Após o corte de R$ 2 milhões no recurso da saúde de Caxias por Dino, Fábio Gentil vai a Brasília recuperar o dinheiro perdido

Publicado em   15/mar/2017
por  Caio Hostilio

Depois que o governo Flávio Dino e Humberto Coutinho partiu para a perseguição à gestão de Fábio Gentil, cortando R$ 2 milhões nos recursos da saúde, sem nenhum critério técnico, deixando, com isso, a UPA e a Maternidade numa situação de penúria, Gentil buscou ajuda no governo federal.

O prefeito Fábio Gentil por diversas vezes esteve na Secretaria de Saúde do Estado, onde encontrou dificuldades para que repusessem os recursos retirados.

Diante disso, o prefeito buscou a bancada senatoria do Maranhão em Brasília, que de imediato marcou uma reunião no Ministério da Saúde.

Hoje (15), Fabio Gentil e os três senadores maranhenses: João Alberto, Edison Lobão e Roberto Rocha estiveram no gabinete do Ministro da Saúde Ricardo Barros, para expor a situação de Caxias e Imperatriz.

O foco principal da reunião foi a recuperação dos recursos retirados pelo governo Flávio Dino.
Fábio Gentil, em vídeo, fala da preocupação dos três senadores com a situação que se encontra a saúde de Caxias e Imperatriz.

O prefeito informou que Caxias como pólo atende mais de 50 municípios e que por isso jamais poderia ser penalizado pelo governo do Estado.

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, garantiu que analisará e avaliará, em caráter de urgência, os problemas e que resolverá.

O senador Roberto Rocha chamou essa perseguição de “doença política”…

Que sirva de exemplo aos prefeitos maranhenses!!!

  Publicado em: Governo

Uma comentário para Após o corte de R$ 2 milhões no recurso da saúde de Caxias por Dino, Fábio Gentil vai a Brasília recuperar o dinheiro perdido

  1. João Luiz Pereira Tavares disse:

    (…) E o assunto de Greve Geral no Brasil??!!

    ¿¿¿¿PARALISAÇÃO GERAL em Belo Horizonte????
    rsssssssssssssss.

    A paralisação geral prevista para quarta-feira (15) deixou muito belorizontino em dúvida, já que o movimento afetararia diversos serviços, como mê trô, a educação, a saúde e a limpeza. Afinal, os ônibus também vão ficar na garagem durante o Dia Nacional da PARALISAÇÃO GERAL?

    NÃO.

    Atenção! Ônibus circularam normalmente em BH ontem; BHTrans promete reforço.

    O PeTê [e Satélites] são de um atraso astronômico!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos