Notícias

Publicado em   14/mar/2017
por  Caio Hostilio

Flavio Dino discrimina população, afirma Hildo Rocha

Em pronunciamento dirigido aos prefeitos que participaram de seminário promovido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim (Codevasf), nesta segunda-feira (13), o deputado federal Hildo Rocha criticou o governo Flavio Dino pela forma discriminatória com que o governante comunista trata a população maranhense, motivado por questões políticas. “O governo do Estado deveria fazer como a Codevasf, que trata a todos com respeito. Infelizmente o governo Flavio Dino pune a população por causa da opção política dos seus líderes,” afirmou Hildo Rocha. Organizado pela 8ª Superintendência Regional, o Seminário “A Codevasf e os Municípios”, reuniu prefeitos; secretários municipais; técnicos; assessores; consultores; vereadores e presidentes de associações.

O encontro, realizado no auditório Neiva Moreira (Assembleia Legislativa do Maranhão), teve como objetivo, mostrar aos gestores as ações e investimentos realizados pelo órgão, no Estado do Maranhão, e instruir acerca dos procedimentos necessários para a obtenção de benefícios por meio de emendas parlamentares. Participaram do evento a presidente da instituição, Kenia Marcelino; o diretor de Infraestrutura Hídrica Marco Aurélio Diniz; o superintendente estadual da Codevasf no Maranhão, Jones Braga; o senador Roberto Rocha; os deputados federais: Hildo Rocha (PMDB), José Reinaldo (PSB); Juscelino Filho (DEM); Waldir Maranhão (PP); Wewerton Rocha (PDT), Zé Carlos (PT) e Pedro Fernandes (PTB). Os deputados estaduais Antônio Pereira (DEM); César Pires (DEM); Fábio Braga (SD); Graça Paz (PSL); Léo Cunha (PSC); Wellington do Curso (PP) Zé Inácio (PT); prefeitos; vice-prefeitos; vereadores; secretários municipais e o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão, Cleomar Tema. Hildo Rocha ressaltou que o projeto de lei de autoria do senador Roberto Rocha que propõe a inclusão de todos os municípios maranhenses no campo de atuação da Codevasf deverá ser votada ainda nesse primeiro semestre. “O projeto está na Comissão de Finanças e Tributação (CFT). Esta semana as comissões permanentes da Câmara voltam a funcionar, assim nós poderemos apresentar o nosso relatório acerca da proposta do senador que inclui outras bacias hidrográficas na área de abrangência da Codevasf. Depois de analisado na CFT a proposta seguirá para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Sendo aprovado na CCJ, seguirá para a sanção do presidente Michel Temer”, explicou o parlamentar. Quanto à questão do financiamento da saúde pública dos municípios, assunto que o presidente da Famem, Cleomar Tema, prefeito de Tuntum, questionou durante o pronunciamento que fez durante a abertura do seminário, o deputado Hildo Rocha lembrou que graças a uma ação parlamentar por ele realizada, no ano passado os recursos para a saúde pública do Maranhão tiveram um acréscimo de R$ 80 milhões o custeio da Média e Alta Complexidade (MAC). “Este ano, a bancada maranhense destinou mais R$ 30 milhões para o governo estadual repassar para ajudar as prefeituras nas despesas com saúde pública. Espero que o governo do Estado aplique corretamente, sem levar em consideração colorações políticas porque esses recursos são para atender a todos os maranhenses. A população não pode ser punida porque algum líder político tem opção ideológica diferente do governador”, enfatizou Hildo Rocha.

Junior Marreca clama em nome povo ao governo do Estado por hospital em Santa Luzia

O deputado Junior Marreca, da tribuna da Câmara dos Deputados, explanou a falta de uma unidade hospitalar pública no município de Santa Luzia, cuja prefeita eleita França e o seu vice Juscelino vêm lutando junto ao governo do estado para faça a aquisição do único hospital na cidade, que está alugado para prefeitura e na eminência de ser despejado pela falta de comprometimento da gestão anterior. Marreca pede, por favor, ao governador Flávio Dino que faça essa aquisição para o povo de Santa Luzia, visto que o município tem 80 mil habitantes sem que tenham uma assistência em saúde pública. Segundo Junior Marreca, a prefeita França está muito preocupada com a saúde de Santa Luzia, ainda mais com a ação de despejo e que, por isso, vem lutando junto ao governo do Estado para que seja efetuada a aquisição. O deputado Marreca garantiu emendas para que se estabeleça o setor de saúde do município, mas que é prioritária a compra da unidade pelo governo do estado. Junior Marreca, também, aproveitou a oportunidade para solicitar ao governo do Estado que convenie com os municípios de São Pedro da Água Branca, Itapecuru, Santa Luzia e Timbiras as recuperações das Estradas Vicinais, pois os pequenos produtores estão sofrendo para escoar suas produções. Marreca garantiu presença no dia 26 em Santa Luzia para as comemorações pela passagem do aniversário do município e que até lá espera que o hospital já esteja de posse da Prefeitura.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos