Edivaldo Holanda Junior, para ser o novo é preciso ter coragem!!!

Publicado em   15/dez/2012
por  Caio Hostilio

Sei de suas excelentes qualidades políticas e de suas deficiências com gestor público, coisa que com uma excelente equipe de trabalho tenho certeza que você superará esses percalços da vida, haja vista que ninguém é epistêmico.

Mas uma das coisas que mais chama a atenção nesse país é a falta de coragem de seus gestores públicos em tomar medidas firmas ao suceder um companheiro ou adversário político. Tudo se transforma numa guerrinha de acusações sem critérios técnicos e provas contundentes, enquanto que o substituído fica no discurso de que deixou milhões em caixa, quando tudo não passa de um grande teatro do faz de conta.

Sabe-se que comissões de transições não conseguem alcançar as peripécias praticadas pelo gestor que vai deixar o cargo, principalmente as do último ano de gestão, uma vez que nem prestação de contas ainda existe.

Quando será que veremos um gestor público corajoso nesse país, que assim que tomar posse, não adentrar na Prefeitura e em nenhum dos órgãos da administração municipal, partir para um escritório alugado e baixar seu primeiro ato de governo: Exigir uma Tomada de Conta Especial, seguida de auditoria, mantendo a máquina em pleno funcionamento pagando apenas o funcionalismo e os custos fixos, ou seja, conta água, luz, telefone e impostos.

Isso seria ser “NOVO” nesse país contaminado completamente pela corrupção. O gestor que fizesse isso estaria mostrando de fato como recebeu a gestão do seu antecessor, além de dizer ao coletivo que o bom gestor é aquele que colabora com os órgãos fiscalizadores.

Pense isso, Holanda Junior.

  Publicado em: Governo

10 Responses to Edivaldo Holanda Junior, para ser o novo é preciso ter coragem!!!

  1. JORGE CABRAL disse:

    ISSO FOI NO BLOG DO FELIPE KLAMT…DEFENDA SEU CHEFE AÍ HOSTILIO…
    NÃO É À TOA QUE DEFENDE AS SUAS FALCATRUAS SEU FALSO MORALISTA, SE ÉS TÃO IMORAL, FALE DISSO:
    Secretaria de Saúde paga 7 milhões por aviões
    A secretaria estadual de saúde, comandada pelo Ricardo Murad, continua rasgando o receituário com o remédio para solucionar a dor da população maranhense. Anuncia, mais não constrói os 72 hospitais, nem os de alta complexidade em poucos municípios, ainda escolhe quem vai ser atendido nas UPAS construídas pelo governo federal. Lembrando o filme “A Escolha de Sofia”.
    Aumenta em 38% a água da CAEMA, sem sair nada das torneiras em 100 bairros de São Luís, afirmando que o governo não tem recursos para resolver o abastecimento e o esgoto que tornou as ruas e praias fétidas. Na mesma semana, sempre sem condições financeiras, a pasta da saúde publica no Diário Oficial um aditivo de R$ 990.000,00 para complementar o contrato de R$ 5.940.000,00 no aluguel de aviões e helicópteros com uma empresa temporária no estado chamada PMR Táxi Aéreo e Manutenção Aeronáutica S/A.
    A imprensa especializada em desvios das condutas públicas desconhecem relatórios que discriminem os nomes, tipos da urgência e trajetos de pacientes transportados por estas aeronaves. Parece que o objeto principal do contrato sofreu uma modificação pensando em atender o conforto dos políticos do grupo Sarney.
    Como não temos mais o precioso ministério público estadual mostrando o seu vigor fiscalizador de tempos passados, pelo menos na forma que ostentou nos governos Tavares e Lago, jamais nos do Sarney.
    Sabendo que o presidente Arnaldo Melo não obedece, por medo e interesses, o regimento da Assembleia Legislativa no envio das solicitações de informações dos deputados de oposição para os secretários, principalmente o Murad. Alguns com anos de gaveta. Ficamos impossibilitados de saber qual a função deste contrato de quase R$ 7 milhões de reais.

    SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE
    EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 302/
    2011/SES. REF.: PROCESSO Nº. 18698/2012/HEM/SES – PARTES:Secretaria de Estado da Saúde e a Empresa PMR Táxi Aéreo e Manutenção Aeronáutica S/A. OBJETO: O objeto deste Termo é aditivar o Contrato nº 302/2011/SES, no que se refere ao Prazo. DA VIGÊNCIA:O presente Contrato fica prorrogado por mais 12 (doze) meses, a contar de 07/11/2012, com término previsto para 06/11/2013, nos termos do Art. 57, II da Lei nº 8.666/93 – Cláusula Sétima do Contrato original, permanecendo as mesmas condições contratuais, sendo o valor global de R$ 5.940.000,00 (cinco milhões, novecentos e quarenta mil, reais), para o período supracitado, disponível na dotação orçamentária: EVENTO: 400091; ESF: 2; U.O: 21901; U.GR: 210901; Fonte: 0121000000 – Nat. Desp: 339033; PI: FUNCREDE; PT: 10302055945620001; iniciando com NE nº 14162 de 06/11/2012, no valor de R$ 990.000,00 (novecentos e noventa mil reais) – BASE LEGAL: Art. 57, §1º, II, da Lei nº 8666/93. SIGNATÁRIOS: SÉRGIO SENA DE CARVALHO – Gestor do Fundo Estadual de Saúde (Por delegação, através da Portaria nº 56 de 30/03/2011 e 215 de 13/10/2011), pelo Contratante, e CRISTIANO LINDNER RIBAS, pela Contratada.
    São Luís, 03 de dezembro de 2012. VANESSA TEIXEIRA M. R.
    POTRATZ – Assessora Jurídica/SES

    • Caio Hostilio disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Você sabe o que é um hospital de alta complexidade? Você sabe qual é a funcionalidade das UPAs, então fica apenas se alimentando em postagens que não diz nada, ainda mais retiradas de resenhas do diário oficial. Quando você souber qual a funcionalidade do SUS, do que se trata a alta complexidade, qual o proposito da UPAs e ter conhecimento dos processos licitatórios de capa a capa, aí eu passo a debater com você, pois dentro do senso comum e sem nenhuma fundamentação administrativa, esquece, camarada.

  2. JORGE CABRAL disse:

    SERÁ QUE VOCÊ NÃO VIU, CAIO NA AL…KKKK…FICARAM CALADINHOS…
    O deputado Rubens Jr. silenciou o plenário da assembleia com o primeiro tom de palavra da tribuna, chegou com a força da voz apontando mais uma armação do governo dirigido pela Roseana Sarney. Mostrou com o novo aumento de 38% nas contas de água a determinação de continuar afogando a população mais pobre.
    O período eleitoral passou, o candidato petista da governadora nem ultrapassou o 1º turno, o outro candidato tucano do 2º turno apanhou por muitos votos, somente esperaram a decisão popular para obrigar os consumidores a abrir a torneira para jorrar mais dinheiro nos potes do grupo Sarney exatamente quando 100 bairros de São Luís estão sem uma gota do litro absurdamente cobrado por ousadia do secretário Ricardo Murad.
    Os deputados do governo calados, literalmente sem condições de enfrentar um debate com Marcelo Tavares, Eliziane Gama, Bira do Pindaré e o Rubens Jr. na tribuna. A pequena oposição pintou e bordou, reafirmando o abusivo da taxação retroativa no produto que não existe nas casas dos maranhenses. Sem deixar de espezinhar o ato irresponsável do Ricardo Murad quando mergulhou suas netas no mar cheio de fezes.
    Os moradores do estado não conhecem o propagado serviço de distribuição de água, sabem que pagam para não ficar com dívidas. Existe um pensamento de convocação do presidente da Caema pela oposição, existe, na verdade a antecipação negativa dos deputados do governo quanto à presença do gestor.
    Nada vai mudar, o aumento vai ser o presente de Natal da moça que sempre ganhou o mimo mais bonito do pai. A população fica com a conta mesmo com o superávit nos impostos e o dinheiro do empréstimo de quase R$4 bilhões no BNDES.

    • Caio Hostilio disse:

      Depois conversei com o deputado e perguntei a ele onde ele já medidor de esgoto. Ele apenas disse que achava ser inconstitucional, por aí você tira o nível do debate. Quanto ao Marcelo, também conversamos e ele disse que são coisas da política quando eu busquei o debate dentro do campo das idéias, como a questão do assoriamento do rio itapecuru, que tem lugares que tinha cinco metros de profundidade e hoje não passa de 40 cm. e que São Luís não tem um lençol freatíco para abastecer de água uma população com mais de um 1 milhão de habitantes e o porquê de nenhum deputado não ter levado pra frente o projeto do saudoso deputado João Evangelista “Águas Peneres”. Também falei se ele tinha lido a matéria que fiz sobre a falta de água no Rio de Janeiro. Ele afirmou que sim e concordou comigo, mas que o debate ali é político e não técnico.

  3. Luiza disse:

    Caio, mas Edivaldo ainda não é gestor, quais parâmetros vc usa par tal análise?

    • Caio Hostilio disse:

      Minha querida, você leu o texto? Tem certeza? Estou falando de seu primeiro ato após a sua posse!!!

  4. ROBIN HOOD DO SERTÃO MARANHENSE disse:

    CONCLAMO TODOS OS MARANHENSES, EM ESPECIAL OS DA CAPITAL A, A PARTIR DE AGORA, DEIXARMOS DE PAGAR NOSSAS CONTAS DE ÁGUA QUE VIEREM COM ESSE AUMENTO. SERÁ A DESOBEDIÊNCIA CIVIL, PACÍFICA, EM PROTESTO CONTRA UM AUMENTO ABSURDO DESSES.
    NÓS NÃO ACEITAMOS ISSO!!!

    • Caio Hostilio disse:

      Que bom!!! Vejo que os cupinchas de Caostelo estão preocupados se Holanda pedir a tomada de conta especial seguida de auditoria.

  5. Pingback: Que bom!!! Prefeitura protocola representacao no TCE com pedido de auditoria na estrutura da saude. | Governo & Política – DEAQWEB

  6. Pingback: Caio Hostilio | Metendo o bedelhoQue bom!!! Prefeitura protocola representação no TCE com pedido de auditoria na estrutura da saúde. |

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog