 2014 e não a preocupação com o desenvolvimento do Estado ou com a qualidade de vida dos maranhenses.

Buscaram e rebuscaram emendas e suas aplicabilidades dos governados passados. Ora bolas!!! Por que Flávio Dino mandou monitorar os prefeitos ditos de oposição? O que tem a ver um prefeito desses conveniar com o governo do Estado, se o convênio é para beneficiar a coletividade? Então, o certo é deixar a terra arrasada?

Sou contra qualquer convênio que não seja com o gestor municipal, seja ele de situação ou de oposição. É para isso que existem as medições e as inaugurações. Na inauguração da obra estará lá quem foi o mentor da obra e não quem o prefeito irá apoiar.

O exemplo disso foi a vitória de Dilmaem Minas Gerais, pois Lula fez as obras, mas nas inaugurações estava em todas ao lado de Aécio Neves. Os maranhenses precisam aprender isso. Não subestimem a inteligência do povo.

Por outro lado, o prefeito oposicionista precisa de se reeleger e não se eximir em receber os convênios que beneficiam sua cidade. Assim funciona na Cidade de Campos no Rio de Janeiro, que tem Rosinha Garotinho como prefeita, mas o governador Sérgio Cabral não deixa de conveniar com o município.

O excelente governador e o excelente prefeito são aqueles que depois de eleitos perdem as cores partidárias e trabalham em conjunto em prol de uma coletividade.

É preciso que o Maranhão tenha o sentimento de mudança e passe a pensar novo a partir do seu povo, ou seja, quando todos passarem a cobrar dos 218 gestores públicos desse Estado suas responsabilidades, as aplicabilidades dos recursos de recebem, suas obrigações com a educação, saúde, infraestrutura e saneamento básico.

Só haverá mudança quando todos os políticos maranhenses se juntarem brigarem por estado, como fazem os outros estados. A bancada de São Paulo, por exemplo, tem 71 deputados federais. Eles brigam em seus estados por domínio, mas quando é para brigar por São Paulo na Câmara Federal, os 71 se juntam e partem para briga, coisa bem diferente do Maranhão, que tem 18 deputados federais, sendo que sequer se falam.

Dizem que no Piauí a educação tem bons índices. É verdade. As loas são para o governo do Estado? Não!!! São para os Municípios!!! Sabe por quê? Porque aplicam corretamente os recursos do Fudeb e os do FNDE.

É preciso acabar com essa politicalha que sempre diminuiu esse Estado e não será esse discurso de mudança e novo, mas com as práticas do coronelismo que se vai chegar a lugar algum.

O certo é que o discurso dos “oposicionistas” acusou um golpe fatal nas pretensões de poder de Flávio Dino, o nome se chama Luiz Fernando.

  Publicado em: Governo

6 Responses to Por que Flávio Dino e seus seguidores não representam nem a mudança e sequer o novo…

  1. Valdeci disse:

    Como as coisas poderão dá certo nesse Estado! Se o ranço político continua enfincado na mente e no coração de alguém? Um país regido nos pilares da democracia, não admite mais este tipo de pensamento, coisa da antiguidade, da falto de preparo ético, de amadurecimento político e de conhecimento do que é certo ou errado. O povo do Maranhão, precisa mais do nunca fazer uma profunda reflexão no que tange a pensamentos dessa natureza com intuito claramente de criar obstáculo, querendo dividir oceanos dos rios. Se é assim que eles pensam, ficam igualzinho a história do urubu que tá com raiva do boi…mas o boi não quer morrer…

    • Caio Hostilio disse:

      Você disse tudo!!! Aqui é assim. O Estado é paga por tudo e o povo entra de gaito no navio!!! Quem vem te fora observa isso claramente. Se falam em trazer um grande investimento para cá, vão brigar para não trazer, pois querem que o Estado fique arrasado. Vá ao Congresso Nacional é pergunte qual é a bancada que não se une para lutar por seu estado: A resposta será unanime: MARAMHÂO. Não estavam brigando pelo aeroporto, duplicação da BR 135 e a duplicação da adultora do Italuis? Pergunta em Brasília, quantos deputados foram a Infraero, ao Denit e ao TCU, onde estava preso o processo do Italuis brigar? Apenas um esteve brigando o tempo todo por tudo isso. O suplente Chiquinho Escorcio. KKKKKKKKKKKKKKKKK… Mas os discursos aqui no Maranhão foram inflamados, culpando Roseana, como se ela fosse a gestora desses órgãos federal. Isso tá condicionado na cabeça do maranhense, seja ele da classe A a D ou do analfaberto ao pós-graduado. Eu estranho isso!!! Que diabo de mudança e novo é esse que tanto alardeiam? Vivi esse povo no governo de Zé Reinaldo e de Jackson Lago e de lembrança ficou a Lei do Cão. Esse camaradas governam vários municipios no Maranhão há vários anos e não são modelos em gestão pública em nada… Cadê o novo e a mudança? É preciso nascer esse politico ainda nessa terra!!!

  2. Gojoba disse:

    Professor O Aeroporto até hoje não é o ideal pra são luis e o que esses politicos fazem? nada tudo e interesse propio pra si e assim que funcionam as coisas nesse estado que nao cresce nunca

    • Caio Hostilio disse:

      Então, vejamos: Guarulhos vive um caos, mas a bancada paulista perturba quase todos os dias na Infraero e eles não saem do Ministério do Desenvolvimento Social e de outros órgãos. Na hora da divisão do orçamento os caras estão todos juntos brigando, os nossos porra nenhuma. O que é o Congresso Nacional? A Câmara dos Deputados representa o país e o Senado os Estados, com isso os estados que levam desvantagens na Câmara se juntam no senado e lutam contra os estados que dominam a Camara, mas os deputados maranhenses não fazem isso. Toda vez que estou em Brasília e quando eu ainda morava lá esse era conversa que se sabia daqui. Qual a conclusão que tenho, nós elegemos 18 camaradas que ganham bem vivem nababescamente em Brasília e não fazem nada, nadica de nada por nós. elegemos 217 prefeitos que recebem bilhões e bilhões em recursos e ninguém sabe onde foram parar toda essa grana. elegemos 42 deputados estaduais que brigam por picuinhas domesticas que não trazem nada de bom e elegemos uma porrada de vereadores que ganham para proteger os prefeitos… Final das contas? O culpado de tudo é o Sarney. Essa é a roda viva do Maranhão. Ah!!! só por curiosidade: dos 18 deputados federais maranhenses, você poderia me dizer quantos deles fazem parte da base aliada ao governo Dilma?

  3. detetive disse:

    PERFEITA A MATÉRIA, COMUNGO COM O MESMO PENSAMENTO.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog