Qual é a intenção de fato de João Alberto deixar o Senado para compor o governo Roseana?

Publicado em   01/set/2011
por  Caio Hostilio

Antes de tudo, vale lembrar que no jogo político não existe o Fair Play, com isso o maior perdedor pode ser você…

O senador João Alberto tem uma das características mais marcante para um político, que é a humildade. Ele foi deputado estadual, prefeito, deputado federal, vice-governador, governador e senador… Mas não mede esforços para assumir qualquer posição em seu grupo. Seus conhecidos dizem que ele sempre fala que não existem cargos de alto nível e de baixo nível, pois quem faz o cargo é aquele que está exercendo.

Muitos acham que a vinda de João Alberto para o governo está relacionada a exigência de Clóvis Fecury querer assumir o Senado, também que ele deva querer uma vaga que compense deixar o Senado, como as pastas da saúde, educação, casa civil ou segurança pública. Nenhuma das hipóteses condiz com a realidade.

Na verdade, João Alberto vai assumir o lugar de Jura Filho, na Secretaria Projetos Especiais, que por sua vez assumirá definitivamente a Secretária de Turismo, deixando a Secretaria da Juventude para o ex-deputado Alberto Franco, enquanto que o deputado Roberto Costa continuará na Assembléia Legislativa. A única exigência de João Alberto é que ele fique ao lado da governadora Roseana Sarney.

Aí é que entra a jogada política. O senador João Alberto tem ligações fortes e é adepto da candidatura de Edison Lobão ao governo do Estado. Ele com sua capacidade de articulação dentro do PMDB e com as lideranças pode conduzir esse trabalho para Lobão.

A governadora Roseana Sarney, como boa jogadora, sabe que o Chefe da Casa Civil, Luiz Fernando é um nome de peso para disputar a sua sucessão e até já fez referencias ao seu nome para sucedê-la, porém não moverá uma peça sequer para que continue o grupo com dois nomes de peso para as eleições de 2014. Por outro lado, ainda traz para si o DEM em definitivo, pois com o surgimento do PSD, o partido se definhou e levando um senador para a bancada do DEM no Senado, joga por terra qualquer intenção de perder a legenda aqui no Maranhão.

Vale ressaltar que o jogo de xadrez exige inteligência e o mesmo ocorre na política, onde os menos inteligentes não se destacam e por isso não passam de meros figurantes. E como temos figurantes no jogo político!

No jogo de xadrez as jogadas têm que ser feitas dentro do tempo estabelecido. Na política, também existe um “timing” e quem não o conhece ou não o respeita, ganha o estigma de perdedor. Um exemplo claro: Tancredo Neves não era um grande orador, mas tinha um “timing” político perfeito e em consequência disso foi quase tudo o que quis ser na política, o mesmo ocorre com João Alberto e Lobão.

No jogo de xadrez existe uma previsibilidade de jogadas e o bom jogador prevê a jogada do seu oponente e as próprias jogadas com algumas rodadas de antecedência. Na política, também tem que existir essa previsibilidade e isso faz a diferença entre o bom e o mau político. No xadrez, os objetivos são avançar as pedras, conquistar espaços no tabuleiro, capturar o rei e dessa forma, vencer o jogo. Na política, os objetivos são avançar seus objetivos.

 Até a jogada final…

  Publicado em: Governo

4 Responses to Qual é a intenção de fato de João Alberto deixar o Senado para compor o governo Roseana?

  1. Jose Moura disse:

    Perfeita a sua abordagem. Parabéns.

  2. I simply want to say I am just very new to blogs and definitely loved you’re web-site. More than likely I’m going to bookmark your website . You certainly come with impressive well written articles. Many thanks for sharing with us your blog site.

  3. I simply want to mention I am just newbie to blogs and truly savored this web site. Very likely I’m going to bookmark your website . You certainly have good posts. Appreciate it for revealing your web-site.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog