Aumentar impostos é um erro grave dos gestores públicos brasileiros…

Publicado em   05/dez/2018
por  Caio Hostilio

Na maioria das vezes em que gestores públicos se aventuraram com voracidade aumentar os impostos se viu num paradoxo, haja vista que os aumentos visando maior arrecadação trouxe  um resultado contrário aos anseios… O Maranhão já viu esse filme!!! Aumentou o ICMS do mercado varejista, cujo resultado foi o fechamento diversas portas, deixando o desemprego e o monopólio controlado pelo Grupo Mateus.

Na verdade, o gestor público brasileiro não resiste à tentação de fazer do aumento de impostos política permanente. Em vez de combater os velhos vícios do desperdício e do inchaço da máquina pública e enfrentar os privilégios do poder público, prefere-se sacrificar o contribuinte. Não à toa, temos a maior carga tributária entre todos os países.

É certo afirmar que aumentar tributos é solução enganosa. Tiro que pode sair pela culatra. A fórmula utilizada encobre o furor arrecadatório.

Por isso, essa experiência de aumentar os impostos já apresentou por diversas vezes uma recessão acentuada, fechamento de frentes de trabalho, a aceleração do desemprego e da renda.

A recuperação fiscal deve primeiramente cortar os privilégios, combater desperdícios, diminuir os gastos com a folha de pagamento, economizar com alugueis e cortar o consumo desnecessário, tais como: contratos de locação de veículos, de aviões, de helicóptero e prestações de serviços onerosas.

Sabe-se que gestores públicos e seus aliados não gostam desses cortes, mas essas são as melhores alternativas… Sacrificar o contribuinte em detrimento de privilégios é algo asqueroso!!!

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Publicidade

Busca no Blog