E agora? Os fominhas das benesse$ dadas por Flávio Dino seguirão de acordo com os rumos do Centrão?

Publicado em   19/jul/2018
por  Caio Hostilio

Os loucos por benesses dadas com o dinheiro do contribuinte maranhense terão que tomar rumo de acordo com as decisões dos superiores das respectivas legendas… Essa trupe sem se importar com os maranhenses queriam apenas as benesse$ dadas com o dinheiro do contribuinte…

Embora sem representantes na reunião, o PR chancelou o acordo para apoiar Alckmin…

Uma das principais resistências à aliança com o tucano foi vencida, a do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). Ele foi convencido a desistir de Ciro Gomes (PDT) por seus rompantes e incompatibilidade ideológica, especialmente depois de uma conversa entre economistas dos dois grupos.

O bloco, formado por DEM, PP, Solidariedade, PR, Avante, PRB e PHS sugeriu Josué Alencar (PR) para a vice na chapa. Alckmin não demonstrou resistência, ao contrário, disseram participantes.

O tucano se encontrou em uma casa nos Jardins com o presidente do DEM, ACM Neto, Rodrigo Maia, os deputados Paulinho da Força (SD-SP) e Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Marcos Pereira (PRB), e Luís Tibé (Avante-MG).

Segundo relatos, o presidenciável tucano se comprometeu a estudar uma forma de compensar o fim do imposto sindical de forma a garantir a sobrevivência dos sindicatos.

Outro ponto a ser ainda trabalhado são os palanques estaduais, sendo Minas Gerais o principal foco de atenção.

O DEM havia dado legenda para Rodrigo Pacheco se lançar ao governo mineiro. Com a aliança, precisa redefinir a chapa, já que PSDB tem o ex-governador Antonio Anastasia como pré-candidato.

A recondução de Maia na presidência da Câmara está subentendida no acordo, disseram líderes do bloco.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Publicidade



Busca no Blog