Arquivo de maio de 2019

É brincadeira!!! O CNJ quer que juízes respondam a pesquisa de Dias Toffoli sobre uso de redes sociais e que tudo ficará sigiloso, mas a senha é o CPF do juiz!!!

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

5.0.2

O CNJ é uma graça: continua a mandar emails para juízes que ainda não responderam à pesquisa sobre como usam as redes sociais. Tudo para abastecer o grupo de trabalho criado por Dias Toffoli, para controlar o uso das redes por togados.

No email, o CNJ garante que as informaçōes coletadas serão “mantidas em absoluto sigilo” e que os participantes não serão identificados. Mas o acesso à pesquisa deve ser feito por meio de uma senha que é o CPF do juiz.

Não estariam buscando como os juízes estão agindo como pessoas físicas em suas páginas nas redes sociais?

Não seria uma forma de censura?

Informações de oantagonista

Neto Evangelista e Duarte Junior em embate por projeto…

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Após ser provocado por seguidores do deputado Duarte Junior nas redes sociais, o deputado Neto Evangelista reafirmou em sua página seu compromisso com a Defensoria Pública, em especial com o núcleo no Itaqui-Bacanga, além de afirmar que o seu projeto foi copiado pelo deputado Duarte Júnior.

Vale ressaltar que o deputado Duarte Junior já fora denunciado por seus pares por copiar projetos.

O deputado Duarte Junior, após responder o deputado Neto Evangelista nas redes sociais, procurou hoje (20) o comitê de imprensa para expor sua opinião sobre esse imbróglio e não deixou de alfinetar o deputado Neto Evangelista, que preside a CCJ. Segundo Duarte Junior, diversos de seus projetos em prol da coletividade estão engavetados na Comissão de Constituição e Justiça e que o seu projeto sobre o controle dos preços dos combustíveis foi relatado – indicado pelo presidente Neto Evangelista-, pelo deputado Fernando Pessoa, que é dono de posto de gasolina, o resultado foi à inconstitucionalidade… (UMA RAPOSA TOMANDO CONTA DO GALINHEIRO?)

Com certeza é o reflexo da disputa pela Prefeitura de São Luís.

Congresso Nacional: A renovação inútil

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Por: Celso Tracco

Há apenas seis meses, festejávamos jubilosos a renovação do Congresso Nacional que saiu das urnas em 07/10/2018. Afinal, a eleição daquele ano mudou os componentes da Câmara dos Deputados em quase 50% e o Senado Federal em estratosféricos 85%, de 54 cadeiras em disputa, apenas oito foram de senadores reeleitos. Que maravilha, pensamos!

Finalmente a população brasileira cansada de tantos mensalões, “petrolões”, dinheiros em malas, em cuecas, em caixas de papelão, em contas no exterior, em falcatruas diárias, tinha eliminado por meio do voto as velhas e ordinárias “ratazanas” que, durante vários mandatos, apenas vilipendiaram o erário público, legislando de acordo com seus interesses pessoais. E os interesses do povo, perguntávamos aos “velhos” políticos. Ora, o povo que se dane, afinal, povo deve apenas ser explorado, como sempre foi, demonstravam aqueles por meio de seus atos. Mas agora a velha política tinha sido varrida, como nunca havia acontecido na história deste país! O povo mandou seu recado, as ruas rugiram. Tremei políticos, assim pensávamos. Pela exemplar via democrática, os “maus” foram afastados e os eleitos irão se comportar de modo diferente. Correto?

Ledo engano. Passados três míseros meses de atuação do “novo” Congresso, o que vemos? As mesmas práticas de sempre. Os deputados e senadores legislando de costas para os interesses do povo e pensando em si ou nos interesses corporativistas. Alguns poucos exemplos:

  • Qual o real interesse em retirar o COAF do Ministério da Justiça e passar para a Economia?
  • Qual o real interesse em rearticular parlamentares para modificar a Medida Provisória que extinguiu o Imposto Sindical?
  • Por que a chamada “Lava-Toga”, o Lava-Jato de setor Judiciário, não anda e, em contrapartida, o STF estende a imunidade parlamentar aos deputados estaduais?
  • Por que todos, ou quase todos, afirmam que a Reforma da Previdência é fundamental para o retorno ao crescimento sustentável da economia, mas ficam colocando obstáculos para negociarem ou chantagearem o Executivo, em troca de seu voto?

Lamentavelmente, constatamos que nada mudou. Velhos, novos e seminovos políticos, com raríssimas exceções, não querem abrir mão de seus privilégios, de suas maracutaias, de suas aposentadorias. Parece que, basta tomar posse, e tudo muda para pior. Esquecem a civilidade, a honradez, o desejo e as necessidades da população. É como uma praga, uma doença suprapartidária. O problema é que o resultado dessa política não afeta os privilegiados e sim os mais necessitados, empobrecendo ainda mais suas vidas. Estamos nos tornando um país de miseráveis, enquanto dezenas de milhões não têm acesso a esgoto, altos “servidores” públicos se banqueteiam com lagostas e vinhos raros entre outros desatinos. O que fazer para eliminar essa praga? Depende do que queremos para nossas vidas: continuar sendo lacaios de farsantes e corruptos ou assumir nossas responsabilidades em uma sociedade democrática. Afinal em uma democracia quem tem o poder é o povo. Ou não vivemos em uma democracia?

Lula apaixonado e quer se casar…

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

O ex-presidente Lula está apaixonado e a namorada é socióloga, mora em Curitiba e trabalha em Itaipu Binacional há 16 anos.

Rosângela da Silva, apontada como namorada de Lula

Segundo a revista “Época”, é com Rosângela da Silva que o petista planeja se casar assim que sair da prisão.

Os dois se conheceram nos tempos das Caravanas da Cidadania e são amigos desde então. O namoro começou há mais de um ano, de acordo com o colunista, antes de o ex-presidente ir para a cadeia.

Por outro lado, Lula confirma que está apaixonado e pretende deixar a cadeia para se casar.

Assim agem os representantes do povo!!! Congresso usa Coaf para se vingar da Lava Jato

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Por oantagonista

O Centrão e a esquerda usam o Coaf para se vingar de Lava Jato, diz o editorial de O Globo.

“Só há uma justificativa lógica, plausível, para tal esforço multipartidário que se desenvolve há três meses entre algumas lideranças partidárias no Congresso: enviar uma mensagem política de vingança ao ex-juiz Sergio Moro, ministro da Justiça, e a todos os agentes responsáveis pelas investigações que desvendaram um ciclo de crimes na política.

Até o mês passado, a Lava Jato havia produzido 285 condenações, com sentenças que somavam mais de 3 mil anos de prisão. O número de réus ultrapassou 600, e os valores ressarcidos ao Estado superaram R$ 13 bilhões. Os resultados nesses cinco anos traduzem de forma cristalina a mensagem de mudança, reafirmada nas urnas por uma sociedade enfadada com o predomínio de práticas viciadas na vida política nacional.

Usar a pauta legislativa para vinganças contra o Judiciário é absurdo. É, também, um contrassenso, porque boa parte do acervo de provas determinantes das condenações na Lava Jato teve origem em colaborações premiadas dos próprios líderes políticos envolvidos, réus confessos do PT, Progressista, PR, MDB, PSDB e o DEM, entre outros partidos.”

Império em ruínas: Faustão anuncia fim do Domingão

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Na noite de ontem (19), o apresentador Fausto Silva revelou que seu programa está com os dias contados.

O fim do maior programa de entretenimento da Rede Globo está próximo.

Durante o quadro Arquivo Confidencial, Fausto declarou o seguinte:

“O dia que o programa acabar – e esse dia não está longe – eu revelo os verdadeiros bastidores do arquivo confidencial” disparou.

Em pouco mais de 1 ano, a emissora já perdeu os principais âncoras do jornalismo brasileiro (Evaristo Costa, Willian Waack, Alexandre Garcia, Sérgio Aguiar, Carla Vilhena e outros)

Galvão Bueno e Cléber Machado tiveram os salários reduzido em mais de 50%.

A audiência do GloboNews sofreu uma redução preocupante nos últimos meses.

De acordo com dados da Kantar Ibope Media, o canal informativo da Globosat viu seus números despencarem pelo quarto mês consecutivo.

O império está afundando!

Andrea Murad filia-se ao PSDB e foi indicada para compor o Secretariado Nacional do PSDB Mulher

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

A ex-deputada estadual, Andrea Murad, aceitou o convite feito pelo presidente da Executiva Estadual do PSDB, senador Roberto Rocha, e filiou-se ao partido tucano nesta última sexta-feira, 17. Ela teve a ficha abonada pelo vice-presidente da legenda no estado, Clodomir Paz, na sede do PSDB, no Calhau.

O ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, estava presente no ato de filiação. Na quinta, 16, ele deixou o Patriotas e também filiou-se ao PSDB.

Segundo o diretório estadual do partido, por todo o conjunto e histórico de vida pública, a ex-deputada Andrea Murad já foi indicada para compor o Secretariado do PSDB Mulher Nacional.

Em missão na Ásia deputado Hildo Rocha defende expansão de parceria comercial do Brasil com o Vietnã e a Indonésia

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Com o objetivo de expandir o intercâmbio comercial entre o Brasil e países do continente asiático, o deputado Hildo Rocha, Diretor de Relações Exteriores da Frente Parlamentar da Agropecuária, participa de encontros e reuniões oficiais com membros dos governos do Vietnã e da Indonésia. A agenda de trabalho do parlamentar maranhense no continente asiático teve início no Vietnã, onde Rocha foi recebido pelo ministro da Agricultura, Xuan Cuong.

“Atualmente a balança comercial entre o Brasil e o Vietnã registra um déficit de quase quatrocentos milhões de dólares. Assim sendo, o esforço que o governo federal, através do ministério da Agricultura Pecuária e Alimentos, está realizando, com a finalidade de ampliarmos as vendas de produtos brasileiros para o Vietnã é muito importante. Essa tese ficou ainda mais evidente ao longo dos debates que realizamos durante as reuniões com membros do governo vietnamita. Há muito espaço para aumentarmos as vendas de produtos de forma recíproca”, explicou Hildo Rocha.

Também participam da missão no Vietnã, liderada pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, os deputados Alceu Moreira (RS), Presidente da Frente Parlamentar da agropecuária; Aline Sleutjes (PR); Beto Rosado (RN); Domingos Sávio (MG); José Silva (MG); Luíza Canziane (PR), Roberto Pessoa ( CE) e Marcelo Aro (MG).

Mercado promissor

Rocha destacou que o incremento do comércio entre o Brasil e o Vietnã terá um ganho adicional. “Além de melhorarmos a nossa balança comercial, o Vietnã poderá ser a porta de entrada do Sudeste asiático para a produção brasileira, conforme defendeu o Ministro dos Negócios do Vietnã, Lê Quoc Doanh.

Carne bovina e frangos

De acordo com Hildo Rocha, há grande possibilidade de que a partir deste ano o Vietnã aumente o volume de compras de carne bovina e de frangos do Brasil. “Temos imensa capacidade para atender a demanda de bois vivos. Atualmente o Vietnã compra apenas da Austrália, mas o Brasil tem as mesmas condições oferecidas por esse país”, destacou o deputado.

Principais produtos que o Vietnã vende para o Brasil

Borracha; calçados; têxteis; baterias; telefones e circuitos integrados, entre outros. Aquele país pretende incrementar a venda de pescados e camarão vietnamita para o Brasil.

Principais produtos que o Brasil vende para o Vietnã

Milho; farelo de soja; carne de frango e aviões. Os vietnamitas têm interesse em comprar alguns produtos agrícolas como frutas, soja em grão e carnes. Os vietnamitas também demonstraram interesse em aumentar as compras de equipamentos agrícolas e aviões do Brasil.

Vantagens para o Brasil

Hildo Rocha ressaltou que o Brasil é o 21º parceiro comercial do Vietnã. “Em 2018 o Brasil vendeu para o Vietnã apenas 2,2 bilhões de dólares e comprou 2,5 bilhões de dólares. Nossas vendas, no período de 12 meses, representam pouco menos de 2% do total importado pelo Vietnã. Podemos conquistar pelo menos 5% desse mercado nos próximos três anos. Significa passar para 12 bilhões de dólares. Isso é possível e representa geração de divisas e criação de empregos no Brasil e para os vietnamitas produtos com preços melhores e de excelente qualidade”, afirmou o parlamentar.

Parceria com a Embrapa

Considerando que o clima do Vietnã é semelhante ao do Brasil, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina propôs uma parceria envolvendo a Embrapa, estatal brasileira de inovação tecnológica detentora de eficientes tecnologias de desenvolvimento agropecuário.

Café

Brasil e Vietnã são os maiores produtores de café do mundo. Os dois países juntos produzem 70% de toda produção mundial. Durante a reunião com o governo vietnamita os deputados brasileiros propuseram a constituição de uma associação entre Brasil e Vietnã para cooperação da produção e do comércio de café.

Trinta anos de relações diplomáticas e novos mercados 

Ainda como parte da agenda oficial preparada pela diplomacia dos dois países a comitiva brasileira participou da solenidade comemorativa aos 30 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e o Vietnã. A programação foi composta por políticos, culturais e comerciais.

Hoje e amanhã, os deputados brasileiros e a Ministra da Agricultura participam de eventos públicos na cidade de Jacarta, capital da Indonésia, outro provável grande parceiro comercial do Brasil no continente Asiático.

Militares já estudam do uso do Artigo 142 da Constituição para conter as presepadas do Congresso Nacional e do STF

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

Cresce no meio militar a preocupação com ações dos poderes Legislativo e Judiciário supostamente para ‘colocarem água’ no chopp de Jair Bolsonaro. Em outras palavras, há um movimento detectado por diferentes setores para tentar desestabilizar o governo.

Essa preocupação foi manifestada em grupos de WhatsApp pelo major-brigadeiro Jaime Rodrigues Sanchez, neste fim de semana. Ele voltou a citar uma ‘sucuri de duas cabeças’, representada “pelo Supremo Tribunal Federal e Congresso Nacional”, que “tramam e apertam seu abraço letal” em torno do presidente.

Depois de lembrar que o Supremo ‘é a casa da Mãe Joana’ e o Congresso Nacional ‘um covil de Ali Babá e seus quase 594 ladrões’, o militar denuncia “uma trama diabólica” capaz de promover “o desmonte de um projeto (do presidente Jair Bolsonaro) que quer beneficiar 60 milhões de brasileiros”.

Jaime Sanchez acusa a grande mídia de patrocinar esse golpe. “Os grandes veículos estão falidos e não mais mamam nas tetas do governo”, acusou. O objetivo, segundo o militar, é desviar a atenção, criando fakes news onde os alvos são o presidente, seus parentes e o próprio governo.

“Enfiam-nos (os veículos da grande mídia) em nossas goelas notícias requentadas e distorcidas; temas controvertidos, incompatíveis com a moral das famílias tradicionais; apologia ao sexo, exibindo cenas envolvendo idosos, crianças e homossexuais; vulgarização do tráfico de drogas e exaltação à corrupção, apresentados em horários inclusive infantis”, pontua o major-brigadeiro.

Na interpretação do militar, “a estratégia dessa verdadeira máfia multi corporativa tem como ponto de partida impedir que o governo concretize suas promessas de campanha, desgastando a imagem de austeridade e anulando a expectativa de mudanças nos destinos do País”.

Jaime Sanchez cita como exemplos de alvos preferidos a reforma da previdência, a reestruturação do Estado e o projeto anticrime, encaminhados à Câmara dos Deputados. “Em contraposição, o governo tem adotado diversas medidas periféricas, visando o desaparelhamento da máquina, a poupança de recursos e a desarticulação dos esquemas de corrupção das instituições públicas”. Ainda assim, adverte, “essas medidas podem vir a ser obstadas no Congresso ou na Justiça”.

No texto que circula entre militares de alta patente, Jaime Sanchez considera como segundo passo dessa ‘ação nefasta’ a inviabilização do orçamento de 2019. “Querem reduzir as perspectivas de receita, através do esvaziamento da reforma da previdência e da reestruturação do Estado, bem como o incremento das despesas, com a aprovação do orçamento impositivo, elevando os gastos obrigatórios a 97% do total do orçamento”.

Com essa estratégia, continua o major-brigadeiro, querem desgastar a imagem do presidente com cortes de verbas para setores essenciais da sociedade e, como objetivo maior, forçar o governo a ultrapassar o limite de gastos permitidos, infringindo a lei de responsabilidade fiscal, o que abriria caminho para a instauração de um processo de impeachment contra Jair Bolsonaro”.

Jaime Sanchez também adverte para a iniciativa do PT de apresentar uma proposta de Emenda à Constituição destinada a impedir a assunção definitiva do vice-presidente (Hamilton Mourão) em caso de vacância do cargo. A situação fica ainda mais grave, enfatiza o major-brigadeiro, quando a base aliada e alguns outros elementos “comportam-se como o incrível exército de Brancaleone”. São, diz o militar, totalmente desarticulados ou inexperientes no jogo da política, “facilmente contaminados com a peste vermelha”.

Em sua análise, o major-brigadeiro salienta que a conjuntura caminha rapidamente para uma situação insolúvel, “uma vez que o presidente e sua equipe estão praticamente ilhados, à mercê da grande rede corporativa formada por políticos, juristas, empresários, intelectuais e funcionários públicos que irão agir unicamente interessados em preservar seus privilégios a qualquer custo, pouco importando o interesse daqueles que os elegeram e pagam seus vultosos salários”.

A persistir esse quadro, encerra Jaime Sanchez, a única saída será as Forças Armadas lançarem mão do Artigo 142 da Constituição Federal. O texto diz, resumidamente, que os militares poderão, sob a autoridade do presidente da República, interferirem para o bom desempenho dos poderes da República (Executivo, Legislativo e Judiciário) para “colocarem ordem na casa e atenderem aos anseios da sociedade.

O Congresso Nacional corrupto quer impor um parlamentarismo de negociatas, tendo o citado em diversos atos de corrupção, Rodrigo Maia, como primeiro ministro…

Postado por Caio Hostilio em 20/maio/2019 - Sem Comentários

A que ponto chegou o Brasil, cujas práticas da politicalha apoiada por partidos famintos por dinheiro público quer comandar as ações governamentais de forma espúria e, assim, transformar o presidente da república numa espécie de Rainha da Inglaterra… É como bem disse o ex-presidente José Sarney em sua entrevista ao Correio Braziliense, Leiam aqui.

Querem controlar o orçamento, deixando o Executivo sem operacionalidade… O orçamento nas mãos de corruptos!!! Contudo, os famintos por dinheiro público estão ientes de que, na atual conjuntura, uma emenda para implantação do parlamentarismo seria um golpe num presidente eleito e com tão pouco tempo de mandato, o Congresso vai levar adiante outras medidas. A primeira delas é só votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 depois de aprovar o orçamento impositivo para emendas de bancada. A medida serviria para deixar todo o orçamento de investimentos nas mãos do Legislativo, sem muita margem de manobra para que o Executivo elencasse seus projetos prioritários na proposta orçamentária do ano da eleição de vereadores e prefeitos. Sobrará para o Poder Executivo, nesse caso, cuidar das “despesas da casa”, ou seja, salários dos empregados do poder público, aposentadorias, pensões, dívidas e fazer a “feira” com muita parcimônia.

Querem um parlamentarismo informal, tendo o citado por diversas em ações de corrupção, Rodrigo Maia como primeiro ministro. Por isso, a agenda política vem sendo tocada pelo Legislativo. O Executivo fica à mercê de decisões tomadas no Congresso. O poder é exercido por esse primeiro-ministro informal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com apoio de uma base própria, o conjunto de partidos que se convencionou chamar de Centrão, mais os aliados governistas.

O Brasil está na bancarrota e o povo inerte diante da jogada espúria de um Congresso corrupto!!!

Busca no Blog