Prefeito Eduardo Braide acompanha vacinação de adolescentes de 12 anos contra a Covid em São Luís

Publicado em   06/ago/2021
por  Caio Hostilio

Nesta sexta-feira (6), São Luís atingiu mais um marco importante na Campanha de Vacinação contra Covid-19, ao imunizar adolescentes de 12 anos, tornando-se a primeira capital a ter vacinado todas as faixas etárias da população adulta, a partir de 18 anos, e adolescentes, de 12 a 17 anos. A capital se aproxima de 1 milhão de doses de vacinas aplicadas. O prefeito Eduardo Braide acompanhou o atendimento no Centro Municipal de Vacinação – Sebrae.

“São Luís foi a primeira capital a vacinar toda a sua população adulta, a partir de 18 anos, e agora se torna também a primeira capital a vacinar adolescentes a partir dos 12 anos. Neste momento de retomada das aulas presenciais, esta é uma medida fundamental para garantir a segurança de toda a comunidade escolar, as famílias, professores e alunos. Além disso, com a ampliação do público vacinado reforçamos o combate à variante delta do novo coronavírus. Agora vamos reforçar a campanha de vacinação da segunda dose e, claro, fazer as novas chamadas necessárias para quem perdeu a data da vacinação”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Para vacinar os adolescentes de 12 anos foram disponibilizados oito postos de vacinação do total de nove abertos pela Prefeitura. Em todos os eles o movimento foi intenso com mães, pais e outros responsáveis levando filhos, netos, irmãos ou sobrinhos para tomar a primeira dose do imunizante Pfizer, único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no público de 12 a 17 anos, após estudos comprovarem a eficácia e segurança do imunizante.

Alívio

O momento da aplicação da primeira dose foi de ansiedade para os novinhos e de alívio para os pais. Na casa da estudante Daniele Alessandra Pinto Pimenta apenas ela ainda não tinha se vacinado. “Eu estava muito ansiosa para me vacinar logo. Agora todos estamos vacinados na minha família. Meus pais tomam a segunda dose ainda esse mês e eu vou esperar o dia da minha”, comentou.

 A vacina trouxe mais tranquilidade para o pai da jovem, o porteiro Carlos Augusto Pimenta. “Nada melhor do que ver nossos filhos protegidos, ainda mais agora que ela deve voltar para a escola. É mais segurança para todos”, disse.

Outro novinho que não perdeu a oportunidade de se vacinar foi Pablo Henrique Braga dos Reis. “Lá em casa estava todo mundo só esperando a Prefeitura chamar quem tem 12 anos. Quando vi no Instagram avisei logo mamãe para a gente vir”, afirmou.

 Capital da Vacina

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em São Luís foi iniciada dia 19 de janeiro. Com planejamento e organização, a imunização avançou com celeridade e em pouco mais de seis meses a capital tomou a dianteira nacional já tendo vacinado 98% da população adulta em geral, a partir de 18 anos, e agora também os adolescentes de 12 a 17 anos.

Em maio, após a confirmação de um caso da variante delta do novo coronavírus em um tripulante de um navio fundeado na Baía de São Marcos, o prefeito Eduardo Braide solicitou doses extras de vacina para a capital, sendo atendido pelo ministro Marcelo Queiroga, que visitou a cidade.

Com as novas doses foi possível iniciar a vacinação em massa da população adulta, encerrada dia 22 de junho, quando foi feita a chamada para a faixa etária de 18 anos. A partir de 13 de julho, os adolescentes começaram a ser convocados à medida que doses da vacina Pfizer eram distribuídas para a capital.

Ao longo da campanha quase 1 milhão de doses já foram aplicadas em São Luís, somando as primeiras e segundas doses das vacinas Coronavac, AstraZeneca e Pfizer, além da dose única do imunizante Janssen.

Próximas etapas

Com a vacinação dos adolescentes de 12 anos sem comorbidades, a Prefeitura de São Luís se prepara para as próximas etapas da campanha de vacinação contra Covid-19.

“Nossa prioridade será a vacinação dos retardatários tanto entre os adolescentes quanto os adultos. Vamos fazer as repescagens para aqueles que não conseguiram se vacinar por não conseguirem sair a tempo do trabalho ou por terem outro compromisso no mesmo dia. Além disso, muitas estavam gripadas ou contaminadas pelo novo coronavírus e foi preciso dar tempo para que elas se recuperassem. Todas estas pessoas serão convocadas novamente à medida que recebermos mais doses de vacina”, assegurou o prefeito Eduardo Braide.

Entre as próximas etapas da campanha também está a aplicação da segunda dose, que deve ficar mais intensa a partir das próximas semanas.

Lembrando que para se vacinar é preciso estar cadastrado na plataforma #VacinaSãoLuís. Quem ainda não se cadastrou deve acessar o endereço: https://saoluis.ma.gov.br/vacinasaoluis

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos