Vamos aos fatos reais que os politiqueiros escondem sobre a saúde pública em São Luís.

Publicado em   19/jan/2013
por  Caio Hostilio

saudeprefeituraO Estado gasta em São Luís, na rede própria da SESMA, com recursos do Tesouro do Estado, fonte 121, mais recursos em São Luís (57%) que nas unidades do estado no interior (42%), em 2012, em razão edivaldo holanda juniorde aqui concentrar-se o maior número de UTIs s e a alta complexidade, servindo de apoio, de referencia, para todo estado, nos atendimentos mais especializados. Na segunda feira, dia 21/1/13, às 9 horas, o Conselho Estadual de Saúde vai se reunir para apreciar a situação de urgência e emergência de São Luís, com isso virá à tona os custos gastos na capital.

CUSTOS COM SERVIÇOS HOSPITALARES COM RECURSOS ESTADUAIS (só do Estado).

DESCRIÇÃO                          VALOR.                        VAR (%)
ILHA DE SÃO LUIS.         365.921.348,83.                 57,60%
INTERIOR.                         269.372.360,24.                 42,40%
TOTAL.                              635.293.709,07.                100,00%

  Publicado em: Governo

11 Responses to Vamos aos fatos reais que os politiqueiros escondem sobre a saúde pública em São Luís.

  1. Pingback: Vamos aos fatos reais que os politiqueiros escondem sobre a saude publica em Sao Luis. | Governo & Política – DEAQWEB

  2. gilberto disse:

    caio, é muito simples fazer essa conta, isto é muito superficial, procure infomações mais claras e detalhe, já que voce é o sabe tudo, quais as unidades e hospitais de São Luis que estão sendo aplicado estes recursos, porque é dificilde endender esta matemática se a saúde continua doente em nosso estado.

    • Caio Hostilio disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK… Faz o seguinte, camaradinha, vai na segunda-feira, as 9 h, na reunião, onde estará o representante do governo de Holanda Junior e tire tuas dúvidas, camarada.

  3. Pedro Camara disse:

    Ninguém sabe onde foram parar os bilhões dos emprestimos pedidos por Roseana
    Uma verdadeira enxurrada de dinheiro invade os cofres do Estado do Maranhão. Temos um governo rico que já recebeu, somente em empréstimos, R$ 1,7 bilhão entre julho e dezembro de 2009, recebeu mais R$ 1,01 bilhão agora e está com as porteiras escancaradas para receber do governo federal mais R$ 2,8 bilhões antes que se encerre o mandato ou se consume o processo de cassação de Roseana Sarney. Chegará a mais de R$ 5 bilhões o progressivo, fulminante e irreversível endividamento do Estado.

    • Caio Hostilio disse:

      Hei cadê os emprestimos pedidos por Zé Reinaldo, principalmente um que ele usou estudantes e um vigia do vinhais como sendo agricultor que seria para acabar a pobreza do Maranhão? Nem vou falar dos outros!!! DEixa de baboseira…

  4. Antonio Lima disse:

    Professor, existe mesmo esse tal de “Conselho Estadual de Saúde”?
    Não é possível que diante a tantos desmando esse “conselho” não tenha tomado nenhuma providência para proteger as milhares de famílias que tem seus entes trazidos do interior e jogados como lixo nos corredores dos Socrorrões da vida, sem nenhuma assistência e sob condições indignas de atendimento.
    Saberia dizer quem são os membros desse “conselho”?
    Seria essa mais uma entidade criada para servir de cabide de emprego, que serve unicamente para consumir recursos e e oficializar todos esses desmando das autoridades com os serviços de saúde oferecidos, digo, que deveriam ser oferecidos ao povo do Maranhão?

    • Caio Hostilio disse:

      Era assim antes!!! Mas depois que se abriu a caixa preta e se viu o quanto os canalhas sempre fizeram as falcatruas em São Luís e nos munícipios de média complexidade, muita coisa mudou. Não esqueças que os prefeitos daqui sempre receberam milhões e milhões, em várias rubricas do SUS, sem que oferecesse nada, como por exemplo o atendimento ambulatorial. Esses safados nunca construiram sequer um hospital, pois o Socorrão I e um predio doado pela cruz vermelha e o II foi comprado do Remi Trinta em 2000, coisa que ainda devem o ex-deputado. Quanto ao atendimento aos pacientes vindos do interior, São Luís sempre recebeu por esses atendimentos e se não quisesse mais atender seria muito simples, bastaria informar ao MS, que buscaria outro sistema, que poderia ser particular. Caso desistissem e tivessem passado para o São Domingos, com certeza já tinham construidos mais de 5 hospitais.

      • Antonio Lima disse:

        Então Professor, as coisas são bem mais graves do que um simples cidadão, como eu possa imaginar.
        Se as coisas funcionam dessa maneira, o governo federal e o estadual tem grande parcela de culpa por tudo isso, pois não tomaram as providências cabíveis, ficaram assistindo a tudo passivamente como se nada estivesse acontecendo.
        É muita ingerência, é muito pouco caso com os interesses da população… Timbém pudera, quando um figurão da política sente uma dor de unha, logo recorre ao maior e melhor serviço de saúde existente no Maranhão, que é a aquisição de uma passagem de avião ruma a São Paulo…
        Lamentável!!!!

        • Caio Hostilio disse:

          Não é ingerência do governo do Estado, mas sim falta de fiscalização do Ministério da Saúde, do Ministério Público do Maranhão e Federal e, ainda, do TCU e CGU.

  5. Dinamo disse:

    Fonte do tesouso é 101 e nao 121.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog