Hildo Rocha ajudou aprovar PEC que eleva para 600 reais o Auxílio Brasil e beneficia taxistas, caminhoneiros e agricultores familiares

Publicado em   14/jul/2022
por  Caio Hostilio

O Deputado Hildo Rocha trabalhou pela aprovação do texto da PEC dos Benefícios (PEC 15/22), que permite ao governo aumentar o valor do Auxílio Brasil, para R$ 600 reais/mês, conceder ajuda financeira a caminhoneiros e taxistas, ampliar a compra de alimentos para pessoas de baixa renda e diminuir tributos do etanol. A estimativa é de que até o final do ano o governo utilize R$ 41,25 bilhões nessas ações.

Proposta beneficiará mais de 1 milhões de maranhenses
Durante os intensos debates acerca do tema, primeiro na Comissão Especial, depois no plenário da Câmara, Hildo Rocha defendeu com firmeza a aprovação da proposta por considerar que 18 milhões e 500 mil famílias serão beneficiados pela aprovação da PEC 15/2022.

“Mais de 18 milhões de famílias, em todo o País, necessitam urgentemente desse benefício. Só no Maranhão, Estado que represento aqui na Câmara dos Deputados, existem 1 milhão e 105 mil famílias esperando por essa decisão da Câmara para que elas possam receber, possivelmente já na próxima semana, o auxílio de R$ 600 reais. Os taxistas e os caminhoneiros do Brasil inteiro também aguardam ansiosamente a aprovação da matéria para receberem o auxílio para comprar combustível e, dessa forma, possam superar a grande crise pela qual estão passando”, argumentou Hildo Rocha.

Kit obstrução
O parlamentar maranhense foi contundente em relação aos colegas de parlamento que utilizaram inúmeros artifícios a fim dificultar a aprovação da proposta. Hildo Rocha salientou que o governo dispõe de recursos financeiros para bancar as despesas que serão geradas pela PEC em discussão.

“O Senado já fez o que era pra ser feito. Agora, nós, aqui na Câmara dos deputados, também precisamos fazer o nosso dever de casa. Temos que aprovar ainda hoje essa PEC porque se trata de algo importante para os brasileiros, ela melhora o poder de compra de 18 milhões de famílias, vai zerar a fila de famílias que querem receber o auxílio Brasil, que hoje é algo em torno de 2 milhões de famílias que também serão beneficiadas. Quem recebe o auxílio gás agora receberá o valor integral. Os caminhoneiros e taxistas também serão beneficiados por isso que nós temos que fazer a nossa parte”, enfatizou Hildo Rocha.

Aprovação em dois turnos
A PEC do Estado de Emergência (PEC 15/22) já havia sido aprovada em primeiro turno e nesta quarta-feira (13) aconteceu a aprovação em segundo turno quando 460 parlamentares votaram pela aprovação da matéria. Apenas 17 votaram contra.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos