Qual será o programa de governo dos candidatos a prefeito de São Luís?

Publicado em   12/jun/2012
por  Caio Hostilio

Você eleitor, acredita que os candidatos a prefeito de São Luís, incluindo aí o atual prefeito João Castelo, já possuem um programa de governo para os quatro anos de gestão que terão pela frente?

Será que esses candidatos sabem o que fazer para que melhore de fato a educação pública municipal? Você acredita que eles já sabem qual será a linha pedagógica a ser adotada, para que de fato exista o ensino/aprendizagem? Ou devemos acreditar que as escolas continuarão servindo apenas de depósito de crianças, que se contentam com uma merenda?

Nessa mesma área de educação, você acredita que esses candidatos buscarão uma formação continuada ao corpo docente e dar condições reais para que esse corpo se interesse de fato por uma educação de qualidade?

Na saúde pública, você acredita que os candidatos saberão debater sobre o SUS? Ou devemos acreditar que escutaremos a mesma história de sempre: “procissão de ambulância”?

Será que algum será honesto em dizer que a saúde de São Luís é municipalizada e que recebe em torno de R$ 18 milhões por mês para atender os pacientes vindos dos municípios que oferecem a saúde básica e a baixa e média complexidade, visto que nesses municípios não podem oferecer todas as especialidades médicas e que é por isso que existe o Sistema Único de Saúde?

Que o município de São Luís recebe ainda milhões do SUS para atender os ludovicenses e que ainda repassa para o Hospital Universitário R$ 5 milhões por mês, mas que não tem a coragem de cobrar que a UFMA assine um convênio com a prefeitura, isso através da autonomia universitária?

Será que haverá um candidato corajoso para informar que o município nunca construiu um hospital sequer? Pois os Socorrões I e II são hospitais antigos. Sendo o Socorrão I um prédio com mais de 70 anos e era de propriedade da Cruz Vermelha, e que o Socorrão II era um hospital do ex-deputado Remi Trinta, que depois de um acordo em2000, aprefeitura resolveu comprar aquela beleza de hospital?

Será que algum desses candidatos teria a coragem em dizer que se não quiserem mais atender os pacientes vindos no interior bastaria a Prefeitura informar ao Ministério da Saúde que não efetuaria mais esse serviço e, assim, deixasse de receber os R$ 18 milhões mensais, mas que o Ministério Saúde buscaria outro sistema de saúde de alta complexidade, podendo ser até o São Domingos e a UDI? Agora, imagina esses empresários recebendo esses R$ 18 milhões mensais por todos esses anos? Com certeza já tinham construídos vários hospitais!!!

Na infraestrutura, alguém terá coragem em dizer que nesses mais de 20 anos de mando da “oposição”em São Luíssó foram feitas as seguintes obras: Praça Maria Aragão, Avenida São Luís Rei de França e uns canais para escoamento da água pluvial? Não pensem que a Praça Gonçalves Dias foi reformada pela Prefeitura!!! Sua reforma se deveu a uma multa que a CVRD teve que pagar e o promotor Fernando Barreto converteu a multa para que a companhia recuperasse da citada praça.

Na geração de emprego e renda… Ummmmmm alguém terá coragem de falar sobre esse assunto? Basta ver que nunca houve um incentivo da prefeitura para atrair investimentos para a capital e que tudo ficou numa maquete do Camelódromo…

No turismo e na cultura, os candidatos vão dizer o quê? Nada!!!

Acho que os candidatos não buscarão esses assuntos!!! Se aparecer algum com esse discurso, com certeza os ludovicenses passariam, a saber, das verdades e o camarada passaria a ser o preferido, desde que mostrasse todas essas mazelas didaticamente, sem ataques infundados!!!

  Publicado em: Governo

8 Responses to Qual será o programa de governo dos candidatos a prefeito de São Luís?

  1. Antonio Lima disse:

    Professor, o senhor como sempre traz à baila assuntos importantes para discussão, temas estes que já deveriam fazer parte da agenda dos pretensos candidatos da campanha e da eleição que se aproxima.
    No entanto, o que se observa é aquela velha maneira de “fazer política” dos que estão há décadas conduzindo os destinos políticos da nossa população e a única herança que temos de todo esse tempo de mando, digo desmando é esse o atraso e a falta de perspectiva de melhorias para todo esse estado de caós estabelecido em nossa sociedade, onde nada funciona de forma a atender aos anseios e as necessidades da população.
    Comungo desse seu posicionamento e sempre faço esses questionamento, no entanto, quando coloco esses temas para discussão, nas poucas oportunidades que tenho, muitas vezes sou tachado por alguns interlocutores como sendo “do contra, sarneysista, castelista, reinaldista, dinista” ou algo que o valha, pois a política em nosso meio ainda é feita de favores, de joguete de interesses escusos de grupelhos, do compadrio que há décadas vivem às custa da ignorância do população, que sem uma educação transformadora, virou presa fácil para esse sistema macabro.
    Uma outra questão que salto os olhos são os meios de comunicação, que nesse momento só tem divulgado maravilhas sobres os acordos espúrios e as artimanhas ardis dos políticos que há décadas estão à frente da gestão dessa Terra, e mesmo nunca tendo feito nada para melhorar a vida da população são tratados como “articuladores bem sucedidos” e com plena capacidade de aniquilar as pretensões dos que se apresentam como possível alternativa de mudança.

  2. Pedro Gomes disse:

    nobre caio. em respeito ao eleitorado dos nossos 217 municipios, antes de mais nada todo o qualquer candidato a prefeito e vereador, para discutir geração de renda, trabalho, emprego e qualidade de vida, terão estes que adequacionar o endividamento publico com seus Programas de Governo. Esse mesmo eleitorado já está com sua paciencia saturada de tantas demagogicas e utopicas promessas que não podem ser cumrpidas justamente pelo historico comprometimento causado pelo endividamento publico dessas nossas cidades, tratando de emprestimos autorizados sem nenhum criterio pelas Camaras de Verewadores, implicando na precariedade do Ensino, Saude, Segurança e Mobilidade PUBLICA. Espera-se que a Divida Publica inclusive da capital maranhense, pela primeira vez seja ela DISCUTIDA COM O ELEITORADO até mesmo para justificar a eleição do proximo gestor e vereadores.

    • Caio Hostilio disse:

      Pedro, assim que castelo assumiu fiz um artigo sobre isso e irei repedi-lo para que você veja o quanto a população não acompanha essa tese que tanto você solicita.

  3. Pingback: Caio Hostilio

  4. Analista do Maranhão disse:

    Caio com relaçao ao Socorrao 2, até hoje o Remi Trinta nao recebeu o pagamento da venda do imovel, e isso foi ato praticado pelo entao Honesto e Trabalhador e que continua sendo seguido pelos seus respeitaves sucessores, candidatos à moralizaçao politica no nosso estado e que começou com esse grupo que aí está há mais de trinta anos.
    Infelizmente a nossa cidade parece que vai continuar crescendo que rabo de cavalo. Bom dia

  5. Pingback: Quantas vezes eu escrevi aqui sobre a falta de projetos e programas de governo!!! | Caio Hostilio

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog