Mais uma vez, deputado Hildo Rocha denuncia precariedade das rodovias federais do Maranhão

Publicado em   11/ago/2021
por  Caio Hostilio

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, novamente o deputado federal Hildo Rocha cobrou providências do governo federal em relação à situação a que se encontram as rodovias federais instaladas no Maranhão.

O parlamentar deu ênfase à precariedade das BR’s-226, 222 e 135. “A BR-226, no trecho entre Presidente Dutra e Grajaú, está uma lástima, está muito ruim, a BR-222, que liga Miranda do Norte a Santa Inês, continua péssima, está cada vez pior. O trecho da 222, de entroncamento de Itapecuru Mirim até Chapadinha também ainda tem muitos buracos. A BR-135, que foi duplicada recentemente e que levou quase 1 bilhão de reais do povo brasileiro, está toda esburacada, precisando ser restaurada”, comentou Hildo Rocha.

Pedido ao General Santos Filho, diretor-geral do DNIT 

Hildo Rocha solicitou ao diretor do Dnit, General Santos Filho, providências em relação aos problemas denunciados. “Sei que o General Santos Filho é bem-intencionado. Também reconheço que, em parte, as dificuldades são decorrentes dos cortes no orçamento do Dnit que são promovidos pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes. Entretanto, acredito que V.Exa. dispõe de meios para pelo menos amenizar, em curto espaço de tempo, os casos mais graves”, argumentou o parlamentar.

Histórico de lutas em defesa das rodovias federais do Maranhão 

Desde que assumiu o mandato de deputado federal, em fevereiro de 2015, Hildo Rocha tem trabalhado em prol de melhorias das rodovias federais do Maranhão. Frequentemente o parlamentar repercute, na Câmara Federal, a precariedade das rodovias federais do Maranhão; se reúne com Ministros da Infraestrutura e com diretores do Dnit e denuncia a situação na tribuna da câmara e na imprensa.

Além dessas ações, o deputado Hildo Rocha, juntamente com outros parlamentares da bancada maranhense, lutou e conseguiu dotação orçamentária para a conclusão da duplicação da BR-135 e a duplicação da BR-010, no trecho urbano da cidade de Imperatriz.

Ainda como resultado da luta do deputado Hildo Rocha em defesa das rodovias federais que atravessam o Maranhão, em julho de 2016, parlamentares integrantes da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, da Câmara dos Deputados, realizam visita à sede estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para fiscalizar as obras de duplicação da BR-135.

Luta intensificada, esperança renovada 

Em março de 2019, no início do governo do presidente Bolsonaro, Hildo Rocha liderou movimento que culminou com a visita do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, ao canteiro de obras da BR-135, seguida de reunião na Superintendência do Dnit, em São Luis. Nascia naquela ocasião a esperança de que depois de anos sem a devida atenção finalmente as rodovias federais do Maranhão seriam inclusas entre as prioridades do governo federal. Não foi dessa vez.

Gastos serão fiscalizados pela Câmara e TCU 

Mas, Hildo Rocha não desanimou, o parlamentar se mantém firme na trincheira de lutas em prol de melhorias das estradas federais. Em abril deste ano, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara aprovou proposta do deputado Hildo Rocha que determina a fiscalização das obras feitas na BR-135. A auditoria será concluída em breve.

Obra de péssima qualidade consumiu mais de meio bilhão de reais 

Hildo Rocha quer fazer um pente fino na aplicação de aproximadamente 500 milhões de reais, que foram investidos na duplicação do trecho entre o Estreito dos Mosquitos até a cidade de Bacabeira que em poucos meses após ter sido entregue para a população já apresentava graves problemas. Hildo Rocha entende que a péssima qualidade da obra é uma forte evidência de que houve desperdício de recursos públicos e corrupção.

Obra se arrasta há quase uma década 

A duplicação da BR-135 foi iniciada em setembro de 2012, dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com previsão inicial para ser concluída em 2014. Mas, o cronograma não foi cumprido. Segundo o Dnit, o descumprimento do prazo aconteceu em decorrência de modificações no cronograma de execução da obra, devido à importação de material, ao atraso no repasse de recursos e a períodos intensos de chuva.

Bancada federal assegurou recursos financeiros 

No que se refere à questão orçamentária, Hildo Rocha e demais deputados destinaram emenda impositiva de Bancada assegurando assim dinheiro suficiente para a continuidade das obras. Sanados os problemas que emperravam o andamento da obra, o Dnit anunciou novo prazo para a entrega da obra: abril de 2017. Novamente o órgão não cumpriu o prometido.

Assim, a duplicação da BR-135 virou novela sem fim. Não por falta de interesse dos deputados e senadores maranhenses; não por omissão dos parlamentares federais; não por falta de interesse e do esforço do deputado Hildo Rocha, parlamentar que inegavelmente tem trabalhado com afinco a fim de contribuir para a concretização de um dos projetos mais relevantes para a economia do Maranhão.

Hildo Rocha cobra, fiscaliza, denuncia e ajuda a criar as condições necessárias para a conclusão da obra, faz o que tem que ser feito. Mas, há uma barreira que impede a conclusão do empreendimento. Essa barreira se chama DNIT.

https://youtu.be/cFFyluzsV8o

http://hildorocha.com.br/site/mais-uma-vez-deputado-hildo-rocha-denuncia-precariedade-das-rodovias-federais-do-maranhao/

https://bit.ly/3ABPkgV

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos