Castelo sumiu, a Comissão de Transição se perdeu e o que você espera do novo prefeito?

Publicado em   09/nov/2012
por  Caio Hostilio

A partir do dia 1º de janeiro de 2013, São Luís será governada pelo senhor Edivaldo Holanda Junior e seu vice Roberto Rocha.

Logo após a sua vitória foi só festa. Passou férias em Fortaleza, depois foi para Brasília ser mostrado como troféu pelo seu líder Flávio Dino, quando o país debatia o pacto federativo.

Agora, faltam exatamente um mês e meio para que o novo prefeito coloque a mão na massa para tentar minimizar os diversos problemas crônicos que São Luís já vinha enfrentando e vai piorar ainda mais nesses últimos dois meses de 2012.

Não foi falta de aviso!!!

Muitos desses problemas crônicos foram debatidos exaustivamente na própria campanha eleitoral, principalmente nas áreas de Saúde Pública, Infraestrutura, Educação e Transporte.

O tempo passou e não vimos nenhuma tomada de posição do novo prefeito em planejamento para colocar em prática ações que pudessem minimizar essas situações. A desculpa será a mesma: “Teremos que arrumar a casa, pois pegamos um balaio de gatos”.

Um verdadeiro gestor público sabe que toda mudança de gestão é época de vacas magras e ele deve se preparar com um bom planejamento para isso. É hora de pensar no que virá daqui pra frente.

Como não vi até agora nada que mostre qualquer ato que comprove um planejamento para dar início a um governo que se inicia em 1º janeiro, deixo os seguintes questionamentos:

1)- O que você espera do novo prefeito de São Luís?

2)- Você acredita que suas promessas (as simples) manter os prestadores de serviço e a Bilhetagem Única será colocada em prática em curto prazo?

3)- Você acredita que as demais promessas serão cumpridas em médio prazo?

4)- Você acredita que os secretários não serão escolhidos politicamente?

5)- Você acha que realmente tem alguém que conheça de gestão pública?

6)- Em que você acredita que vai mudar?

  Publicado em: Governo

16 Responses to Castelo sumiu, a Comissão de Transição se perdeu e o que você espera do novo prefeito?

  1. emanuel disse:

    A ÚNICA COISA QUE CASTELO VAI DEIXAR E QUE É A SUA ESPECIALIDADE: UMA CRATERA IMENSA, PRA NÓS POVO, TAPAR.

    • Caio Hostilio disse:

      Aí é que entra a falta de experiência de Holanda Junior em gestão pública, pois se tivesse já teria formado sua equipe dos pontos estratégicos, com já chamei a atenção diversas vezes e planejado as ações para minimizar o período de vacas magras… Um bom gestor já tinha providenciado isso. Depois não adianta ficar dizendo que tem que arrumar a casa porque pegou uma bagunça. Essa desculpa é esfarrapada e mediocre!!!

  2. Lavredlih Seuqram Atsoc disse:

    vamos dar um voto de comfiança para o rapaz,em um ano vai dar para saber se ele veio para somar ou para diminuir,ou para complicar,que ele fique bem longe dos gatunos do P D T , aqueles que acabaram com o gov. jaksom

    • Caio Hostilio disse:

      minha preocupação não é só essa, mas ainda não vi nenhuma movimentação para montar as equipes que realmente se fazem necessárias assim que assumiu…

  3. Paulo Cesar disse:

    Está em andamento em diversas secretarias uma enchurrada de cancelamentos de contratos licitados ou a rescisão dos mesmos, o que vai ser o terror para a nova gestão pois encontrará tudo parado e pior ainda, sem contratoe. Todos sabemos que o levantamento das necessidades e abrir novos processos licitatórios que demorados e podem sofrer diversos tipos de recursos. E o que será feito com as empresas que são as únicas na cidade capases de assumir os serviços e que vão ficar com 10 meses de atraso da gestão passada?

    • Caio Hostilio disse:

      Uma coisa que as pessoas não aprendem em gestão pública. Tudo relacionado a prestação de conta de 2012 não vai ficar na prefeitura. Castelo vai levar consigo, pois ele terá até abril de 2013 para prestar contas com o TCE quanto a esse exercício. Ele vai deixar lá os relatórios e os balanços contábeis, cópias dos processos que estão em vigor e aqueles que estarão em restos a pagar, coisa que caberá ao próximo prefeito. As dívidas ativas da prefeitura também ficam, como emprestimos contraídos e quiçá salários em atraso. Quanto a comissão de transição, isso não vai a lugar algum. O certo era o prefeito ter montado suas equipes principais e planejado ações para os tempos de vacas magras!!!

      • Márcio disse:

        O que tu entende de gestão publica, Caio Hostílio? você tem formação em alguma área?

        • Caio Hostilio disse:

          Por que? Você conhece de administração pública? de suas rotinas e seus fluxos? Você sabe debater sobre ela? Em que área mais precisa você quer debater?

          • Márcio disse:

            Conheço um pouco, sou formado pela EG-FJP, pós graduado pela FGV e estou partindo para o Mestrado, certo? acho que você não sabe o que é planejamento, ou melhor, tenho certeza disso, procure primeiro fazer uma faculdade na área que você pensa em atuar “Comunicação Social”, para aprender ao menos fazer um questionamento descente e não fazer a mesma pergunta mudando apenas as palavras. A tua ansiedade é apenas para saber quem serão os secretários, porem, você vai ter que esperar, pois a pressa é inimiga da perfeição!!! kkkkkkkkk…

          • Caio Hostilio disse:

            KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…. Tenho pena de você. Procure estudar mais.

  4. José Filho disse:

    O Futuro prefeito ainda nao é prefeito agora o atual mostra o quanto atrasado é. simples assim…

  5. Gustavo Araujo disse:

    Vejo que o Márcio é muito bom em criticar e principalmente em detalhar o currículo. Mestrado né? Amigo, quem é bom não precisa dizer que é bom e currículo e competência não se mede por palavras e sim por ações. Cuidado com as colocações…

    Caio somente a título de informação, quero divulgar que aqui em São Luís temos o Núcleo de Excelência Pública que possui mais de 500 voluntários especializados (consultores, palestrantes, avaliadores e instrutores) que estudam e atuam nas organizações públicas buscando a melhoria dos serviços públicos. No final do mês de outubro, aconteceu a etapa de avaliação do Prêmio Melhores do Maranhão e o resultado sairá no dia 05 de dezembro. Esse prêmio visa destacar as melhores organizações públicas e suas práticas de gestão. Sou consultor adhoc do Núcleo de Excelência Pública (NEP) e quero parabenizá-lo pela prática de gestão (planejamento)que você está sugerindo ao novo prefeito. O grande problema do gestor público atual é não saber planejar. Uma boa dica para o novo prefeito é adotar nas secretarias o Modelo de Excelência na Gestão Pública (MEGP), que preconiza utilização de práticas de gestão nos 7 critérios gerenciais (Liderança, Estratégias e Planos, Cidadãos, Sociedade, Informação e Conhecimento, Pessoas e Processos) e o critério Resultado. Com a adoção desse modelo o Holanda dividirá o joio do trigo.

    Por fim gostaria falar de uma proposta do novo prefeito. Sou estudioso da área e conheço vários sistemas de bilhetagem única no país (São Paulo, Curitiba, Rio, Campinas, Guarulhos) e essa ideia de transformar ônibus em terminal é bem utópica para o momento, visto que São Luís possui problemas sérios na infraestrutura de transporte municipal.

    Em São Paulo, por exemplo, o bilhete único só foi possível graças aos investimentos feitos na infraestrutura do transporte público, mas precisamente em modais e terminais. O município de São Paulo conta com 29 terminais de ônibus sendo 01 exclusivo para transporte intermunicipal, 64 estações de metrô, 17 estações de monotrilho e ainda conta com 89 estações de trens que fazem o transporte entre 22 municípios. O bilhete único no município de São Paulo, varia de R$ 3,00 a R$ 4,50 e tem duração de 3 horas dependendo da quantidade e tipo de modal utilizado. Dessa forma, São Paulo vem consolidando um vasto conjunto de modais que garantem o funcionamento do Bilhete Único.

    Não tem como o Edivaldo falar em bilhetagem única sem antes falar de investimentos em infraestrutura de transporte. O VLT ao meu ver não é uma boa opção para São Luís, visto que estamos em uma ilha e futuramente teremos um sério problema com espaço. A solução seria a adoção de Monotrilho (Metrô Aéreo) que poderia ser implantado ao longo das principais avenidas da cidade, garantido a fluidez do trânsito bem como a diminuição na quantidade de ônibus circulando nas grandes vias.

    • Caio Hostilio disse:

      Concordo plenamente com você em tudo… O Roberto Rocha quando viu que a promessa foi louca, disse a verdade e deixou o pessoal louco. Eu já havia avisado sobre isso aqui várias vezes, que seria necessário ao menos uma faixa única para os coletivos e que as roletas (que eles chamam aqui de catracas) teriam que sofrer alterações de controle, coisa que geraria custos aos proprietários das empresas dos coletivos… Isso é total desconhecimento em gestão pública, logística, planejamento, organização, controle, ou seja, tudo que implica ADMINISTRAÇÃO.

  6. Fábio Costa disse:

    Responderei às perguntas de forma direta e sem subterfúgios:

    1)- O que você espera do novo prefeito de São Luís?

    R: Não muita coisa, a bem da verdade, praticamente nada de diferente.

    2)- Você acredita que suas promessas (as simples) manter os prestadores de serviço e a Bilhetagem Única será colocada em prática em curto prazo?

    R: Não.

    3)- Você acredita que as demais promessas serão cumpridas em médio prazo?

    R: Não

    4)- Você acredita que os secretários não serão escolhidos politicamente?

    R: Não. Impossível em qualquer lugar do mundo, quiçá no Brasil.

    5)- Você acha que realmente tem alguém que conheça de gestão pública?

    R: Sim, mas não sei se utilizarão o conhecimento em gestão pública em prol da cidade e dos cidadãos.

    6)- Em que você acredita que vai mudar?

    R: Só muda a idade do gestor, o resto praticamente nada.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog