Por isso a maioria não se reelegeu!!!Senado aprova aumento de 16% para ministros do STF e PGR; salários passarão a R$ 39,2 mil

Publicado em   07/nov/2018
por  Caio Hostilio

Agindo em benefício próprio e indo contra o Brasil e seus Estados!!!

Aí estão os porquês da maioria desses senadores não ter sido reeleita. Senadores foram derrotados nas urnas pelos brasileiros exatamente por suas ações politiqueiras, que visam apenas se protegerem dos processos que correm na Justiça. O senador presidente (derrotado nas urnas) colocou de surpresa esse aumento na pauta e aprovou, e todo tempo tentando justificar. Por outro lado, esses senadores que deveriam está representando seus Estados, simplesmente votaram a favor de um aumento que pode se transformar em efeito cascata e prejudicar ainda mais as combalidas economias de seus estados… Essa velha política já não é mais aceita pelos brasileiros, pois todos devem se unir em prol a recuperação da economia brasileira e juízes não pode ser os privilegiados… VERGONHA!!! Proposta foi enviada pelo próprio STF ao Congresso e já havia sido aprovada pela Câmara, mas estava parada desde 2016 no Senado. Atualmente, salário é de R$ 33,7 mil. A desculpa seria a substituição do auxílio moradia, mas todos esses magistrados possuem suas residências onde atuam…

G1

O Senado aprovou nesta quarta-feira (7), por 41 votos a 16, projeto que aumenta em 16% os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A proposta segue agora para a sanção do presidente Michel Temer.

Com o reajuste, os subsídios dos magistrados passarão de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O aumento passará a valer a partir da sanção presidencial. É prerrogativa do presidente da República vetar a proposta, se assim desejar.

Os senadores também aprovaram um segundo projeto que também reajusta em 16% o salário para o cargo de procurador-geral da República – os vencimentos também passarão para R$ 39,2 mil. A proposta foi aprovada de forma simbólica, sem contagem de votos.

A proposta de reajuste foi encaminhada ao Congresso em 2015 pelo então presidente do STF, Ricardo Lewandowski. Um ano depois, a Câmara aprovou o reajuste, mas o aumento ainda não havia sido analisado pelos senadores. O texto estava parado desde 2016 no Senado e foi incluído na pauta da Casa nesta terça-feira (6).

O aumento nos salários dos ministros gera um efeito-cascata nas contas, porque representa o teto do funcionalismo público. Caso o limite seja alargado, aumenta também o número de servidores que poderão receber um valor maior de gratificações e verbas extras que hoje ultrapassam o teto.

Segundo cálculos de consultorias da Câmara e do Senado, o reajuste poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas.

Nesta quarta, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que este não era o “momento” de se ampliar despesas. Ele também declarou ver o aumento de gastos “com preocupação”.

  Publicado em: Governo

One Response to Por isso a maioria não se reelegeu!!!Senado aprova aumento de 16% para ministros do STF e PGR; salários passarão a R$ 39,2 mil

  1. Reynaldo Aragão says:

    Uma cambada de corrutos e ladrões que a justiça divina e popular retiraram desse senado podre e pobre de atitudes.Deus fez o mundo redondo para todos se encontrarem algum dia,se faz quadrado muitos se esconderiam. Mas um dia eles também sentirão na pele o que plantaram. A cadeia e a lava jato um dia chegarão na porta deles e aí se arrependerão desse presente dado aos que os colocará preso.

Deixe uma resposta

Publicidade

Busca no Blog