Shopping do Camelô de Caxias deve ser entregue em abril para felicidade dos vendedores ambulantes…

Publicado em   20/jan/2020
por  Caio Hostilio

O secretário de Indústria e Comércio, João Antônio, acompanhado do presidente do Sindicato dos Vendedores Ambulantes de Caxias, Paulo Henrique, e de um agente de desenvolvimento da Sala do Empreendedor, está dando continuidade à 1ª etapa de visitação ao Centro Comercial junto aos vendedores ambulantes, que vivem a expectativa da inauguração do Shopping da Gente. Em breve eles vão sair das ruas e vão ocupar um local digno e com comodidade para a clientela, melhorando a organização do comércio local.

“Eu já trabalho há 22 anos aqui no meio da rua. Mas nosso prefeito está trabalhando para entregar o nosso shopping. Estamos esperando, o prefeito passou aqui e disse que não vai demorar para entregar. Com fé em Deus vai dar tudo certo”, frisa Robson Rodrigues, vendedor ambulante.

“A gente espera que seja o mais breve possível a nossa ida para o shopping. Ali é muito bom porque é em frente à Caixa, e esperamos que as vendas aumentem. A gente espera que as pessoas não venham para o local de onde a gente está saindo”, disse a vendedora Eunilde Conceição.

“Aqui nós ficamos na chuva, lá é melhor porque não tem que mudar todo dia, está tudo no lugar certo. Eu trabalho aqui desde 1973, mas eu acredito que vão melhorar as vendas. Eu estou confiante que vou ganhar o meu box lá”, disse Maria das Graças, vendedora ambulante

Durante as visitas, todos estão sendo convidados a se formalizarem junto à Sala do Empreendedor de Caxias. O Shopping da Gente vai contar com 4 andares e 5 lajes e vai beneficiar quase 300 famílias que hoje ocupam as ruas do Centro de Caxias com 283 boxes, sendo 25 destes para lanchonetes na praça de alimentação e uma doca para dois caminhões. Os trabalhos no shopping seguem a todo vapor para que neste primeiro semestre seja entregue aos caxienses.

“Sabemos que com o início da construção do shopping a cidade encheu de camelôs, então muita gente acha que colocando uma barraca na rua vai pra lá, não é assim.  A visita é para que a gente faça a revisão de quem realmente está trabalhando, de quem realmente está exercendo suas funções, e conscientizar os que não são cadastrados para que possam se cadastrar, para que eles se organizem, para que a classe esteja organizada. Orientamos também aqueles que não são microempreendedores individuais que possam ir à Sala do Empreendedor e procurem a Secretaria de Indústria e Comércio, para que quando eles cheguem ao shopping tenham outra visão, porque a visão é de crescimento”, afirma Paulo Henrique, presidente do sindicato.

“Nós estamos iniciando um trabalho corpo a corpo, visitando todos eles para sentir a realidade deles,e a expectativa para ir ao Shopping da Gente. A ideia é entregar a obra lá para o mês de abril, então nós estamos com este cronograma transmitindo para eles que não são formalizados colocarem em prática a formalização para que quando eles chegarem lá tenham crédito e capital de giro e possam tocar o seu negócio com satisfação. Eles vão ter um espaço físico com maior conforto, vão sair da rua, vão atender os seus clientes com maior conforto”, afirma o secretário João Antônio.

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog