Propostas no senso comum!!! Candidatos mostram desconhecimento de soluções para o transporte…

Publicado em   16/out/2020
por  Caio Hostilio

Por Marco D’Eça

E o pior de tudo e ver que tais candidatos não aceitam serem questionados criticamente, pois se acham os últimos biscoitos do pacote, como se fossem suprassumos da inteligência, mesmo tendo nenhum conhecimento da vida cotidiana daqueles que padecem diariamente com um sistema de transporte ultrapassado e que se tornou uma espécie de máfia em São Luís… 

Principal problema do eleitor em São Luís, a mobilidade urbana tem sido tratada de forma genérica e padronizada pelos principais postulantes à Prefeitura de São Luís, que demonstram pouco conhecimento do assunto

Duarte quer transformar os terminais de integração – estruturas caras e ultrapassadas – em espécies de shoppings de serviços, o que pode encarecer ainda mais o sistema, que carece de agilidade

Um dos problemas crônicos de São Luís, a mobilidade urbana, tem sido ignorada pelos principais candidatos a prefeito da capital maranhense.

E os que arriscam a falar do tema o fazem de forma genérica, demonstrando falta de conhecimento sobre o assunto.

O que dizer da proposta de Duarte Júnior (Republicanos), de transformar os terminais de integração em espécie de shoppings de serviços?

Os terminais são estruturas ultrapassadas, já desmobilizadas nas principais capitais do muindo, que apostam agora em serviços que garantam maior agilidade, como o Bilhete Único e novas plataformas de transporte.

Transformá-los em shoppings é encarecer ainda mais o setor.

Usado como exemplo por Eduardo Braide, o transporte em Teresina é um dos pontos críticos da gestão do prefeito Firmino Filho

Eduardo Braide (Podemos), por sua vez, apresentou a gestão da cidade de Teresina (PI) como exemplo do que pretende fazer no setor de transporte na capital maranhense.

O deputado certamente não tem a informação de que a principal crítica da população da capital piauiense à gestão do prefeito se dá no setor de transporte urbano, considerado ruim.

Estrangulada há décadas, a mobilidade urbana na capital vem recebendo medidas paliativas ao longo do tempo.

A maior “inovação” em 25 anos – desde a instalação do primeiro terminal, em 1995 – foi a licitação na gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Mas nem isso resolveu os principais problemas de mobilidade, que requer novos corredores de transportes, novas modalidades e maiores investimentos em infraestrutura.

Mas esse debate os candidatos preferem fazer de conta que não existe…

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog