Max Barros será o vice-presidente da AL…

Publicado em   06/fev/2013
por  Caio Hostilio

maxbarrosoParece que sua eleição para assumir a vice-presidência da Assembléia Legislativa do Maranhão foi por consenso. Que bom, ver algo hegemônico entre os seres humanos!!!

Sempre é bom ver todos reunidos em torno de um propósito. Espero que o deputado Max Barros corresponda todas as expectativas e faça dessa hegemonia algo que possa trazer algo de bom para coletividade.

Competência ele tem para isso e sei que ele tentará fazer de tudo para conseguir essa tarefa tão árdua.

Pois não é que me lembrei de um texto que escrevi no dia 09 de outubro de 2011 “O homem não consegue acompanhar a própria evolução imposta por ele…

homecaco3Desde que o ser humano apareceu na terra, que a espécie sempre buscou evoluir. Contudo, sempre teve dificuldades de assimilar suas próprias evoluções, seja nas mais diversas áreas social, econômica e política.

Grupos humanos sofreram essa transformação em momentos diferentes, com intensidade diversa, em diferentes locais do mundo.

Até há pouco tempo, sob a influência do evolucionismo e de um marxismo mal digerido, descreviam-se essas passagens como necessárias e positivas. Hoje já se discute, sob a ótica da antropologia, se a felicidade de um grupo depende do gado confinado e da terra domada.

Na verdade, uma teoria científica tem a sua origem numa hipótese ou numa pressuposição operacional sobre o porquê de nós observarmos algo. Para testar esta pressuposição, os cientistas levam a cabo experiências que refutam ou correlacionam-se com a hipótese.

Se após vários testes e experiências, a hipótese continua a sobreviver ao escrutínio, a comunidade científica pode começar a identificá-la como uma “teoria”. Essencialmente, isto significa que, uma vez que a hipótese não foi refutada através do tempo – e nenhuma outra hipótese tem poder explicativo – então podemos razoavelmente assumir que a mesma está certa.

As teorias, no entanto, não são imperecíveis. Se novas tecnologias permitirem um grau de experimentação superior, a teoria pode ser descartada e, assim, o homem termina não acompanhando a sua própria evolução.

O certo é que problemas impedem a evolução. Não há experiência que possa ser levada a cabo. Os evolucionistas podem medir ossos, estudar mutações, descodificar o ADN e observar as semelhanças morfológicas, mas eles nunca podem testar os alegados eventos evolutivos do passado.

Existe uma verdadeira e genuína teoria científica?  Uma genuína teoria científica requer que as experiências confirmadoras correspondam a uma hipótese específica. A evolução não tem esta legitimidade.

Mas um fato é concreto entre os seres humanos… Não existe hegemonia em seu convívio em sociedade!!!

Siga em frente Max Barros, você merece!!!

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog