Arquivo de março de 2020

Quem vencerá a corrida entre os estados pelo maior número de casos e mortes pelo coronavírus? A estratégia são anúncios negativos!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2020 - Sem Comentários

A luta para vencer está grande… De repente o número de casos subiu assustadoramente somente ontem (29) e o número de mortes cresceu, inclusive nos estados Nordestinos que anunciaram suas primeiras mortes… TUDO NO DOMINGO.

Nessa corrida para quem terá o maior número de casos e quantidade de mortes ficou difícil de superar São Paulo, que vem sendo seguido pelo Rio de Janeiro.

Vamos ver como se comportará as posições de hoje (30)… Quem anunciará mais casos e mortes, pois a mídia aguarda ansiosa para publicar.

Enquanto isso, os governadores mostrando suas ações tacanhas e medíocres, uma vez que não anunciam números de recuperação, pois o jogo continua se o isolamento deve ser vertical ou horizontal, esquecem que o povo espera são resultados positivos que possam trazer a recuperação de seus entes queridos infectados.

Por que esses mesmos governadores não falam sobre o uso do hidroxicloroquina no tratamento dos infectados… Isso não traz dividendos a essa corrida de casos e mortes!!!

Assistam ao vídeo:

Anúncio de aumento de casos, de mortes… Mas cadê os números de curados, caso tenha?

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2020 - 1 Comentário

Você vai aos principais site e emissoras de TV do Brasil, principalmente os quatrocentões, e nas redes sociais, e só ver aumento de casos do coronavírus e o aumento do número de mortos pela pandemia… Numa orquestração veloz!!!

Mas cadê o número de curados anunciado por esses meios de comunicação ou pelas autoridades? NÃO TEM???

De duas uma: Ou o sistema de saúde brasileiro é incompetente e medíocre, ou não possuem condições técnicas para a cura, levando a busca dos infectados as unidades hospitalares apenas para morrer, ou, ainda, por questões politiqueiras, que é bem curriqueira no Brasil…

Como não conseguem curar ninguém, chega-se a conclusão que todos que contraírem o coronavírus está condenado a morte no Brasil…

Em minha opinião, essa omissão sobre os curados, caso existam, está mais para o sistema politiqueiro do Brasil.

Os países europeus, USA e até a China dizem o número de curados…

Assistam ao vídeo!!! Alguém tem dúvida que nós somos manipulados por politiquices… Quanto maior número de morte houver fica melhor!!!

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2020 - Sem Comentários


Confiar a OMS é o mesmo que confiar nos bandidos que surrupiam os cofres públicos… Quando será que o povo deixará de se deixar se manipulado por àqueles que transformam suas vidas num verdadeiro pandemônio? Essa atitude a OMS deveria ser repudiada no Brasil, mas a mídia quatrocentona omite do povo, preferindo utilizar as politicalhas em suas editorias por ter perdido a mamata do dinheiro público… Os brasileiros são completamente desinformados da realidade!!!

Muda brasileiros e depois livrem o Brasil dessas artimanhas canalhas pelo jogo sujo pelo poder e da desinformação por conta da falta do dinheiro do contribuinte…

Só não enxerga quem não quer!!! Jornalista fala da manipulação covarde da “Globo”

Postado por Caio Hostilio em 29/mar/2020 - 1 Comentário

Por: José Aparecido Ribeiro – Jornalista / Licenciado em Filosofia – BH-MG
Globo manda às favas a ética jornalística e parte para o ataque a Bolsonaro, esquecendo-se da sua responsabilidade social, de que não é dona da verdade e nem da concessão que usufrui.
A Rede Globo de televisão deixou a ética jornalística de lado e parte para o ativismo político determinada a derrubar o Presidente Jair Bolsonaro. Colocou todo o seu arsenal tecnológico e humano a serviço de um massacre jamais visto na história de qualquer pais civilizado do ocidente. Tem a seu favor o Coronavírus e um confinamento obrigatório de uma população desprotegida intelectualmente, com baixos níveis educacionais, incapaz de fazer juízo crítico do que consome na frente da TV.
A guerra a Bolsonaro já não é mais velada, tornou-se escancarada e desproporcional, levando a uma inversão de papéis que atenta contra a democracia brasileira. A Globo não é dona dos destinos do país e nem da verdade, precisa de limites URGENTE. Na condição de jornalista não posso me furtar a manifestar repúdio a colegas que se prestam a fazer o jogo sujo da emissora em um momento de aflição e vulnerabilidade do povo e do próprio governo. Os profissionais que produzem o conteúdo da emissora perderam a noção de ética e razoabilidade.
As noticias manipuladas e contextualizadas de acordo com os interesses da direção da Globo passam pelas mãos de jornalistas sujeitos à códigos subliminares, a um juramento que precisa ser lembrado e honrado. Por ordem de superiores não deviam tripudiar de um presidente eleito democraticamente seja ele quem for. Não tenho procuração para defender Bolsonaro, acho que ele também precisa de limites, precisa ouvir os profissionais que ele confia, especialmente os da comunicação, porém o que estão fazendo é um desrespeito não só a ele, mas ao povo brasileiro.
A população vem sendo submetida a uma lavagem cerebral em um momento que a televisão desempenha papel estratégico de informação e de segurança nacional. Por acidente, acompanhei o Jornal Nacional desta quarta feira (25) e o que assisti me chocou como a milhões de brasileiros. Um espetáculo de sordidez inaceitável contra a imagem de um chefe de estado, sem direito ao contraditório.
Do inicio ao fim o Bolsonaro foi alvo de ilações, acusações e manipulação de informações que receberam recursos áudio visuais distorcendo a verdade para massacrar o presidente sem que ele pudesse se defender. Devo lembrar que a emissora entra na casa de 92% da população e que esta briga começou antes mesmo da posse, motivada pelos cortes em verbas publicitárias portentosas que a Globo sempre usufruiu em governos anteriores.
Porém, o resultado desse desentendimento ganha outros contornos na medida em que a veracidade do jornalismo na maior emissora do pais é corrompida. A Globo tem concessão pública e o dever de falar a verdade, sem manipulação ou artifícios no seu conteúdo jornalístico com propósitos descabidos. Se a Globo deixou de produzir noticias e passou a agir como um partido político, sua concessão precisa ser caçada imediatamente.
No rastro da canalhice produzida por profissionais do jornalismo, governadores mal intencionados como João Dória e Witzel estão se aproveitando, da mesma forma que políticos que nunca fizeram nada pelo país, como o garoto mimado David Alcolumbre e Rodrigo Maia, ambos sinônimos de oportunismo. A classe jornalística não pode se submeter a este papel.
As manifestações de Bolsonaro não são libelos, estão recheadas de oportunidades para seus adversários, mas não podem ser distorcidas ao bel prazer dos inimigos políticos e nem de editores interessados em chantagear o presidente e seus ministros. Com efeito, Bolsonaro tem defeitos, é humano, mas não se curva a chantagens de empresários da comunicação acostumados a usar e abusar do dinheiro público.
A ciência já mostrou que o vírus representa maior risco para pessoas com morbidades e idosos, mostrou tambem que COVID 19 não é ameaça para população economicamente ativa, e que se os cuidados de higiene forem tomados, a população não precisa deixar de trabalhar.
Para a Globo não é a saúde do povo brasileiro que importa, e sim a destruição do chefe da nação e dos sonhos de quem acredita nele apesar dos seus defeitos. Chega de CANALHICE, o Brasil é maior do que os interesses de uma emissora de televisão, tá na hora de um basta nessa perseguição covarde.

As projeções e comparações no senso comum só trouxeram pânico aos brasileiros!!! Vejam a curva mais baixa no Brasil que na Alemanha, Espanha e Itália

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários

O Ministério da Saúde divulgou hoje um gráfico que compara a curva de crescimento no número de contaminados pelo novo coronavírus do Brasil com Alemanha, Espanha e Itália em 15 dias após o centésimo caso.

A linha azul, mais grossa, representa o conjunto dos três países europeus, cuja população somada alcança cerca de 200 milhões, pouco menos que o número de habitantes no Brasil, representado pela linha verde.

Assistam ao vídeo!!! Lula aderiu ao Bolsonaro?

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários


Na verdade, Lula enxerga as movimentações políticas e sabe que a esquerda está fadada a perder as eleições em 2022 e que somente apoiando um candidato de centro-direita poderá fazer frente a Bolsonaro na corrida pela Presidência nas próximas eleições… Coisa que muitos ainda não conseguiram entender. Lula está naquela do bate e assopra!!! Já até conspirou com seu poste Haddad o impeachment aproveitando a onda coronavírus…

Por outro lado, observem que o próprio Bolsonaro deixou de lado os ataques ao PT, pois tem estudos e informações, assim como o Lula,  que apontam para esse caminho a ser seguido no Brasil.

Mas quem seria esse candidato de centro-direita ou da extrema direita para concorrer com Bolsonaro? Dória e Witzel estão detonados em seus próprios estados (SP e RJ). Luciano Huck não decola e é muito insosso… Rodrigo Maia é odiado pela maioria esmagadora dos eleitores brasileiros… Os que poderiam migrar para esse centro-direita, como Ciro Gomes, que já fora do PSDB, mostra desequilíbrio emocional e até o Haddad, mas ficaria sendo sempre o poste de Lula.

Como se ver, Lula já sabe o que tem que fazer, mas falta o nome… Enquanto isso, Bolsonaro vai jogando corretamente contra os possíveis adversários…

Caxias: Estão gerando Fake News para o mal da população!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários

Esse é um mal que assola a todos em Caxias, haja vista que estão se utilizando do nome do prefeito Fábio Gentil para a desinformação aos caxienses… COVARDIA E FALTA DE RESPEITO AOS MUNÍCIPES.
Na verdade, o Fake News atrapalha o trabalho e esforço de todos os profissionais da saúde que só pensam em uma coisa, salvar vidas! Enquanto se ver atos querendo atrapalhar.
Isso é gerar pânico e medo!!!

Então, como confiar nessas informações que geram pânico e medo? Governo de Brasília descarta primeira morte por coronavírus: “Desencontro de informações”

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários

O Governo do Distrito Federal negou neste sábado a informação sobre a primeira morte registrada pelo novo coronavírus em Brasília.

Segundo a Secretaria de Saúde de Brasília, houve um “desencontro de informações”.

A hipocrisia reina entre os seres humanos!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários

O que vemos nos dias atuais é a mentira cavalgar vestida de doce hipocrisia e a sinceridade? Despida e incompreendida. É como se comunicar com transparência fosse um crime, uma ousadia para quem tira as armaduras… Assim segue os seres humanos nessa vida terrena!!!

É eles estão errados? Muitos sociólogos e analistas definem os seus semelhantes como entidades passivas, como meras testemunhas do que acontece neste mundo. E observamos a hipocrisia reinar na política e nos demais ambientes onde os seres humanos alegam viver em harmonia… Quanta hipocrisia!!!

O silêncio mostra a passividade de muitos pelo cansaço!!! A hipocrisia chaga ao máximo quando vemos aqueles que defendem a igualdade, contundo, no seu íntimo desprezam os que não possuem os seus direitos e oportunidade… Esse é o mundo da utopia.

É certo afirmar que a hipocrisia supera até a mentira… Os seres humanos estão fadados a viver nesse mundo!!! Quantos convivem com a falta de honestidade, cujas seus semelhantes escondem suas próprias personalidades afim de exibe uma falsa nobreza e moral?

De fato você, leitor, conhece muitas pessoas com esses comportamentos.

Pobre ser humano que precisa ser hipócrita para sobreviver!!!

Quanta hipocrisia!!! O isolamento num país em que 31,1 milhões de cidadãos não têm acesso a água e 11,6 milhões vivem em imóveis impróprios?

Postado por Caio Hostilio em 28/mar/2020 - Sem Comentários

Eis que a hipocrisia toda conta!!! Como bem mostra o G1 , cuja reportagem diz que no Brasil a pobreza extrema, a falta de saneamento básico e a precariedade das moradias são desafios para conter a expansão do vírus. Mas os discursos hipócritas tentam abafar esses dados e ainda querem fazer comparações com países de primeiro mundo.

Há dois pontos fundamentais que indicam as dificuldades do país no enfrentamento à pandemia do coronavírus:

  • 31,1 milhões de brasileiros (16% da população) não têm acesso a água fornecida por meio da rede geral de abastecimento; 74,2 milhões (37% da população) vivem em áreas sem coleta de esgoto e outros 5,8 milhões não têm banheiro em casa.
  • 11,6 milhões de brasileiros (5,6% da população) vivem em imóveis com mais de 3 moradores por dormitório, o que é considerado adensamento excessivo.

Os números sobre condições de habitação são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outra pesquisa, a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) de 2018, também do IBGE, mostra que o país tem 13,5 milhões de pessoas na pobreza extrema (vivendo com até R$ 145 por mês).

“Temos tido um avanço [no saneamento básico], mas é muito pequeno, principalmente em relação à água tratada, cuja oferta está estagnada há mais ou menos dez anos. O que o país tem investido em água tem coberto apenas o avanço demográfico, a expansão das cidades – mas não consegue atacar o déficit”, afirma ele.

O Ministério da Saúde já considera que há transmissão comunitária do novo coronavírus em todos os estados brasileiros. Isso significa não é possível rastrear qual a origem da infecção – e que o vírus circula entre pessoas que não viajaram para fora do país nem tiveram contato com quem esteve no exterior.

“Como é que vai lavar as mãos se não tem água em casa?”, questiona o presidente do Trata Brasil.

Édison Carlos destaca que mesmo em lugares com abastecimento de água tratada muitas vezes recebem fornecimento é intermitente, ou seja, a população não conta com água tratada em tempo integral. Segundo ele, faltam dados precisos para informar exatamente quantos domicílios brasileiros recebem água tratada 24 horas por dia, sete dias da semana, sem interrupção.

Sem água tratada o tempo inteiro

A casa da recepcionista Carla Ponce no Grande Recife está há dias sem água, e a família teme o avanço da Covid-19 no estado — Foto: Arquivo pessoal

A casa da recepcionista Carla Ponce no Grande Recife está há dias sem água, e a família teme o avanço da Covid-19 no estado 

A recepcionista Carla Ponce, moradora do bairro do Mauriti, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, é uma dessas pessoas sem acesso a água tratada em tempo integral. Ela não tem água nas torneiras de casa desde a sexta-feira (20). Os pratos e as roupas se acumulam, mas a principal preocupação é a higienização dos moradores da residência.

“Eu tenho um reservatório, mas está com menos de dois palmos. Estamos mais preocupados por causa da pandemia que está acontecendo”, afirmou… Contudo, isso é diferente no resto dos Estados?

Em Camaragibe, também no Grande Recife, a babá Ana Cláudia Santos enfrenta o mesmo cenário.

“É desesperador, porque eu não posso deixar a minha filha para buscar água, e tenho que reaproveitar a água do banho dela para tomar banho ou para dar descarga”, diz ela, que é mãe de uma menina de 3 anos com um tumor cerebral e está sem água em casa há 13 dias.

Reservatório de água da recepcionista Carla Ponce, que sofre com falta de água no Recife — Foto: Arquivo pessoal

Reservatório de água da recepcionista Carla Ponce, que sofre com falta de água no Recife

Desigualdade social e regional

Édison Carlos, do Instituto Trata Brasil, chama a atenção para o fato de que a população mais vulnerável social e economicamente é, também, a que enfrenta maior escassez de saneamento.

“São pessoas que moram nas periferias das grandes cidades, em favelas, áreas de invasão, áreas rurais, no semiárido”, disse.

Considerando dados do IBGE, dos cerca de 5,8 milhões de brasileiros que não têm banheiro em casa, 4,7 milhões são pretos ou pardos – e 4 milhões não têm sequer o ensino fundamental completo.

O Nordeste – que até terça-feira (24) tinha 16% dos casos confirmados de coronavírus do país – tem a maior quantidade de gente sem fornecimento de água: são mais de 11 milhões de pessoas (37% de toda a população que não tem acesso à água).

Já o Sudeste – que tem 58% dos casos de Covid-19 – tem índices melhores de saneamento básico, mas, ainda assim, são perto de 7 milhões de pessoas sem água (21% de toda a população brasileira sem fornecimento de água) e mais de 10 milhões sem coleta de esgoto (14%).

Condições de saneamento básico por regiões
Número de pessoas (em mil) que moram em regiões com oferta de saneamento básico por tipo de condição.
Sem banheiro em casaSem água tratadaSem coleta de esgotoNorteNordesteSudesteSulCentro-Oeste010k20k30k40k
Fonte: IBGE

Levando-se em conta apenas a população que não tem banheiro em casa, 60% vive na Região Norte do país – são 3,5 milhões de pessoas nesta condição. No Nordeste, estão 1,9 milhão, no Sudeste cerca de 250 mil e no Sul 22 mil.

No estado de São Paulo, onde está concentrado o maior número de casos de Covid-19, são cerca de 33,4 mil pessoas vivendo em casas sem banheiro. Isso representa 0,1% de toda a população do estado, estimada em 45,5 milhões.

“É muita gente, por se tratar do estado mais rico do país, com uma das maiores e melhores empresas de água e esgoto do mundo, que investe sozinha um quarto do que o Brasil investe em saneamento”, afirmou o presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos.

NA VERDADE, TODOS ESSES BRASILEIROS ESTÃO FADADOS A TODO TIPO DE DOENÇAS E VÍRUS!!! 

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos