Afinal, até aonde já chegaram?

Publicado em   22/jun/2012
por  Caio Hostilio

Diante das mais diversas informações, tanto da Secretaria de Segurança Publica quanto das mais diversas informações da mídia, montei um organograma da tal organização de agiotagem praticada no Maranhão e gostaria que os especialistas da Polícia, do Ministério Público, da Justiça e da mídia dissessem até aonde conseguiram chegar as mais diversas investigações se baseando nesse organograma.  

  Publicado em: Governo

23 Responses to Afinal, até aonde já chegaram?

  1. Pablo disse:

    Caro Professor analisando esse organograma, imagino o trabalhão que a polícia vai ter para chegar na linha de primeiro escalão de agiotagem …. Agora entendi sua crônica …. por isso que vc dize que tudo vai acabar insosso.

    • Caio Hostilio disse:

      Na Italia foi preciso que a população exigisse, caso contrário até o Vaticano já estaria mais que envolvido em tudo… Se não entrarem agora com tudo, a coisa via ficar insossa e não vai adiantar temperar e retemperar…

  2. Joyce disse:

    Acredito muito no trabalho do Secretário Aluísio Mendes e todos os maranhanses também, sabemos que ele entregou tudo na mão da governadora e ela por ter rabo preso com Cutrim foi defende-lo publicamente. Rosena como sempre infeliz em suas colocações.

    • Caio Hostilio disse:

      Tenho certeza que se basendo nesse organograma, o secretário Aluisio Mendes e sua equipe já chegaram longe, mas falta algo para que avance e conclua de fato tudo.

  3. Estudante de ADM disse:

    Esse esquema de agiotagem é muito complexo. Vejo que tem diversos segmentos envolvidos com organização dessa natureza, tais como: prefeituras, poder legislativo, poder judiciário, poder executivo etc. Mas o que me deixa mais indignado é que até os próprios jornalistas querem tirar proveito da morte do Jornalísta Décio Sá ou então porque somente agora todos se interessaram para investigar essa quadrilha e/ou organização crimonosa? Porque os jornalístas só criaram coragem agora e resolveram jorgar na mídia? O Jornalísta Décio Sá denunciava diariamente esses crimes de agiotagem no maranhão e nem a polícia e muito menos os jornalista republicavam suas matérias. Porque somente agora estão dando a importância devida neste caso? O que na verdade eu quero dizer professor, que são poucos como Décio Sá para ter peito de mexer com qualquer um.

    • Caio Hostilio disse:

      Na verdade, Décio entranhou exatamente nesse emaranhado organizacional e chegou onde perto muito perto de desvendar todo o esquema…

  4. Pingback: Marco Aurélio D'Eça | O organograma da agiotage, segundo Caio Hostílio…

  5. Pingback: Marco Aurélio D'Eça | O organograma da agiotagem, segundo Caio Hostílio…

  6. Pingback: O organograma da agiotagem, segundo Caio Hostílio… « emaranhao.com.br/2012

  7. paulo disse:

    e o valdenio que nao e aquele da foto todo mundo ja esqueceu? olha a video do verdadeiro valdeniio .http://www.youtube.com/watch?v=_qUnOP1ApWw

  8. Prof. Noel disse:

    Tenho acompanhado através dos meios de comunicação, o caso Décio. Nenhum depoente iria citar nomes, sem que estes estivessem envolvidos. Espero que a Governadora não coloque toalha fria para proteger aquelesque foram citados.

    • Caio Hostilio disse:

      Aí é que todos esperam. haja vista que essa organização já consumiram milhões e milhões do dinheiro do contribuinte.

  9. Glaciomar disse:

    Professor Hostílio, veja dados do julgamento do pedido do Habeas Corpus, em que o advogado Franklin Seba deu entrada em Xinguara (PA) do dia 13 de abril de 2012 que talvez tenha sido negado. Veja que Jhonatan aparece com dois nomes.

    56-HABEAS CORPUS LIBERATÓRIO COM PEDIDO DE LIMINAR – 20123002899-1
    Comarca de Origem: XINGUARA
    Impetrante(s): Adv. José Franklin Skeff Seba
    Paciente(s): Jhonatan de Sousa Silva/Leandro da Silva Conceição
    Impetrado: Juiz(a) de Direito da 2ª Vara da Comarca de Xinguara
    Procurador de Justiça: Dr. Cláudio Bezerra de Melo
    Relatora: Des(a). VÂNIA LÚCIA CARVALHO DA SILVEIRA
    Pg. 31. Diário de Justiça do Estado do Pará DJPA de 13/04/2012

    Veja o despacho da Ministra do STJ sobre pedido de Habeas Corpus de JHONATHAN DE SOUSA SILVA e DENIS NASCIMENTO ALVES.

    RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 31.137 – PA (2011/0224194-5)
    RELATORA : MINISTRA MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA
    RECORRENTE : DENIS NASCIMENTO ALVES
    RECORRENTE : JHONATHAN DE SOUSA SILVA
    ADVOGADO : JOSE FRANKLIN SKEFF SEBA
    RECORRIDO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ
    DESPACHO
    Alega-se, no presente recurso, existir excesso de prazo na formação da culpa, eis que
    os recorrentes estariam presos desde 14.09.09 por suposto cometimento de homicídio, e ainda não teriam sido julgados.
    Afirma-se que eles ainda estariam presos “sem que até a presente data fossem julgados, sequer lhe fora permitido a sua defesa mesmo por carta precatória conforme faz prova com os documentos em anexo, fornecido pela Central de Cartas Precatórias de São Luís Estado do Maranhão, cidade na qual se encontram os pacientes à disposição da Comarca de Xinguara do Estado do Pará, desde o dia da prisão, há cerca de mais de um ano” (fl. 83).
    De acordo com as informações de fls. 152/160, recebidas do Desembargador Corregedor do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, o recorrente Denis Nascimento Alves foi colocado em liberdade pela comarca de Santa Inês e seria recambiado para o Estado do Pará em 28.03.12, e Jhonatan de Sousa Silva, utilizando-se de nome falso, teria sido equivocadamente colocado em liberdade, aguardando-se sua recaptura.
    Diante de tais notícias, intimem-se os recorrentes para, no prazo de 5 (cinco) dias, manifestarem o interesse no julgamento do mérito do recurso. Caso haja interesse, devem ser juntados aos autos os documentos que o comprovem, inclusive notícia acerca do andamento da ação penal e de ter sido efetivado o recambiamento de Denis Nascimento Alves.
    Com as informações ou findo o prazo, voltem os autos conclusos.
    Publique-se.
    Brasília, 12 de abril de 2012.
    Ministra MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA
    Relatora
    Pg. 3154. Superior Tribunal de Justiça STJ de 17/04/2012

  10. Glaciomar disse:

    Observem que seis dias depois deste despacho do STJ, Jhonatan matou Décio Sá. Se a justiça não fosse tão lenta Décio Sá não teria morrido.

    • Caio Hostilio disse:

      Sinceramente vejo que as coisas aparecem e a Polícia deve ter todo esse quebra cabeça, agora se vai levar em frente é que não sei… Eu como amigo do Décio, apenas sabia que ele investigava algo, mas ele era muito descreto é não dizia nada e nem tampouco o que estaria investigando. Não sei até aonde ele chegou… Essas pessoas que foram presas para mim são todas desconhecidas, visto que nunca entrei nessa seara jornalistica. Mas suas informações ficam aqui registradas…

  11. VALDO CRUZ disse:

    Professor Caio,

    Belo “post”!! Faltou somente o nobre blogueiro melhor posicionar os nomes das pessoas implicadas, segundo os seus “stafs”, dentro desse esclarecedor organograma funcional que você nos brinda.

    É muito provável que a polícia já saiba até que o Raimundo Cutrim é um dos mandantes principais da execução do Décio Sá. Aguarda somente a caracterização melhor do crime para agir.

    Aposto, também, que o Gláucio juntamente com o seu pai, o Miranda, não custarão muito a vomitar tudo. Vai chegar um momento que haverá delações de todos os lados, inclusive por parte desse perigoso marginal chamado Júnior Bolinha.

    Já que todos os que estão aprisionados serão muito provavelmente condenados. Se eu fosse esses caras entregaria todo mundo, que possivelmente esteve ligado a essa organização criminosa, de forma ativa ou por acobertamento. Como: prefeitos, ex-prefeitos, pré-candidatos a prefeito, pré-candidatos a vereador, membros do judiciário, deputados, delegado, membros do TCE que aprovaram as contas das prefeituras envoltas com a agiotagem, membro da CGU, causídicos, contadores de prefeituras que montavam os processos licitatórios, gerentes de bancos e ainda os demais agiotas do Maranhão. Pois esses figurões são tão criminosos quanto o assassino confesso do Décio Sá e os seus mandantes, se diferenciando apenas do calibre da condenação.

    Como se diz no jargão popular “barca afundada vai muito bem carregada”.

    Eita Maranhão velho! Ou terra de intermináveis escândalos!!!

    O Décio Sá foi um bravo homem que teve a coragem de denunciar essa súcia de malfeitores do dinheiro público. Que Deus o tenha.

    • Caio Hostilio disse:

      Meu amigo, Concordo com você, porém pelo organograma, verifica-se que chegar a todos é algo dão difícil e que precisaria de uma força de investigação bem maior do que a que nós temos…

  12. jj disse:

    Sinceramente, é muita viagem, porque não há qualquer critério objetivo pra montar esse organograma. Triste seu jornalismo. Tanto que não vai divulgar o presente comentário.

    • Caio Hostilio disse:

      Por que não? se uma viagem, então mostre como funciona, pois fiz esse organograma baseado nas matérias e nas colocações policiais… Se você tem melhores informações, faça o seu…

  13. Pingback: Retomo o organograma e volto a perguntar: até aonde já chegaram? | Caio Hostilio

  14. Pingback: Retomo o organograma e volto a perguntar: ate aonde ja chegaram? | Governo & Política

  15. Pingback: Informativo | Caio Hostilio

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog