Emenda de Weverton cria programas para enfrentar crise hídrica

Publicado em   01/jul/2021
por  Caio Hostilio

O senador Weverton apresentou uma emenda à Medida Provisória que cria a Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (MP 1055/2021). A proposta prevê a articulação do governo federal, estados e municípios com o objetivo de implantar programas para enfrentar a crise de energia elétrica.
“Temos que trabalhar para que a população não sinta o impacto de uma crise hídrica que sempre reflete na conta de luz, que acaba ficando mais cara”, afirmou o senador.
De acordo com Weverton, é fundamental que os governos federal e estadual e os gestores municipais trabalhem juntos para que o Brasil não tenha que passar novamente por racionamento de energia.
“Precisamos estimular o uso consciente da energia, mas é importante que todos se articulem para evitar o risco de racionamentos, o que tem custos maiores e isso se reflete nas conta de luz e pesa no bolso das famílias brasileiras”, explicou.
Para o parlamentar, é necessário que todos se articulem para proteger o consumidor.
“Itens essenciais como, por exemplo, o gás, não param de subir. Reajustar os serviços básicos em um momento de crise como este é complicado. As pessoas estão na luta para colocar comida na mesa, imagina a dificuldade de pagar aumento de conta de luz. Muita gente perdeu renda com a pandemia. Temos que ter sensibilidade com isso”, declarou.
A MP 1055/2021, que cria a Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, tem o objetivo de estabelecer medidas emergenciais para a otimização do uso dos recursos naturais e para o enfrentamento da atual situação de escassez de água, na tentativa de garantir a continuidade do suprimento eletroenergético no país. O texto está em análise no Congresso Nacional.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos