Na mira também!!! Em delação, ex-secretário de Saúde diz que governador em exercício participava de desvios

Publicado em   26/set/2020
por  Caio Hostilio

Investigado: o governador em exercício Cláudio Castro é alvo da PGR. Ele nega a acusação

Em seu acordo de delação premiada, o ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos afirmou que o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano (PT-RJ), deixou claro em uma conversa que parte dos R$ 100 milhões doados pelo Legislativo para o combate ao coronavírus seria desviada a partir de um esquema de transferência de valores a prefeituras do interior, sob a influência dos deputados da Casa. O dinheiro da propina seria, de acordo com Edmar, dividido com o então vice-governador, Cláudio Castro, que substituiu Wilson Witzel no cargo, e com o ex-secretário estadual da Casa Civil André Moura (PSC), que hoje atua no escritório de representação do estado em Brasília.

Os detalhes estão no anexo 31 do documento. Nesse trecho da delação, Edmar conta que esteve no gabinete de Ceciliano para tratar do assunto.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog