São Luís Agradeceu, mas Castelo não agradece!!! UPAs garantem atendimento de qualidade à população

Publicado em   01/jan/2012
por  Caio Hostilio

A inauguração das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no Maranhão abriu um novo cenário na área da saúde pública no estado e está possibilitando aos maranhenses um acolhimento mais rápido, eficaz e com qualidade. Este ano, foram entregues na ilha de São Luís as UPAs do Parque Vitória, Vinhais, Cidade Operária, Araçagi e outras duas nos municípios de Coroatá e Imperatriz. Incluindo a do Itaqui-Bacanga, em funcionamento desde 2010, até agora um total de 226 mil pessoas foram atendidas em 2011 nas novas unidades construídas pelo Programa Saúde é Vida.

A UPA é um serviço de pronto-atendimento que funciona 24 horas por dia, inclusive nos fins de semana. A unidade está equipada para atender desde pequenas e médias emergências a pacientes graves, até que sejam removidos para um hospital. A primeira UPA do estado foi inaugurada no bairro do Itaqui Bacanga e realizou em 2011 mais de 130 mil atendimentos nas áreas de clínica médica e pediatria.

“O governo está oferecendo aos maranhenses um serviço de alta qualidade, com equipamentos moderníssimos, estrutura física completamente nova e adequada, profissionais competentes e compromissados. A satisfação da população comprova que estamos no caminho certo”, avalia o secretário da Saúde, Ricardo Murad.

Dotada de modernos equipamentos, as UPAs são estruturas de complexidade intermediária entre as unidades básicas de saúde e as portas de urgência hospitalares, com acolhimento e classificação de risco, em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências. Nas UPAs os pacientes são estabilizados e, dependendo da situação, são encaminhados para casa, para o Centro de Medicina Especializada (Cemesp) ou para um dos hospitais de referência até a completa resolução dos seus problemas.

Elas estão preparadas para receber casos de pressão alta, febre, cortes e queimaduras, além de realizar o primeiro atendimento dos pacientes acometidos por enfarte ou AVE (Acidente Vascular Encefálico).  Ao todo, são 10 unidades de saúde nesta categoria, em todo o Maranhão. Serão entregues este ano as UPAs de Codó, Timon e São João dos Patos.

Ricardo Murad explicou que as UPAs comporão uma rede de atuação em atendimento de urgência e emergência, que trabalhará em conjunto com os 72 hospitais integrantes do programa Saúde é Vida, para tornar o acesso aos serviços de saúde cada vez mais rápido e eficaz. “O governo está montando uma estrutura única e interligada, com profissionais habilitados e unidades construídas nos melhores padrões da medicina, para que o cidadão tenha a certeza de que, ao chegar a uma das unidades do Estado, será atendido e terá seu problema resolvido”, enfatizou.

UPA Cidade Operária

Com investimentos de R$ 5 milhões exclusivamente do governo estadual, A UPA da Cidade Operária conta com um moderno centro de urgência e emergência 24 horas, uma vez que tem o atendimento complementado pelo Centro de Especialidades Médicas (CEM), que funciona no mesmo local.

Desde a sua inauguração, no início de setembro de 2011, foram contabilizados 26 mil atendimentos ambulatoriais e 11 mil na área de pediatria. A dona-de-casa Irenilce Abreu da Costa, moradora do Bairro J. Lima,em São Joséde Ribamar, ficou acompanhando o filho Paulo Victor da Costa Moraes, de 7 anos. A criança chegou à unidade com alergia e apresentando um quadro febril. “É a primeira vez que venho aqui. Fui prontamente atendida e meu filho medicado”, afirmou.    

A diretora da UPA da Cidade Operária, Kátia Lobão, disse que a maioria dos pacientes que chega à unidade apresenta quadro febril, AVC e doenças respiratórias. A média diária na UPA é de 400 atendimentos.

No Centro de Especialidades Médicas são oferecidas consultas ambulatoriais nas áreas de neurologia, otorrinolaringologia, gastroenterologia, pediatria, geriatria, endocrinologia, pneumologia, proctologia, cardiologia, ginecologia, ortopedia e odontologia.

Atendimentos

Nos últimos quatro meses, a UPA do Vinhais registrou mais de 15 mil atendimentos. O paciente José Arimatéia Barbosa, que reside no Bairro Vinhais Velho, ficou impressionado com a qualidade dos serviços e da limpeza da unidade. “Nunca tinha visto um hospital assim. As pessoas tratam a gente com respeito e o piso está sempre limpo, inclusive os banheiros”, disse ele.

Já as UPAs do Parque Vitória e Araçagi, que foram entregues respectivamente nos meses de agosto e dezembro, já totalizam mais de 30 mil acolhimentos. No Parque Vitória foram feitos 25.627 e no Araçagi 4.526 atendimentos.    

No interior, a UPA de Coroatá já contabilizou mais de 12 mil acolhimentos nas áreas de clínica médica, pediatria e assistência social. Em Imperatriz, na última UPA inaugurada no Maranhão, o diretor Adhemar Freitas informou que já foram realizados mais de 2.300 atendimentos.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog