Qual é o turismo preferencial? O cultural ou o prazeroso?

Publicado em   23/fev/2012
por  Caio Hostilio

Segundo estudos, os seres humanos são fascinados por suas origens, raízes, costumes etc., com isso a busca pelo turismo cultural é mais procurado que o prazeroso.

Desde o ponto de vista da antropologia o turismo é acima de tudo um desafio. Desafio este que deriva, em primeiro lugar, do próprio cariz fugidio do objeto: como distinguir na comunidade receptora os efeitos do turismo daqueles outros deflagrados por fatores mais gerais, provenientes dos meios de comunicação de massa ou do processo de globalização/mundialização.

Em termos sociológicos, o que implica, afinal, ser um turista?

Aqui se está a falar de uma atividade cujas conseqüências podem até mesmo se antecipar aos fatos, e cujos principais apelos comerciais são baseados em atributos intangíveis: a experiência, a fantasia, o “espírito do lugar”, a “magia”, a imagem, o bronzeado, a recordação.

E, a despeito da sua própria volatilidade, trata-se de um negócio que representa “a maior indústria do mundo e o principal deslocamento humano em tempos de paz na história da humanidade”. Quanto às suas conseqüências, estas podem ser mesuradas, por exemplo, na recomendação aos passeios pela religiosidade, costumes, arte, música etc.

Desse modo, o turismo só pode ser entendido se pensado enquanto um sistema não-linear, multifoliado, complexo, excêntrico e inconstante, uma vez que sua evolução e ramificação se tornaram imprevisíveis, apresentando vários centros simultaneamente autônomos e interdependentes e pelos quais cresce, transborda e se reproduz.

No bojo dessa complexidade emerge o desafio, que é, considerando o turismo como um “consumidor de culturas” e o turista como depositário de uma pauta cultural itinerante compreender nos planos.

Portanto, que os maranhenses saibam tirar o máximo de proveito do desfile da Beija Flor, haja vista que São Luís ficou na mídia nacional e internacional por diversos dias… Agora, a segunda parte só dependerá do governo, dos empresários do turismo e daqueles que estão à frente dos órgãos federais representantes do Turismo Brasileiro.

NOTA – Governo agradece empenho da Beija-Flor

Diante do belo espetáculo apresentado pela Beija-Flor na Marquês de Sapucaí, o Governo do Maranhão só tem a agradecer o carinho, o empenho e o comprometimento da escola com o estado. O maranhense, com suas histórias, lendas e cultura únicas foi muito bem representado no enredo “São Luís – O Poema encantado do Maranhão”. A agremiação também alcançou a expectativa de projeção do estado, por meio da exibição do desfile para 115 países e por inserções na internet e outros meios. Que a Beija-Flor continue a realizar projetos tão empolgantes e espetaculares. O desfile de 2012, com certeza, ficará marcado na memória dos maranhenses que são apaixonados por sua terra.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog