Como o falso moralista usava sua verba indenizatória… Olha que Demóstenes falou tanto do Mensalão e dos atos secretos!!!

Publicado em   23/abr/2012
por  Caio Hostilio

O falso moralista é um ator nato… Em minha opinião, o melhor intérprete, pois consegue atuar sem ler um script… A personagem é a própria personalidade do falso moralista.

Quantas vezes eu vi o Demóstenes interpretar a sua própria personalidade de salso moralista da tribuna do Senado!!! Ele com aquela postura firme… Olhar de seriedade… Discurso persuasivo… Pedir moralidade quando da apuração do Mensalão e dos Atos Secretos do Senado.

Chegou a fazer escola… Efraim Morais embarcou, porém era um péssimo intérprete e a máscara caiu rapidamente!!!

Mas seu último ato não teve como o intérprete Demóstenes conseguir passar fazer com a personagem de falso moralista se sobressaísse ao da personalidade de um canalha. Simplesmente, chegou a dizer que conhecia apenas Cachoeira como empresário e que receber presentes e um ato de educação. Vieram à tona as suas pilantragens!!!

Agora, vejam essa de Demóstenes e de Cachoeira, usando a verba indenizatória do Senado publicada no jornal O Globo de ontem (22).

… “O Posto T-10, localizado em Goiânia, usou os recursos para o financiamento da campanha do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), ex-DEM. Além disso, o local ainda teria fornecido notas fiscais de reembolso aos parlamentares do Congresso, que totalizam R$ 381,5 mil. O valor faz referência a pagamento dos últimos três anos.

Do total, R$ 133 mil foram apresentados por Demóstenes. Os gastos do senador goiano tornaram o posto um dos 20 maiores prestadores de serviço do Senado Federal desde abril de 2009, mês em que começou a ser divulgado o inteiro teor das notas fiscais entregues.

Na Câmara dos Deputados, dois parlamentares apresentaram as maiores notas com grandes valores do estabelecimento desde 2009, ano em que a Câmara também começou a detalhar em seu portal a destinação da verba extra para o exercício do cargo: Jovair Arantes (PTB-GO) apresentou comprovantes que totalizam R$ 140,4 mil e Sandro Mabel (PMDB-GO) apresentou notas que somam R$ 103,8 mil. Se considerada a distância média percorrida por um veículo com um tanque de gasolina (cerca de 400 km), o gasto pelos três políticos daria para cada um deles percorrer todos os meses pelo menos 2,5 vezes o trajeto do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS), pontos extremos do Brasil…”

Somente com essa denúncia, esses parlamentares já seriam cassados…

  Publicado em: Governo

4 Responses to Como o falso moralista usava sua verba indenizatória… Olha que Demóstenes falou tanto do Mensalão e dos atos secretos!!!

  1. D'ITALYANO disse:

    E UM PRETENSO CANDIDATO A PREFEITO DA CAPITAL,LIGADO AO TURISMO NACIONAL,TAMBÉM SE DIZ UM MORALISTA,MAIS ABANDONOU A FAMÍLIA E DEU NO QUE DEU….. AGORA QUER LUTAR PELO CALDO DERRAMADO…. ERA SÓ O QUE FALTAVA……. E WASCHINGTON MESMO SEM TÍTULO DE DOUTOR VAI BOTAR PRA FEDER ENCIMA DESSES PSEUDOS COMUNISTAS E PEDETISTAS DA CAPITAL……… E WASCHINGTON SERÁ PREFEITO, COM APOIO DE LULA,DILMA,SARNEY E ROSEANA……….. NINGUEM AGUENTA MAIS ESSES INFELIZES BALAIOS…..

  2. FERNANDO disse:

    ESTE RAPAZ DO PRIMEIRO COMENTARIO É UM IDIOTA… OUTRA COISA CAIO, SER FALSO MORALISTA É UMA COISA… MAS MESMO ASSIM ELE TEM O DEVER DE DENUNCIAR AS BARBARIDADES DO SENADO… UM ERRO NÃO JUSTIFICA O OUTRO… População sem informação e corruptivel + aproveitadores (pessoas que vendem voto por trocas de favores) dá nisso… o senado nacional está cheio de armações…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog