Então, a culpa pela falta de oxigênio em Manaus é do presidente da república

Publicado em   15/jan/2021
por  Caio Hostilio

Virou uma pouca vergonha a politicalha no Brasil, cujos politiqueiros e seus emissários na mídia não passarem de fdp!!! Haja vista que culpar o chefe do executivo federal pelas cagadas administrativas de um gestor municipal é brincar com os ditames da Constituição Federal, que reza claramente a independências das três instâncias governamentais: Federal, Estadual e Municipal, assim como as três instâncias do Poder Legislativo.

Por outro lado, o STF deu total poder aos estados e municípios para controlar,  conter, comprar e até mesmo praticar as mais canalhas corrupções com o dinheiro enviado pelo governo federal nessa pandemia.

A responsabilidade pela falta de oxigênio em Manaus é do prefeito, que não soube gerir a coisa pública.

Contudo, Arthur Virgílio Neto (PSDB), ex-prefeito de Manaus por dois mandatos (entre 1989-1992 e 2013-2020), criticou hoje o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), culpabilizando o chefe do Executivo estadual pela falta de oxigênio em unidades hospitalares do AM.
“Eu não estou vendo que falte oxigênio em nenhum outro lugar [do Brasil], mas está faltando em Manaus, está faltando no Amazonas”, disse Virgílio Neto em um vídeo publicado em seu perfil no Twitter.
Ora bolas!!! os politiqueiros e seus emissários na mídia acham que o presidente da republica é que deve controlar o estoque de todos os Estados e Municípios…
Vão se fdp assim lá na casa do c…

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog

Arquivos