“The Economist”: Revista britânica acha que pode ser a juíza do Brasil

As tendências (e os interesses) por trás da revista ‘The Economist’… Só muito otário para acreditar nas patacoadas ditas por quem sempre usou e abusou daqueles de pouca inteligência!!! Só para clarear um pouquinho a falta de inteligência dos que se deixam levar por esses “falsos desbravadores dos mares”, seria providencial saber quem forçou o Brasil, a Argentina e o Uruguai a massacrar o Paraguai. Ah!!! E por quais motivos, além de buscar quem foram os soldados “forçados” brasileiros e o que sobrou da população paraguaia… Caramba!!! Essa revista já foi tantas vezes reverenciada aqui no Maranhão!!!

JB

Assim como a agência americana Moody’s, que na quarta-feira (24/02) rebaixou a nota da Petrobras de Baa3 para Ba2, fazendo a empresa ter um grau especulativo, a revista britânica The Economist também concedeu a si mesma o papel de juíza do Brasil. Segundo ela, o país vive seu pior momento econômico desde o início dos anos 90. Com o título “O atoleiro do Brasil”, a capa mostra uma passista de escola de samba presa em um pântano verde.

Não é a primeira vez que a Economist  dá seus palpites. A mesma publicação havia recomendado em seu editorial do dia 18 de outubro de 2014, o voto em Aécio Neves (PSDB) quando faltavam menos de dez dias para as eleições presidenciais. Nessa edição, a capa trazia a ilustração de uma mulher estilizada como Carmen Miranda, mas com ar de tédio e desconfiança e com frutas apodrecidas sobre a cabeça. Com o título “Por que o Brasil precisa de mudança?” (“Why Brazil needs change?”), o texto faz um balanço pessimista dos quatro anos de governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

"O atoleiro do Brasil" na nova edição da Economist (reprodução)

“O atoleiro do Brasil” na nova edição da Economist (reprodução)

O mesmo havia acontecido em outubro de 2010, quando também faltavam dias para a votação do segundo turno. A Economist sugeriu o voto em José Serra (PSDB) defendendo a alternância de poder e a austeridade: “É difícil imaginar Dilma e o PT colocando um ponto final nos gastos públicos”, argumentava o artigo.

Voltando ainda mais no tempo, a revista britânica publicou em novembro de 2009 uma edição com uma capa que ficou famosa. Nela, o Cristo Redentor aparece levantando vôo como um foguete.  Mas o tom era de puro otimismo na matéria intitulada “O Brasil decola” (“Brazil takes off”).

Na época, o mundo ainda estava atolado na crise financeira internacional e o Rio havia sido escolhido sede das Olimpíadas de 2016 apenas um mês antes. Os capitais de investidores ávidos por lucros rápidos fluíam para os países emergentes. A Economist deu destaque ao Brasil entre os Brics e mostrou suas vantagens. “Ao contrário da China, é uma democracia, ao contrário da Índia, não possui insurgentes, conflitos étnicos, religiosos ou vizinhos hostis. Ao contrário da Rússia, exporta mais que petróleo e armas e trata investidores estrangeiros com respeito”.

Quatro anos depois, em setembro de 2013, o Cristo Redentor voltava à capa, mas em queda livre. Falando do Brasil, a matéria carregava no tom alarmista: “Uma economia estagnada, um Estado inchado e protestos em massa significam que Dilma Rousseff deve mudar o rumo”

Em 2009 e 2013, duas capas bem opostas (Reprodução)

Em 2009 e 2013, duas capas bem opostas (Reprodução)

O Jornal do Brasil já se pronunciou claramente contra a arbitrariedade das agências de classificação de risco, que se apresentam como isentas e imunes a pressões políticas e econômicas.

Agora, diante de capas caricatas e desrespeitosas de “renomadas” revistas, é sempre bom lembrar a famosa frase do escritor inglês William Shakespeare, esse sim uma autoridade em seu ofício: “A desconfiança é o farol que guia o prudente”.

A pergunta a se fazer é: Quais são os maiores interessados que estão por trás dessas “avaliações” negativas? Serão banqueiros apátridas que torcem pelo “quanto pior, melhor”? Quem estará ajudando a Economist a desqualificar o Brasil?

tags: Governo | Deixar um comentário

Veja o que regou o sentimento desgraçado do juiz!!! Justiça devolve piano e carro de Eike Batista

Acometido pelos piores dos sete pecados capitais, veja o resultado do maléfico gesto de cobiça, ganância e inveja, do juiz Flávio Roberto de Souza sobre os bens patrimoniais de do empresário EiKe Batista…

JB

15056209A Justiça Federal devolveu ao empresário Eike Batista um piano e um carro Range Rover apreendidos pela Polícia Federal no início de fevereiro e que estavam no condomínio onde mora o juiz titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, Flávio Roberto de Souza.

O carro, que estava estacionado na garagem do edifício do juiz, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, teve a guarda devolvida ao filho de Eike, Thor Batista. Já o piano, que estava na casa de um vizinho de Souza no mesmo condomínio, voltou para a casa do empresário.  No entanto, o piano chegou com parte da tampa danificada.

A decisão de devolver os bens ao empresário foi do juiz substituto da 3ª Vara Federal, Vítor Barbosa Valpuesta.

Encarregado de dois processos que Eike responde na Justiça, o juiz Flávio Roberto de Souza foi flagrado no último dia 24 ao volante do Porsche Cayenne turbo placa DBB 0002 que pertencia ao empresário. Após uma intensa polêmica sobre o uso dos bens apreendidos, a corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, determinou na última quinta-feira, 26, que Souza deixasse os processos ligados ao empresário por considerar um risco o “juiz manter em sua posse patrimônio particular”. No dia seguinte, Souza encaminhou à Corregedoria Nacional um pedido de licença médica para se afastar do cargo por 15 dias. O juiz substituto Vitor Valpuesta assumiu em seu lugar as atividades da 3ª Vara Criminal.

tags: Governo | 1 comentário

Notícias

Prefeitura divulga relação de classificados em processo seletivo simplificado

9235A Prefeitura de São José de Ribamar, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS), divulgou, nesta última quinta-feira (26), relação contendo os nomes dos candidatos classificados para a etapa de entrevistas do processo seletivo simplificado para contratação temporária de profissionais para os cargos de orientador social, atendente do cadastro único, assistente social, psicólogo, pedagogo, cuidador social, auxiliar de cuidador social e administrador. O cronograma das entrevistas está dividido por cargos e por ordem alfabética. A relação com os nomes dos classificados pode ser conferida no seguinte link http://goo.gl/iXGDWd As entrevista serão realizadas a partir desta segunda-feira (02), até o próximo dia 10, no prédio da SEMAS, localizado no bairro Moropóia, na sede do município, no horário das 8h30 às 15h. A divulgação do resultado será feita no dia 20 de março. Recursos estarão sendo recebidos no dia 25 de março. A homologação ocorrerá no dia 30 de março. E a convocação para assinatura de contratos será feita no dia 06 de abril. Estão sendo oferecidas 50 vagas com salários variando entre R$ 900,00 a R$ 1.800,00 Os profissionais selecionados trabalharão nas equipes de referência dos programas, projetos e serviços sócio assistenciais do município, todos ligados à Secretaria.

Zé Inácio realiza Seminário para construção do seu mandato

DSC_2981O Deputado Zé Inácio (PT) realizou nesta sexta-feira (27), o I Seminário “Brasil Atual e os Desafios do Mandato Popular”, que tem como objetivo definir as ações prioritárias para o planejamento do mandato parlamentar, a partir das propostas de campanha, diretrizes do mandato e princípios do mandato popular petista. O Seminário contou com a presença do Senador pernambucano Humberto Costa, líder do partido no Senado, que veio contribuir com as suas experiências como gestor público e parlamentar. O parlamentar destaca a importância da participação popular em seu mandato como deputado estadual. “Está neste momento ouvindo os seguimentos para discutir o nosso mandato é de uma grande satisfação. Porque durante todo o meu trabalho como gestor público, político e agora como parlamentar esses seguimentos contribuíram bastante”, disse Zé Inácio. Durante o Seminário foram discutidosem grupos algumas áreas de atuação do mandato do deputado Zé Inácio, entre elas, agricultura familiar, reforma agrária e meio ambiente; desenvolvimento territorial, economia solidária e segurança alimentar; igualdade de gênero; política para juventude; promoção da igualdade racial; direitos humanos e diversidade; educação e cultura.Quem também deu a sua contribuição para o Seminário “Brasil Atual e os Desafios do Mandato Popular”foi a ex-vereadora e ex-deputada estadual Helena Barros Heluy (PT), que falou sobre a sua atuação política. Participaram também do Seminário o presidente do PT Maranhão, Raimundo Monteiro, a representante da executiva nacional Berenice Silva, as prefeitas de Itinga, Vete Botelho e de Urbano Santos, Iracema Vale e o prefeito de Alcântara, Domingos Arakem. Alémde Graça Amorim representante daFederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar(Fetraf/Ma), que ressaltou a importância da contribuição do homem do campo no processo de desenvolvimento do Brasil no atual cenário político. O Senador Humberto Costa, falou da importância da iniciativa do deputado Zé Inácio. “Iniciar seu mandato com essas prerrogativas, com a colaboração popular é uma estratégia fundamental para que dê certo. Zé Inácio já está fazendo a diferença com essa iniciativa e por tanto fará um bom mandato”, declarou o Senador. Estiveram presente, 146 representantes de entidades e movimentos sociais de 47 municípios maranhenses, além de militantes do PT e sociedade civil organizada. Ainda na parte da tarde o Seminário, foram realizadas atividades em grupos com o objetivo de criarpropostas prioritárias para implementá-las durante o mandato legislativo.

CNB-MA inicia Seminário Estadual

A corrente petista Construindo um Novo Brasil do PT maranhense inicia nesta sexta-feira (27) o seu Seminário Estadual que irá analisar diversas pautas partidárias, entre elas: a conjuntura do Brasil e o papel do PT na condução dos Governos Lula e Dilma; os desafios do PT como partido de esquerda; proposição de ações da CNB-MA, com vistas ao fortalecimento da sua organização no Estado e reafirmação dos compromissos da CNB para a construção partidária. O Seminário será realizado até sábado (28), no Hotel Holiday Inn tem como convidados da noite de abertura Wilmar Lacerda, suplente de senador e liderança nacional do PT/CNB; Nilvado Araújo, secretário-geral da CUT-MA e Francisco Valderio, Mestre e professor de Filosofia da UEMA. O evento terá participação dos presidentes de Diretórios Municipais, prefeitos (as), vice-prefeitos (as), membros do Diretório Estadual e Executiva, além de, lideranças da CNB-MA.

tags: Governo | Deixar um comentário

O que levou a mudar o discurso? Teria sido as reviravoltas do Planalto Central?

Que os políticos maranhenses cresçam politicamente, ou seja, que as disputas internas fiquem aqui, mas que todos se juntem e lutem por esse Estado lá Fora… Não esqueçam que a Premium I é uma conquista de todos os maranhenses e que todos devem lutar por ela!!!

Foto de Francisco Campos  Reuniao com a bancada (2)O governador Flávio Dino recebeu amistosamente, ontem (27), no Palácio dos Leões, a bancada federal do estado com um discurso mais ameno, pois já fala em unir esforços em prol do povo maranhense, isso independente de cores partidárias, visando os resultados mais relevantes em prol da coletividade maranhense.

Espera-se que os 18 deputados federais pensem assim e lutem em conjunto por esse Estado!!! Pois não foi isso que todos nós vimos nesses últimos anos, haja vista que metade era eleita apenas para detratar o estado, não lutar em nada que fosse favorável ao estado, não brigar por aumento de recursos para o estado, além de subir à tribuna para xingar o ex-presidente Sarney… Será que valeu a pena o contribuinte gastar R$ 200 mil por mês com um deputado aprontar só isso?

De repente o governador Flávio Dino passou a ouvir contribuições, sugestões e ideias dos membros da bancada maranhense e falou pela primeira vez sobre os investimentos com os recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que a ex-gestão deixou em caixa.

Falou, ainda, do aumento do repasse do SUS, porém esqueceu de dizer que isso se deu ao trabalho efetuado pelo programa “Saúde e Vida” do governo Roseana Sarney, que foi elogiado por diversas vezes pelo ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Para o deputado federal Aluísio Mendes, é importantíssimo todos nós unidos trabalharmos para o desenvolvimento do estado. “Saí muito satisfeito da reunião com o governador Flávio Dino e reafirmo que todos os projetos para melhorar a qualidade de vida dos maranhenses, especialmente na área de segurança, terão o meu apoio”, afirmou o parlamentar.

O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) ressaltou que os parlamentares precisam ficar unidos independente do partido ao qual pertencem. “Ficamos muito satisfeitos. Primeiro pela união. Segundo pelo entendimento de que acabou campanha, acabou política. Todos os partidos estão somados e unidos em prol da luta pelo estado e o que estamos mais ainda satisfeitos é porque sabemos que temos um comandante nessa luta”, disse.

Em minha humilde opinião, um bom gestor é aquele que sabe reconhecer o que vinha dando certo e prossegue humildade investindo nos pontos falhos deixados e busca corrigir o que vinha dando errado sem fazer muito alarde até que seus projetos dêem resultados!!!

Gerir não é para todos!!! Assim já dizia Ford…

tags: Governo | 3 comentários

Compartilho do mesmo pensamento!!!

yyy5

tags: Governo | Deixar um comentário

CPI da Petrobras: Eliziane Gama aprova esse requerimento!!! relator quer convocar delator Pedro Barusco

A intenção é rebuscar as falcatruas na Petrobras desde à época do desgoverno de FHC, que chegaram a afundar a P-36 somente para vender a companhia!!! Ex-dirigente da estatal, Barusco disse à Polícia Federal que o esquema de corrupção teria começado no governo FHC. Deputado do PSDB afirma não se opor à ampliação das investigações desde que haja provas. Primeira reunião da CPI é marcada por polêmica sobre doações de campanha.

eliziane gamaO relator da CPI da Petrobras, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), defende a convocação do ex-gerente executivo de Engenharia da empresa Pedro Barusco. Barusco é um dos delatores da Operação Lava Jato e disse à Polícia Federal que o esquema de corrupção na estatal teria começado em 1997. A CPI foi instalada nesta quinta-feira (26) com a finalidade de investigar irregularidades cometidas apenas a partir de 2005.

“Barusco, que conseguiu delação premiada, afirmou que muito antes do governo Lula já ocorriam esses delitos. Como está no foco da investigação, seria de bom tamanho que ele [Barusco] pudesse explicar como se deu isso”, afirmou o Luiz Sérgio.

Mas, para que o delator seja interrogado, os membros da comissão têm antes de aprovar requerimento nesse sentido. Os requerimentos só poderão ser apresentados à CPI a partir da próxima segunda-feira (2). E a primeira reunião para votar esses pedidos vai ocorrer na quinta-feira da semana que vem (5). Nesse dia, o relator vai apresentar seu plano de trabalho, ou seja, informar como pretende conduzir as investigações.

A possível convocação de Barusco tem o apoio do deputado Afonso Florence (PT-BA). “Se há um réu confesso que diz que começou a prática de corrupção nos anos 90, vamos apurar essa informação. Se confirmada, a retroatividade será condição fundamental para que a investigação seja feita.”

O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) não quis antecipar os requerimentos que serão apresentados pela oposição e declarou que não se opõe a ampliar o período de investigação, desde que haja provas de que havia um esquema de corrupção durante o mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso parecido com o que o Ministério Público investiga atualmente, referente ao período de mandato dos presidentes Lula e Dilma.

“Na medida em que haja a comprovação de que houve uma quadrilha organizada nos moldes do que houve no governo do PT, tem que retroagir”, comentou.

cpi

tags: Governo | 1 comentário

E do resto, quem vai cobrar? MP cobra da Secretaria Municipal de Saúde entrega de cadeiras de rodas

Afinal, quem vai cobrar as mentiras alardeadas por anos de que os Socorrões I e II recebem pacientes vindos do interior e que a Prefeitura de São Luís não recebe nada, nadica de nada, do SUS por esses serviços? Por que o MPMA nunca exigiu da Prefeitura de São que mostrasse para os ludovicenses os valores acrescidos desses serviços de urgência e emergência oferecidos aos pacientes vindos dos municípios que só oferecem “saúde básica”, “Baixa Complexidade” e “Média Complexidade” em seus recursos recebidos em três parcelas por mês do Ministério da Saúde? Por que o MPMA nunca exigiu que os Socorrões I e II oferecessem de fato condições dignas, de acordo com as exigências da OMS, requer unidades de saúde Urgência e Emergência? Por que o MPMA nunca exigiu que as unidades médicas do município tivessem uma comissão de controle de infecção hospitalar? Por que não exigiu o oferecimento de uma saúde de qualidade e digna, principalmente com um serviço ambulatorial de qualidade? …

20150225_121054Em razão da falta de cadeiras de rodas na Secretaria Municipal de Saúde, a 1ª Promotoria de justiça de Defesa da Pessoa com Deficiência  realizou reunião, na última quarta-feira, 25, com a secretária de Saúde, Helena Maria Duailibe Ferreira, e com representantes de diversos outros órgãos, para cobrar a entrega do equipamento.

O promotor de justiça Ronald Pereira dos Santos cobrou também o envio da relação dos medicamentos de uso contínuo que o município está apto a entregar pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O representante do Ministério Público do Maranhão afirmou que recebeu várias reclamações de pessoas com deficiência que necessitam de cadeiras de rodas, mas não conseguiram obter o equipamento por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Em razão disso, o MPMA instaurou procedimentos para investigar o caso e enviou cinco ofícios ao órgão. No entanto, nenhuma resposta foi dada.

Na reunião, Helena Duailibe afirmou que as cadeiras de rodas não foram entregues devido à existência de débito de R$ 580 mil da gestão anterior. Ela garantiu que até o dia 15 de março as cadeiras de rodas serão entregues na Secretaria Municipal de Saúde.

O promotor justiça alertou que a continuidade do problema ocasionará em acionamento judicial.

Também estiveram presentes na reunião o defensor público Benito Pereira da Silva Filho e representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular e da Sociedade Comercial Centro Norte.

Um exemplo da inércia: O Posto de Saúde do João Paulo:

cid2702151023993283

tags: Governo | 5 comentários

Ufa!!! Só agora? MPMA constata precariedade em escola municipal no Coroadinho

DSC_0217O promotor de justiça de Defesa da Educação de São Luís, Paulo Silvestre Avelar Silva, realizou, na manhã desta quinta-feira (26), inspeção na Unidade de Educação Básica (UEB) Prof. Rubem Almeida. A equipe técnica da Vigilância Sanitária de São Luís verificou todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias. Também está sendo avaliado o cumprimento da carga horária de aulas e o número de professores.

DSC_0176Na avaliação do Ministério Público, o prédio está bastante deteriorado e o ambiente insalubre prejudica o aprendizado dos alunos. “As instalações da escola estão em péssimo estado de conservação”, observou o promotor de justiça.

DSC_0155Os técnicos da Vigilância Sanitária detectaram problemas na estrutura do prédio, a exemplo de rachaduras profundas nas paredes e desgastes nas colunas de sustentação do telhado. As instalações elétricas estão expostas, ventiladores deteriorados, banheiros quebrados e sem descarga sanitária. Além disso, o bebedouro está enferrujado e o encanamento apresenta mofo.

DSC_0179O representante do MPMA informou que vai aguardar o laudo da Vigilância Sanitária de São Luís para tomar as medidas administrativas e judiciais cabíveis. “A escola deve ser um espaço de estímulo ao conhecimento. Não foi isso que encontramos aqui. Esperamos que o Município de São Luís resolva a situação”, avaliou Paulo Avelar.

tags: Governo | 3 comentários

Senhor governador Flávio Dino, V. Exª tem certeza que sua Secretaria da Transparência é funcional?

18nov2014---o-governador-eleito-do-maranhao-flavio-dino-pc-do-b-e-entrevistado-no-programa-roda-viva-da-tv-cultura-encerrado-na-madrugada-desta-terca-feira-18-dino-comentou-que-o-senador-jose-1416279489353Vossa Excelência tem acompanhado as edições do Diário Oficial do Estado, principalmente as do Executivo? Não vou entrar aqui ainda nas edições de “Terceiros”…

Caso V. Exª solicitasse a um pequeno grupo de especialistas em gestão pública que desse uma olhadinha de leve nessas publicações e depois lhe passe o que viram…

Vou lhe fazer um questionamento, pois V. Exª é um ex-magistrado. Um cidadão nomeado como Assessor Sênior pode ser designado para ser condutor (motorista) dos veículos de uma Secretaria, isso sem que tenha passado ao menos por um teste de direção e de código de trânsito, além de não comprovar a classificação de sua habilitação?

Não seria isso um desvio de função, senhor governador?

Acredito que a sua auxiliar teria designado o referido servido para exercer a chefia de transporte da Secretaria.

Diante disso, atrevo-me a sugerir que a mesma ratifique a referida Portaria, caso contrário, isso fica caracterizado como desvio de função.

Eis o motivo pelo qual postei aqui “Uma coisa antiga que o velho e novo não aprendem: manutenção preventiva!!!”, ontem (26), onde disse entre outras coisas: É notório no Brasil, tanto no seguimento privado quanto público, que seus executivos odeiam investir em dois pontos cruciais da atividade meio para que atividade fim tenha êxito: Administração de Pessoas e Organizações & Métodos.

erro

tags: Governo | 2 comentários

Êpa, o que vem ocorrendo com o MP? Luis Fernando fala a verdade sobre ação da promotoria de Ribamar

Lembro-me da época em que processos mirabolantes referentes ao Convento das Mercês eram liberados para os repórteres do jornalão Folha de São Paulo bisbilhotar de capa a capa, porém não deixavam que jornalistas daqui olhassem sequer a primeira página!!! De repente surgem ações esquisitas…

Luis Fernando 1O ex-prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, reuniu a imprensa na tarde desta quinta-feira, dia 26, para informar à população sobre a Ação de Improbidade Administrativa ajuizada contra ele e ex-auxiliares pela promotora de Justiça, Elisabeth Mendonça, da Comarca de São José de Ribamar.

Luis Fernando revelou que a Ação se baseia numa Representação do seu tradicional adversário político, o ex-prefeito Júlio Matos.

“Desde 2004, Julinho, inconformado com suas derrotas e com a péssima avaliação da sua desastrosa administração na prefeitura de Ribamar, já ingressou com mais de seis ações judiciais contra mim, mas em todas elas foi derrotado”, disse.

Segundo Luis Fernando, desta vez, Julinho se valeu de um relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), emitido em 2011 no qual, como de praxe, o TCE concede prazo para apresentação de justificativas dos gestores auditados.

“Ocorre que ele (Julinho) esqueceu, ou propositalmente, deixou de levar em conta as respostas e justificativas já apresentadas por mim e pelo meu ex-secretário de obras ao Tribunal, que ainda nem concluiu o julgamento. Ora, se ele teve acesso ao relatório, não sei em quais circunstancias, deve ter tido também acesso às justificativas apresentadas mas não as incluiu na Representação justamente para criar o fato político. A preocupação do  adversário já deve ser por conta do anúncio da minha pré-candidatura à prefeitura de São José de Ribamar em 2016”, arrematou.

Durante a entrevista, o ex-prefeito Luis Fernando, com serenidade e segurança de argumentos, discorreu sobre todos os pontos levantados pela promotora e comprovou, com vasta documentação, a total improcedência da Ação.

Luis Fernando fez questão de valorizar e enaltecer o papel do Ministério Público, mas lamentou o fato de não ter tido a oportunidade de comprovar perante a promotoria que todos os questionamentos que fundamentam a Ação já se encontram, há bastante tempo, devidamente justificados ao TCE. À imprensa, o ex-prefeito exibiu, ainda, certidão do TCE atestando que todas as suas Contas de Governo (2005 a 2010) já foram aprovadas pelo Tribunal.

Luis Fernando afirmou que, independentemente do direito de se defender no processo, faz questão de recorrer à imprensa para que o cidadão maranhense e, em especial, os ribamarenses, tomem conhecimento de toda a verdade sobre o assunto.

As obras questionadas na Representação (pavimentação de ruas na Vila Sarney Filho I e acesso à Praia do Meio) foram iniciadas na administração de Luis Fernando, em 2010, e somente concluídas na administração do atual prefeito, Gil Cutrim, a quem coube apresentar a prestação de contas.

Dos R$ 5 milhões do convênio, foram pagos na administração de Luis Fernando, aproximadamente R$ 1,9 milhões. Vasta documentação e relatório fotográfico comprovam a execução das obras, o que torna inexplicável o pedido da promotora de bloqueio de bens em valor superior a R$ 5,7 milhões, o que, sem dúvida, além de exorbitante e desnecessário, por terem sido as obras executadas e concluídas, trata-se de um mecanismo processual somente usado em situações de execução de sentença, segundo advogados presentes na reunião.

Por fim, Luis Fernando reafirmou sua convicção de que a Justiça mais uma vez será feita e o processo não servirá de instrumento político-eleitoreiro para o seu adversário.

tags: Governo | 2 comentários

Andrea Murad critica notícias plantadas pela imprensa governista e exige respeito do atual governador

Captura de tela 2015-02-26 as 19.12.52A deputada estadual Andrea Murad considerou como “perseguição pessoal” de Flávio Dino ao ex-secretário de saúde, Ricardo Murad, as notícias plantadas na imprensa local e nacional nos últimos meses. As inverdades, segundo a parlamentar, são constantemente divulgadas ou bem replicadas na imprensa sem qualquer aprofundamento do conteúdo.

“Dizer que o ex-deputado Ricardo Murad foi omisso na Secretaria de Saúde por conta de convênios firmados na gestão de Helena e Edmundo é demais. Toda imprensa governista, não só os blogs, sai replicando. Então eu acho que o governo está muito preocupado com Ricardo Murad. O próprio governador Flávio Dino foi para Brasília e hoje sai no jornal Pequeno a conversa dele com o Ministro da Justiça sobre o ex-secretário de saúde. Então, em vez de estar preocupado com o que vai acontecer com Ricardo Murad, ele tem que estar preocupado é em trabalhar pelo Maranhão”, disse Andrea Murad na tribuna.

Outra notícia infundada criticada pela deputada Andrea Murad, foi a nota veiculada na Carta Capital onde a revista de circulação nacional acusa o ex-secretário de saúde de destinar recursos em troca de votos. A parlamentar contestou a informação e disse na tribuna que o valor mencionado refere-se, inclusive, às emendas parlamentares dos deputados Rogério Cafeteira, líder do governo, e Graça Paz. Andrea Murad explicou ainda que o repasse para Miranda do Norte do secretário Ricardo Murad foi inferior aos dos parlamentares citados. Em um recado aos deputados governistas, Andrea Murad exigiu respeito do atual governador.

“Digo isso para os deputados que apoiam Flávio Dino, em vez de fazerem acusações que não têm fundamento e lógica, têm que rever essa postura. Ele vai ter que me respeitar, porque eu não sou igual a ele, minha campanha não foi financiada por agiota. Eu não vou aceitar esse tipo de coisa. Ele tem que ser um governador sério, decente, parar de perseguir as pessoas e procurar trabalhar”, enfatizou Andrea Murad.

 

tags: Governo | Deixar um comentário

Lula concorda com maior protagonismo do PMDB na coalizão… Ah!!! PMDB tem que ter Sarney…

JB

Bancada do PMDB no Senado teve encontro com Lula e pediu maior protagonismo nas decisões políticas do governo

Bancada do PMDB no Senado teve encontro com Lula e pediu maior protagonismo nas decisões políticas do governo

Anfitrião de café da manhã que reuniu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e líderes do PMDB, nesta quinta-feira (26), o presidente do Senado, Renan Calheiros disse que Lula concordou com um maior protagonismo de seu partido nas decisões políticas do governo e até sugeriu que o vice-presidente da República, Michel Temer, seja o interlocutor do PMDB no governo.

“O ex-presidente Lula lembrou que quando foi presidente envolvia o vice-presidente José Alencar em todas as decisões e acha que o mesmo deve ocorrer agora. É preciso que o governo envolva o vice-presidente Michel Temer em todas as decisões porque ninguém melhor que o Michel interpreta o sentimento do partido como um todo”, disse Renan Calheiros.

Uma maior participação do PMDB na definição das políticas públicas e na definição dos rumos do país é uma reivindicação do partido. Renan tem insistido nesse ponto e ressaltado que o papel da legenda é o de colaborar com o Executivo. Do contrário, a coalizão se torna “capenga”, na avaliação do senador.

“Porque coalizão capenga não é coalizão é colisão. E isso não pode continuar a acontecer”, reiterou.

“Eu acho que ele [Lula] concorda que deva haver um ajuste mais amplo. O PMDB está muito unido nessa possibilidade de termos um ajuste com começo, meio e fim, para que todos saibam que o ajuste não ficará apenas naquelas medidas contidas nas medidas provisórias, que transferem uma parte do problema para parcela mais pobre da população”, avaliou.

De acordo com Renan, Lula se mostrou otimista com a situação econômica do país e prosseguirá dialogando com setores da sociedade para garantir a retomada do crescimento.

“Ele vai conversar com a sociedade. Está fazendo isso. Reuniu o PT ontem à noite. Ele fez esta reunião com setores da bancada do PMDB e com outros partidos também. Quer continuar conversando. E eu entendo, como o país entende, que o papel dele é fundamental, é insubstituível. Dele e dos outros ex-presidentes da República também”, afirmou Renan Calheiros, que esteve acompanhado do ex-presidente José Sarney na reunião com Lula.

“Eu falei: o senhor sempre foi o garantidor dessa relação PMDB/PT dentro do seu governo. Nós somos os garantidores do governo e o senhor é o garantidor dessa relação nossa com o governo”, relatou Eunício.

Na visão do senador pelo Ceará, Lula está otimista, como sempre, e exercendo seu papel de “incentivador e um porto seguro do ponto de vista da conversa política”, mas entende que o Brasil não pode perder o patamar de crescimento que criou em relação ao mundo, inclusive no que se refere ao “quase pleno emprego”.

O líder do PMDB disse que durante o encontro não se falou das medidas provisórias que compõem o chamado pacote de ajuste fiscal.  O objetivo foi mesmo “um reordenamento político em relação à chamada coalizão”.

Participaram também do encontro com Lula os senadores Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Edison Lobão (PMDB-MA), Roberto Requião (PMDB-PR). Embora integrante do PR, esteve no café da manhã o senador Blairo Maggi (MT). Acompanhando o ex-presidente, estiveram os diretores do Instituto Lula, Paulo Okamotto e Luiz Dulci.

tags: Governo | Deixar um comentário

Divulgação da Nota de Ricardo Murad em Resposta ao MP… Aqui o questionamento é sem hipocrisia!!!

Em sua Nota, o ex-secretário Ricardo Murad afirma que o MPMA se equivoca ao incluir seu nome no tocante a improbidade administrativa quanto aos convênios firmados entre o governo do Estado e municípios, cujas assinaturas foram efetuadas nas gestões de Edmundo e Helena Duailibe.

Ora bolas!!! Se o ex-secretário está afirmando assim é porque tem conhecimento do teor dos processos de capa a capa.

Partindo desse princípio, o Ministério Público, através de sua Promotoria da Improbidade, também auditou esses processos de capa a capa e devem ter visto quais foram de fato os gestores que firmaram esses convênios.

Diante disso, a quem interessa dentro da Promotoria da Improbidade promover uma falsa denúncia contra o ex-secretário Ricardo Murad?

Esse é o questionamento a ser feito sem hipocrisia e rodeios…

nota mp

tags: Governo | 6 comentários

Semed prorroga anúncio de reajuste e proíbe a presença de jornalista em mesa de negociação

edivaldo-holanda-junior-geraldo-castro-e1401722574841-300x259Aconteceu ontem (25) a primeira rodada da mesa de negociações entre o secretário de educação Geraldo Castro e o Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Municipal de São Luís (Sindeducação) para debater a campanha salarial e a pauta de reivindicações de 2015. Neste primeiro momento, cinco itens foram debatidos, dos 26 que integram o documento.

O principal item da pauta, o reajuste salarial da categoria, ficou pendente, uma vez que o secretário pediu prazo para discutir a proposta de 22,97% com o comitê gestor financeiro do governo, em total desrespeito à data base de fevereiro.

“A proposta de reajuste da categoria foi encaminhada à Semed ainda em janeiro, para que não houvesse prejuízo de tempo na aplicação do percentual. O que a Secretaria está tentando fazer é protelar a decisão, o que só aumenta a frustração dos servidores”, declarou a presidente do Sindeducação, profª Elisabeth Castelo Branco.

Para a elaboração do Plano de Recomposição dos Vencimentos do Magistério e a Revisão dos Critérios de Avaliação e Crescimento nas Carreiras, também foi proposta a retomada de discussão em um momento posterior.

Quanto à Implantação dos Direitos Estatutários referentes às solicitações de 2014, bem como a garantia de prazo para pagamentos, a Semed informou que aguarda a previsão orçamentária da Secretaria Municipal de Administração (Semad), para então tomar posicionamento.

Quanto aos ofícios enviados pelo Sindeducação cobrando a descriminação e valores dos serviços de manutenções preventivas e corretivas realizadas nas escolas que estão relacionadas em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), a assessoria jurídica da Semed comprometeu-se mais uma vez em encaminhá-los ao sindicato. A procrastinação no envio do documento só levanta dúvidas sobre a legalidade das reformas.

Já para 1/3 Hora Atividade, a secretária adjunta de Ensino, Leônia Queiroga, se comprometeu em fornecer a relação das escolas que já possuem a implantação desse direito, e assegurou a retomada discussão do assunto.

“Desde o período da greve esperávamos esse momento de diálogo com o secretário de Educação Geraldo Castro. Infelizmente ainda não recebemos a contraproposta do governo municipal em relação a campanha salarial de 2015, mas agora temos a oportunidade de fazer a mesa de negociação se tornar permanente para discutirmos as problemáticas que tangem a rede pública municipal. Esperamos respeito e valorização para a categoria, e aguardamos que a próxima reunião seja para, definitivamente, discutirmos a nossa proposta de reajuste de 22,97%”, pontuou a presidente do sindicato.

Repúdio

Em um gesto de total arrogância e desrespeito ao trabalho dos jornalistas, o secretário Geraldo Castro impediu a presença da assessoria de imprensa do sindicato na reunião. A direção do Sindeducação repudiou esta atitude e ressaltou o direito fundamental do cidadão à informação, que abrange seu o direito de informar, de ser informado e de ter acesso à informação. Neste sentido, o sindicato considera imprescindível a participação destes profissionais em todo o processo de negociação que definirá aspectos de grande importância para a educação municipal de São Luís.

tags: Governo | 3 comentários

Uma coisa antiga que o velho e novo não aprendem: manutenção preventiva!!!

É notório no Brasil, tanto no seguimento privado quanto público, que seus executivos odeiam investir em dois pontos cruciais da atividade meio para que atividade fim tenha êxito: Administração de Pessoas e Organizações & Métodos.

São pouquíssimos os executivos brasileiros investem nessas duas áreas e passam a observar os resultados em prazos curtos.

Os custos dos serviços públicos e privados com rotinas e fluxos são altíssimos.

A falta de controle de estoque dentro da curva “ABC” e nos parâmetros do FIFO gera consumos inexistentes, gerando, com isso, compras desnecessárias.

Levantamento (inventários) dos estoques dos materiais de consumo e patrimoniais duas vezes por ano, visando (avaliações, depreciações, condições físicas para os permanentes) e (validades, condições de armazenamento, comparação do físico com financeiro para os de consumo).

A implantação das manutenções preventivas para os bens move e imóveis, recusando totalmente a manutenção corretiva que gera custos altíssimos.

O treinamento constante dos profissionais dessas áreas e suas valorizações.

Com certeza não veríamos esse policiais passarem por esse constrangimento desse vídeo, uma vez que se verifica que a viatura é nova e quiçá não estavam perdendo tempo e os bandidos já empreenderam fuga!!!

tags: Governo | 1 comentário