Um texto aos políticos e aos comentaristas desse blog…

Publicado em   24/jan/2013
por  Caio Hostilio

O artigo abaixo, eu publiquei no dia 30 de abril de 2011 “Reflexão!!!“. Sempre vi serem criadas leis para regulamentar os serviços públicos nesse país, mas jamais vi alguém querer passá-las didaticamente para a coletividade, servindo apenas para o uso inadequado pelos tecnocratas e, principalmente, pela absorção contrária pelos “políticos” para atacar seus adversários.

Vamos ao artigo:

Reflexão!!!

reflexãoCansei!!! Sinceramente não haverá tempo de eu ver mudanças!!!

Como todos os leitores dos meus textos sabem, eu já escrevi demais sobre a falta de conhecimento dos brasileiros e da maioria dos políticos sobre as leis que regem os serviços públicos do país, os direitos e deveres dos cidadãos brasileiros. Por outro lado, cansei também de ver e ouvir baboseiras de políticos que não condizem com a realidade, apenas serve para desinformar ainda mais o povo.

Cheguei a conclusão que os políticos e o povo não querem conhecer os fatos em suas essências, por isso a melhor definição ao nosso povo TUPINIQUIM brasileiro é a desinformação e escolher o que aí está, ou seja, a hipocrisia, as politiquices, as safadezas etc. Fico triste, mas jamais mudarão alguma coisa nesse barco furado.

Não assustem os leitores dessa CROCRÍTICA inúteis palavras, porém, realistas que escrevo. Todo homem tem o seu preço, não sou hipócrita e tenho o meu, portanto: Não me coloquem em nenhum cargo político, logo, estarão todos roubados e meus bolsos estarão cheios de grana!

Pessimista que sou e diga lá, não vejo orgulho e esperança daquilo que chamamos PÁTRIA, tampouco reafirmaria que exercemos cidadania através do voto. Cidadania a meu ver é exercida dentro de uma política de troca de valores entre as partes “GOVERNO e POVO”, cabendo às partes o que é de cada um (Sócrates em sua máxima filosofia). E se fossemos avaliar o que o POVO TUPINIQUIM BRASILEIRO tem, certamente veríamos que nada temos, logo, falta-nos de tudo, principalmente bons representantes e conhecimento didático de como funciona a gestão pública, pois assim poderíamos cobrar dos que apenas criam factóides e mentiras sobre o assunto

Ainda nessa ideologia do VOTO, enganam-se os leitores e demais brasileiros quando pensam que voto é exercer cidadania e no mínimo mal entendem das palavras DIREITO e DEVERES.

João Ubaldo Ribeiro dizia em seu livro “Viva o povo brasileiro”, certa visão realista e que todos nós pagamos caro pelo comportamento brasileiro. Assim segue: “(…) Um país de povo alegre, festeiro, que dribla todas as dificuldades com o célebre jeitinho brasileiro, um país feliz! E mais! Um país que nunca enfrentou guerras, nem pestes, nem vulcões, nem terremotos (…)”- Um pouco mais adiante, segue em sua crítica e enfatiza a mansidão brasileira: “(…) Um povo que convive com amenidade e cortesia, um povo prestativo, de coração bondoso, em que todas as raças se misturam livremente, pois desconhece o preconceito racial, visto que aqui o preconceito é econômico.”- Diante dos fatos elucidados pelo autor, não é difícil entender o seu ponto fraco; brasileiro é um povo amigo, dócil e confiante em tudo, principalmente nas promessas e nos discursos inflamados falaciosos, sem consistências que envolvem a esperança de um Brasil melhor.

Diante do desconhecimento do povo e da maioria dos políticos de como funciona de fato a economia e o social adotado no Brasil, resta-me dizer: “Viva o povo brasileiro!!! Salve-o da ignorância política!!!”

Ah!!! Já ia me esquecendo… Os políticos, seja de oposição ou posição, não querem que o povinho brasileiro conheça como funcionam esses ditames que regulamentam o serviço público brasileiro. Os oposicionistas porque perderiam o discurso falacioso, hipócrita e safado, podendo perder, com isso, suas vantagens politiqueiras, mesmo sabendo que suas falas vão de encontro à legalidade, a moralidade e a ética do serviço público. Enquanto que os governistas não podem perder seu “bote” de quatro em quatro anos.

Para a hipocrisia politiqueira, nós, povo, somos: medíocres, incultos, incautos, pobres e até miseráveis, indesejados, porém, felizes. É nesse aspecto que reflito sobre a falta de conhecimento do povo brasileiro dos seus direitos e deveres aparados pelas leis que regulamentam as gestões públicas.  

Portanto, fica aqui um pedido a qualquer político desse Maranhão: “Tenha coragem de debater esse assunto. Gostaria ao menos de ver um político sensato com o desconhecimento do povo brasileiro”.

Para que melhor reflita sobre o assunto, deixo um trecho do poema de Castro Alves “O navio negreiro”: “-Oh, Deus dos desgraçados!“. “Castro Alves rogou a Deus as mazelas dos negros e eu rogo pela falta de conhecimento do povo brasileiro”.

  Publicado em: Governo

8 Responses to Um texto aos políticos e aos comentaristas desse blog…

  1. Walcley Silva disse:

    Sobre a nota de Lauro Jardim
    Meu caro, quando o Reinaldo Azevedo da Veja falava mal de Edivaldo em plena campanha tu nem abriu o bico pra contestar as declarações da Veja. Tomaste como verdade absoluta. Não seja hipócrita meu caro…
    Quem te conhece Caiete, ninguém, só Ricardo Murad que te paga para postar em favor dele, não vemos nada contra ele neste blogue….fajunto.

  2. Carlos Eduardo disse:

    ……

  3. Sandra Galvão disse:

    …….

  4. petit gateau disse:

    Estou com 50 anos e com uma desesperança tão grande.Desculpe o termo caríssimo, mas é assim que eu sinto.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog