Marco Prisco: Um marginal a serviço da baderna no país e dos politiqueiros… O Maranhão não está livre!!!

Publicado em   09/fev/2012
por  Caio Hostilio

Esse mau elemento já era para estar preso num presídio de segurança máxima, visto que se trata de um terrorista, capaz das piores atrocidades contra a ordem no país.  

Em conversas gravadas entre pessoas ligadas aos PMs grevistas na Bahia e interlocutores do Rio que há articulações entre os militares baianos e colegas de outros estados para que a greve se alastre pelo país. Os trechos das conversas também mostram que o chefe do movimento em Salvador, Marco Prisco, combina uma suposta ação de vandalismo durante a paralisação. 

No primeiro trecho, Prisco manda que um de seus comandados envie “toda a tropa” para Salvador. Como resposta, ouve, do outro lado da linha:

“Eu vou queimar uma viatura. Eu vou queimar duas carretas agora na Rio/Bahia”.

Prisco responde: “Fecha a BR aí, meu irmão”.

Em outra gravação, a articulação entre os militares baianos e seus colegas fluminenses, o cabo bombeiro do Rio de Janeiro Benevenuto Daciolo, um dos líderes do movimento grevista da corporação no ano passado. Ele fala ao telefone com uma pessoa não identificada a respeito de uma possível votação da PEC 300, emenda constitucional que unifica o piso salarial de bombeiros e policiais em todo o Brasil.

Daciolo conversa com um homem a quem ele classifica de “importantíssimo” a respeito de uma possível votação da PEC 300, a emenda constitucional que garantiria um piso salarial único para bombeiros e policiais de todo o Brasil. Na conversa, fica claro que o objetivo de estender a greve de policiais baianos ao Rio de Janeiro, São Paulo e outros estados com o objetivo de prejudicar o Carnaval.

“Eu estou com uma assembleia Geral hoje no Rio de Janeiro, com a abertura de uma greve geral no Rio também, com probabilidade de não ter carnaval nem na Bahia nem no Rio esse ano. E São Paulo acho que está para dar uma resposta agora e os outros estados também”, diz Daciolo ao telefone.

Em outra conversa, Daciolo, que estaria em Salvador, ouve uma mulher não identificada pedir ao militar que incentive os baianos a não fecharem um acordo com o governo antes da decisão a respeito da greve no Rio, já que, segundo a interlocutora, o fim da greve na Bahia prejudicaria a possível paralisação dos policiais fluminenses.

Está na hora da presidenta Dilma falar a nação sobre as reais justificativas dessas greves das PMs e Bombeiros Militares nos Estados e quem estão por trás desses bandidos de farda!!!

Para piorar ainda mais… Salvador, não!!! O Ministère des Affaires Etrangères da França, o Itamaraty de lá,  entrou na onda dos Estados Unidos e está desaconselhando os franceses a visitarem Salvador ( BA).

  Publicado em: Governo

2 Responses to Marco Prisco: Um marginal a serviço da baderna no país e dos politiqueiros… O Maranhão não está livre!!!

  1. antonio souza disse:

    meus amigos., eu concordo com qualquer pessoa, que disita de ir a salvador nesse peiodo crítico que estar vivendo esta maravilhosa cidade de lazer., eu mesmo não vou, pois estaria correndo riscos dimais,infelizmente os amigos de salvador não podem pagar pelos erros de bandidos que aterrorizam a cidade., espero que seja tomada logo uma prividencia e que tudo volte ao nomal,

    • Caio Hostilio disse:

      Para acabar com tudo aquilo é preciso ir ao “x” da questão, acabar com a politicagem no país…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog