Deu a louca no Prefeito de Pinheiro, Zé Arlindo!!! Ele desafiou a Justiça ao tentar realizar comício e é barrado pela polícia…

Publicado em   05/out/2012
por  Caio Hostilio

Os desesperados

Na mais completa falta de respeito à legislação eleitoral e ao estado democrático de direito, o grupo liderado pelo atual prefeito de Pinheiro, José Arlindo Souza [PSB], tentou realizar, no final da tarde de hoje [05] comício para marcar o encerramento de sua campanha eleitoral.

O comício, programado para a Praça do Centenário, no centro de Pinheiro, encerraria uma passeata do candidato programada para percorrer as principais ruas daquela cidade.

Ocorre que, para orientar os candidatos e respectivas coligações, os juízes eleitorais, Anderson Sobral Ramos e Lavínia Helena Macedo Coelho, reuniram-se com os postulantes no dia 1º de outubro, oferecendo todos os esclarecimentos acerca de condutas vedadas pela lei nesta reta final da campanha, frisando especificamente as atividades permitidas no período.

Conforme a ata da reunião, assinada por advogados e representantes das coligações envolvidas na disputa majoritária em Pinheiro, foi determinado pelos juízes, com ciência dos interessados, o impedimento de realizar comício no dia de hoje [05/10] e a permissão apenas para manifestações públicas como passeatas e carreatas.

Mesmo tendo sido representada na reunião e assinado a ata, a coligação do prefeito Zé Arlindo resolveu descumprir o acordo e desde o início da manhã, trabalhava na montagem de um grande palco e respectiva estrutura de som na praça, além de fazer circular na cidade a informação de que desafiaria a proibição e encerraria a passeata com um grande comício.

Em razão disso, no final da tarde, o juiz Anderson Sobral solicitou o auxílio de força policial para fazer cumprir o que fora pactuado na reunião, em cumprimento à Lei Eleitoral, determinando a apreensão de equipamentos de som e a interdição do palco onde seria realizado o comício.

No final da tarde, depois de percorrer ruas centrais de Pinheiro, os participantes da passeata organizada pelo grupo de Arlindo dirigiam-se à Praça do Centenário, onde foram confrontados pelo policiamento de choque, comandado pelo Coronel Ramos, comandante do 10° Batalhão de Pinheiro.

Informações dão conta de que a tentativa de dispersão dos participantes do evento gerou tumulto, sem graves consequências.

O prefeito, Zé Arlindo teria participado do encerramento da atividade, mas evitado confrontar-se com a força policial. Diferente dos momentos anteriores, em que candidato a vice, Luciano Genésio [PCdoB], liderou quase todas as atividades de rua do grupo, na ausência sempre notada do prefeito candidato.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog