Arquivo de fevereiro de 2018

Saindo na frente!!! Assembléia Legislativa do MA acaba com auxílio-moradia…

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

Num principio ético e moral, a Assembléia Legislativa do Maranhão, através do projeto legislativo do presidente Othelino Neto (PCdoB), põe fim ao auxílio-moradia.

Essa atitude do Legislativo Maranhense deveria ser seguida pelos outros poderes, pois assim veríamos o respeito com os gastos utilizando o dinheiro do contribuinte.

Poderia ser até legal, porém é imoral, pois conceder o auxílio-moradia de R$ 2.850 não condiz com aquilo que se espera dos que gerem a coisa pública.

A decisão do deputado e presidente Othelino Neto é salutar e digna de aplausos pelos contribuintes e, principalmente, ser seguida pelos demais poderes, que utilizam de artifício para aumentar ainda mais os ganhos…

Estamos de olho!!!

Falácia Educacional!!! Escola digna com ensino/aprendizagem indigna é um atraso…

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

A gestão Flávio Dino vem alardeando nos quatro cantos do Maranhão a construção da tal “Escola Digna”, mas digna em quê? Na derrubada das paredes de taipa e do telhado de palha, para construir uma sala multisseriada de tijolo e telha de amianto? Isso é uma educação digna? Não!!! Pois cadê a qualidade no ensino/aprendizagem? Continua indigno!!! Apenas uma forma politiqueira de mostrar uma mudança ineficiente para a formação intelectual das crianças e adolescentes maranhenses.

Ora bolas!!! O fator primordial para se ter uma educação de qualidade se pauta no ensino/aprendizagem com qualificado, cuja importância está numa linha pedagogia adequada, na formação continuada do professor e, principalmente, no afastamento de salas multisseriadas, que acumula alunos de todo o ciclo do ensino fundamental menor.

O ensinamento que na sua prática busca a melhoria social e intelectual dos seus alunos, não existe numa sala multisseriada.

As dificuldades em aprender ler e escrever numa sala multisseriada é uma das dificuldades do professor, tornando-se necessário um resgate no processo de ensino/aprendizagem, haja vista que essas classes multisseriadas são salas com alunos de diferentes idades e níveis educacionais.

As classes multisseriadas trazem dificuldade para a atividade docente: como trabalhar em uma sala extremamente heterogênea contemplando todos os alunos, independente do nível de conhecimento de cada um. E é nesse ambiente, que o professor tem dificuldades de realizar atendimento individual aos estudantes e planejar as aulas de quatro séries iniciais do Ensino Fundamental para uma mesma turma.

Portanto, que acabem com ações paliativas, que não trazem os resultados desejados para a educação – politicamente traz através das propagandas mentirosas -. O certo é construir centros educacionais em determinas localidades e transportar os alunos pelo transporte escolar adequado…

Isso sim é investir em educação de qualidade…

A maioria dos estados do Nordeste já deu fim a essas salas multisseriadas… Quando será a vez do Maranhão?

 

“Continuarei a favor da fiscalização do dinheiro público”, diz deputado Wellington em reunião com presidente do TCE e do MP ao falar sobre PEC 02/2018

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

Na manhã desta segunda-feira (26), o deputado estadual progressista Wellington do Curso se reuniu com o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Caldas Furtado, e com representante da Procuradoria Geral de Justiça, promotor Márcio Tadeu.  O objetivo foi também tratar sobre a Proposta de Emenda à Constituição – PEC 02/2018, que tramita na Assembleia Legislativa do Maranhão. A PEC cria limites para a atuação do Tribunal de Contas do Estado no caso da edição de normas que tenham força de lei.

Na ocasião, o deputado Wellington deixou claro que seu posicionamento permanecerá em defesa da fiscalização.

“Na Assembleia Legislativa, o meu posicionamento é um só: pela fiscalização. Se querem limitar a fiscalização por parte do TCE, não contarão comigo. Sob a perspectiva formal, a PEC é inconstitucional. Não há o que se discutir quanto a isso. Em relação ao quesito material, eu continuarei a favor da fiscalização dos recursos públicos. A população maranhense merece respeito e precisa saber como é aplicado ou gasto o dinheiro público”, disse Wellington.

Marcial defende instalação de posto da PRF próximo de reserva indígena

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

Natural de Grajaú, no centro-sul do Maranhão, o vereador Marcial Lima (PEN) demonstrou preocupação com a localização de um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) a ser instalado na BR-226, que dá acesso à região.

Ele sugere a alteração do projeto técnico, para que o referido posto seja montado em um ponto mais próximo à reserva indígena Canabrava, que abriga membros da etnia Guajajaras. Segundo ele, com a mudança, a PRF teria mais condições de combater a alta criminalidade ao longo da rodovia e nos municípios por ela interligados.

O vereador lembra que não é de hoje que a região centro-sul luta por um posto da PRF para combater ações criminosas na BR-226. “Agora, depois de vários anos de espera, o posto pode sair, mas será instalado a uma certa distância da Reserva Canabrava, local de maior incidência de assaltos na região”, observa.

Segundo Marcial, a instalação do posto em um trecho mais próximo à reserva resultaria em um combate mais efetivo à bandidagem. “Nossa campanha é aproximar o trabalho da polícia no enfrentamento à criminalidade”, ponderou.

Ação de Hildo Rocha proporcionará abastecimento de água em oito comunidades indígenas

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

Do compromisso ao início da concretização foi vapt-vupt. Em apenas seis meses o deputado federal Hildo Rocha conseguiu viabilizar a liberação de recursos que serão aplicados na construção de oito sistemas de abastecimento de água em comunidades indígenas de Barra do Corda, Grajaú, Itaipava do Grajaú e Jenipapo dos Vieiras. O compromisso foi firmado durante reunião de trabalho do deputado com os indígenas na Aldeia Coquinho no mês de agosto do ano passado.

A ordem de serviço foi assinada pelo Secretário Nacional de Saúde Indígena, Marco Antônio Toccolini, sexta-feira (23), durante evento que aconteceu em Jenipapo dos Vieiras na presença de representantes dos municípios beneficiados, de autoridades da região e caciques das aldeias que serão beneficiadas.

Hildo Rocha ressaltou que as obras irão beneficiar mais de dois mil indígenas. “Os projetos foram feitos pelo Dsei do Maranhão e já estavam prontos desde 2014, mas não foram executados por falta de recursos. Levei a demanda ao presidente Michel Temer que atendeu a nossa solicitação e liberou os recursos. Os serviços serão iniciados imediatamente”, destacou o parlamentar.

“Em menos de seis meses, estamos fazendo aquilo que prometemos. Estamos realizando atos substanciais como há muito tempo o Dsei (Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena) não conseguia fazer porque estava praticamente abandonado. Mas graças ao apoio do deputado federal Hildo Rocha e do presidente Michel Temer hoje temos o Maranhão com muito mais atenção, mais cuidados, e muitos investimentos do governo federal”, destacou Toccolini.

“O deputado federal Hildo Rocha tem olhado para Jenipapo dos Vieiras e para toda a região. Em nome da população de Jenipapo, em nome dos indígenas, agradeço ao deputado e ao presidente Michel Temer que também está contribuindo para tornar possível a liberação dos recursos que serão aplicados na perfuração de poços nas aldeias Maçaranduba e Mairi, no nosso município”, disse Moisés Ventura.

“É mais um testemunho que estamos dando da nossa capacidade de trabalho. Para nós, é uma satisfação muito grande estar aqui participando desse evento na companhia do prefeito Moisés Ventura; da vice-prefeita Clerismar, dos vereadores e demais lideranças não apenas com discursos, mas com ações em benefício dos povos indígenas da nossa região”, enfatizou o empresário e líder político Aristides Milhomem.

Participaram do ato; o deputado  Hildo Rocha; o Secretário Nacional de Saúde Indígena; Marco Toccolini, o Coordenador do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (Disei/MA), Alexandre Cantuária; o prefeito de Jenipapo dos Vieiras, Moisés Ventura; a vice-prefeita, Clerismar Fernandes; os ex-prefeitos Jean e Chiquinho Almeida; vereadores de Jenipapo dos Vieiras de Grajau e de Barra do Corda.

O empresário e líder político de Barra do Corda, Aristides Milhomem também participou do ato que contou ainda com a presença de lideranças das comunidades indígenas e políticos da região.

Associação de Policiais Militares se manifesta sobre o caso em que o deputado Cabo Campo teria agredido a mulher…

Postado por Caio Hostilio em 27/fev/2018 - Sem Comentários

Confirma abaixo:

ASSOCIAÇÃO DAS ESPOSAS, FAMILIARES E AMIGOS DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DO MARANHÃO 

São Luís, MA 26 de fevereiro de 2018.

A ASEFAPBM- MA, vem se manifestar publicamente contraria aos atos de violência doméstica praticados contra às mulheres, segundo as Leis e demais Decretos vigentes no País (Lei 11.340/2006; Lei 13.104/2015; Lei 10.778/2003; Lei 12.015/2009; Lei 12.845/2013; Lei. 13.285/2006; Resolução nº 1/2014; Dec. Lei nº 2.848/40, Art. 226 da CF; Dec. Nº 89.460/84, etc.), principalmente quando a violência parte daqueles aos quais foram eleitos para protegerem os direitos dos cidadãos, para poderem viverem em uma sociedade harmoniosa, mediante a elaboração e execução das Leis e demais Decretos, garantindo assim, o respeito à dignidade da pessoa humana, e da garantia das suas relações jurídicas e sociais. No caso especifico, a violência foi praticada contra uma esposa de policial militar, e sendo este, um representante que ocupa um lugar na Assembleia Legislativa, e por isso, o caso se torna mais grave, sendo assim, merece todo o nosso apoio na cobrança da apuração da referida denúncia, com total rigor, e que tal caso sirva de exemplo para os demais violadores dos Direitos Humanos das Mulheres.

É com TRISTEZA, INDIGNAÇÃO e DECEPÇÃO, que diante dos fatos divulgados nos diversos meios de comunicação, que pedimos, a apuração dos fatos já divulgados nas redes sociais, e assim pedimos, a que todos os órgãos de defesa das mulheres e dos Direitos Humanos, venham a se manifestarem a respeito de tais denúncias, por isso pedimos a Comissão de Direitos Humanos da OAB, Promotoria Especializada da Mulher, Delegacia Especializada da Mulher, Assembleia Legislativa e o Conselho Maranhense dos Direitos Humanos, que apurem as denúncias já veiculadas a que dizem respeito ao Deputado Cabo Campos.

Declaramos apoio incondicional a todas às mulheres vítimas de violência doméstica, principalmente as esposas de policiais militares, sendo que as leis foram criadas para todos os cidadãos, não é porque fulano ou sicrano, são do judiciário, legislativo ou executivo, que estão acima da lei, e se encontram impunes aos mecanismos de defesa dos Direitos Humanos da sociedade.

Josilene de Jesus Medeiros

Presidente da ASEFAPBM-MA

(Associação das Esposas, Familiares e Amigos dos Policiais e Bombeiros Militares do Maranhão).

Prazo para adesão ao Refaz encerra na próxima quarta-feira (28)

Postado por Caio Hostilio em 26/fev/2018 - Sem Comentários

Diante do cenário de crise econômica instalada em todo o país e as dificuldades financeiras que os cidadãos estão passando, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), lançou, no ano passado, o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís (Refaz). Com a iniciativa, os contribuintes têm a oportunidade de negociar seus débitos com o fisco com descontos de até 100% nos juros e multa e facilidade no parcelamento. Os interessados em negociar débitos têm até a próxima quarta-feira (28) para aderirem ao programa e desfrutar dos benefícios.

Até esta data, os contribuintes poderão negociar débitos de natureza tributária e não tributária em até 48 vezes com descontos proporcionais ao parcelamento. Somente em janeiro deste ano, durante o período da última prorrogação do programa, que foi até 31 de janeiro, a Semfaz registrou quase 1.300 adesões de contribuintes com débitos mobiliários e imobiliários.

De acordo com o titular da Semfaz, Delcio Rodrigues, o Refaz é uma oportunidade para os contribuintes ficarem em dia com o fisco municipal. A arrecadação será investida em diversas áreas em toda capital. “Com o Refaz, os contribuintes podem quitar seus débitos com o fisco com descontos e facilidades, o que beneficiará a ambas as partes”, destacou o secretário.

RESULTADOS

O empresário André Gomes é um dos contribuintes com débitos com o fisco municipal que aproveitou a vigência do Refaz para aderir ao programa. O proprietário de uma loja de pneus, com a negociação, obteve 100% de desconto de juros e multas do seu débito e efetuou o pagamento a vista, do valor inicial de sua dívida.

“Em um momento como o que estamos vivendo atualmente, de dificuldades financeiras em todas as áreas, é muito bom saber que a Prefeitura de São Luís está preocupada com o contribuinte a ponto de prorrogar o Refaz para que o cidadão possa pagar suas dívidas com desconto”, afirmou o empresário.

No ano passado, desde o lançamento do programa, no período entre 14 de fevereiro a 31 de dezembro, a Fazenda Municipal registrou cerca de 21 mil adesões ao Refaz. Com o total arrecadado durante esse período, a Prefeitura de São Luís realizou diversos investimentos na capital e prevê a continuidade de ações nas áreas da saúde, educação, infraestrutura, limpeza urbana, cultura, turismo entre outras.

Para aderir ao Refaz, o contribuinte com débitos com o fisco, tem até o dia 28 de fevereiro para procurar um dos postos de atendimento da Semfaz, localizados na sede do órgão – Avenida Kennedy, n° 1455, Bairro de Fátima; no posto do Viva (antigo Casino Maranhense) – Avenida Beira Mar, S/N, ou na Procuradoria Fiscal (direcionado aos cidadãos com débitos já inscritos em dívida ativa).

SAIBA MAIS

Documentos necessários para adesão
– Pessoas jurídicas – Contrato social da empresa, número do CNPJ, carteira de identidade e CPF dos sócios (se houver) e um responsável para assinar o contrato.

– Pessoas Físicas – Cópia de documentos pessoais – Carteira de Identidade e CPF.

Formas de parcelamento
– Pagamento à vista – desconto de 100% nos juros e multas;
– Parcelamento em até 6x – desconto de 80% nos juros e multas;
– Parcelamento de 7x a 12x – desconto de 60% nos juros e multas;
– Parcelamento de 13x a 24x – desconto de 40% nos juros e multas;
– Parcelamento de 25x a 36x – desconto de 20% nos juros e multas;
– Parcelamento de 37x a 48x – desconto de 10% nos juros e multas.

Postos de Atendimento
– Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz) – Avenida Kennedy, no° 1455, Bairro de Fátima; de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h;

– Viva – Avenida Beira Mar (antigo Casino Maranhense); de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h;

– Procuradoria Fiscal – Rua do Sol, nº 83, Centro – Aos cidadãos com débitos inscritos em dívida ativa, atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h.

Fugindo do debate no campo das idéias!!! Adriano Sarney e Rogério Cafeteira quase chegam a sair no braço…

Postado por Caio Hostilio em 26/fev/2018 - Sem Comentários

Hoje (26), no expediente final, quando o deputado Adriano Sarney estava respondendo ao deputado Rogério Cafeteira, exatamente aos ataques mútuos no campo familiar – nada a ver sobre um suposto déficit de R$ 1 bilhão do governo Flávio Dino -, foi concedido um aparte ao líder Cafeteira, coisa que deu continuidade aos insultos mútuos e terminando num bate-boca, coisa que quase leva a luta corporal.


A turma do deixa disso conteve os dois. A deputada Andrea Murad segurou o deputado Rogério Cafeteira, enquanto Wellington do Curso e alguns Policiais Militares seguraram o deputado Adriano Sarney.

Contudo, a briga continuou já fora do plenário, mas não chegaram às vias de fato…

Mas o que interessa de fato é que o debate no campo familiar não condiz com aquilo que se espera dos representantes do povo, haja vista que o contribuinte quer saber se de fato o governo Flávio Dino tem um déficit de R$ 1 bilhão.

Até agora nenhum convenceu se existe o não esse déficit…

Que o debate seja no campo das idéias, num ambiente democrático, com argumentações e dados convincentes…

Quanto aos insultos, principalmente familiares… Deixa pra lá!!!

Melhor não comentar.

Deputado Wellington discutirá sobre acessibilidade e mobilidade urbana da pessoa idosa

Postado por Caio Hostilio em 26/fev/2018 - Sem Comentários

As 1ª e 2ª promotorias do idoso realizarão, na próxima terça-feira (26), importante audiência pública para tratar sobre acessibilidade e mobilidade urbana da pessoa idosa no Maranhão. Os promotores Augusto Cutrim e Esdras Soares foram, pessoalmente, à Assembleia Legislativa e convocaram o deputado estadual progressista para participar da audiência.

“A audiência pública sobre a acessibilidade e mobilidade urbana da Pessoa Idosa tem com fundamentos os princípios a vida e a liberdade de ir e vir. Visa diagnosticar com base em dados concretos a situação de quatro eixos: sinalização e faixa de trânsito, calçamento, transporte público (garantia dos assentos, parada de ônibus, formação dos motoristas. Será realizada uma escuta da sociedade e Poder Público, a partir da criação de núcleos com envolvimento universitários de engenharia, arquitetura, economia e ciências contábeis, inicialmente, para apresentação de propostas”, esclareceu o Dr.Augusto Cutrim.

Sobre a audiência, o deputado Wellington, de imediato, aceitou o convite para a discussão e destacou a relevância da temática.

“Sabemos que são vários os casos em que os idosos são impossibilitados de trafegarem livremente, seja por falta de sinalização, seja pela falta de educação no trânsito ou, até mesmo, impaciência de muitos condutores. Na semana passada, recebemos o caso de uma senhora que caiu em um ônibus porque o motorista simplesmente ‘arrancou’ o veículo. Infelizmente, esse caso não é exceção e o Poder Público precisa agir. Por isso, parabenizo a iniciativa das promotorias de promoverem essa discussão e, desde já, coloco-me à disposição para fazer o que for possível, no âmbito do legislativo”, afirmou o deputado Wellington.

A audiência pública acontecerá nesta terça-feira (27), às 9 horas, no auditório da OAB/MA.

Waldir Maranhão esperava o quê de Flávio Dino?

Postado por Caio Hostilio em 26/fev/2018 - Sem Comentários

Ora bolas!!! Waldir Maranhão foi usado naquela patacoada na Câmara dos Deputados para tentar salvar a combalida e medíocre gestão de Dilma e achou que poderia dá as cartas no Maranhão, seja com apoio do ex-presidente Lula ou do governador Flávio Dino… Faltou credibilidade política e capacidade em se colocar como um político sério e responsável com o destino do país.

Aí depois vem com a história mirabolante de que votou contra a intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro, isso para mostrar que seguiu as palavras soltas e ineficientes do governador Flávio Dino… Não aprendeu nada, nadica de nada!!!

Nada do que for dito por Waldir Maranhão será levado a sério. É apenas uma piada sem graça… Virou comédia pelo Brasil afora.

Que lute muito, muitoooo mesmo, por uma reeleição à Câmara dos Deputados, isso sem acenos do Palácio dos Leões.

Que Waldir Maranhão se sinta agraciado com as fotos tiradas com Lula e com Flávio Dino… Faça delas seus cartazes de campanha!!! Olhas algumas sugestões nesse post.

Publicidade

Busca no Blog