Gilmar Mendes alerta os réus da Lava Jato como agir daqui pra frente!!! Enquanto que a Polícia Federal suspeita de ação orquestrada

Publicado em   12/jun/2019
por  Caio Hostilio

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 23.10.2017: O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, assinou nesta segunda-feira (23) convênio com o governo do Estado para compartilhamento dos dados da Secretaria da Segurança Pública para reforçar o cadastramento dos eleitores por meio da impressão digital, a chamada biometria. O ato ocorreu na Ala Residencial do Palácio Piratini na presença do governador José Ivo Sartori, o vice-governador José Paulo Cairoli, e os secretários César Schimer e Maria Helena Sartori. Após a assinatura e o almoço, Gilmar Mendes concedeu entrevista à imprensa. Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Gilmar Mendes disse à imprensa que provas ilícitas podem ser usadas para absolver condenados.

A frase dele foi a seguinte: “Se amanhã uma pessoa tiver sido alvo de uma condenação, por exemplo, por assassinato, e aí se descobrir por uma prova ilegal que ela não é autor do crime, se diz que em geral essa prova é válida.”

  Publicado em: Política

Deixe uma resposta

Busca no Blog