Cadê os R$ 2 milhões que era para está aqui? Dino cortou os recursos da Saúde de Caxias e população vai as ruas

Publicado em   23/fev/2017
por  Caio Hostilio

A matéria “Em entrevista exclusiva ao blog, o prefeito de Caxias Fábio Gentil disse que querem inviabilizar sua gestão”, publicada no dia 25 de janeiro de 2017 e a matéria “A peregrinação de Fábio Gentil para recuperar os recursos da saúde de Caxias, em São Luís e agora em Brasília… Assistam ao vídeo no MS”, publicada no dia 17 de fevereiro de 2017, mostram as verdades em que se encontra a saúde de Caxias com o corte R$ 2 milhões que deveriam ser repassados pelo governo do Estado, que ao prestigiar o ex-prefeito Leo Coutinho e o deputado Humberto Coutinho, não pensou no bem-estar coletivo e muito menos naqueles que necessitam e uma assistência de saúde oferecida pela Prefeitura. Será que esse pessoal utiliza o SUS para perceber que um corte com esse é uma maldade descomunal? Com certeza não utilizam os serviços do SUS!!!

Do blog do Ludwig

De tanta falta de atenção que vem passando a Saúde de Caxias o Conselho Municipal resolveu ir as ruas manifestar para chama a atenção das autoridades competentes para o descaso. Com o tema “A saúde é SUS, o direito é seu” o Conselho Municipal de Saúde de Caxias, por meio da comissão organizadora da mobilização popular em prol da saúde do município realizou na manhã desta quinta-feira (23) uma caminhada de conscientização que teve início na frente da Igreja da Catedral e seguiu pelas principais ruas do centro até a Praça Gonçalves Dias.

O município de Caxias vem perdendo recurso financeiro que mantém o funcionamento de diversas unidades de saúde além de alguns programas meramente por questões política, é o que foi dito por vários manifestantes durante a caminhada.

“Com relação ao objetivo da mobilização, é mostrar que, mostrar não! exigir que os entraves políticos, os acordos políticos… Que a população de Caxias não pague por isso! Que a gente sabe Saúde, a Carmosina Coutinho, a UPA é tripartite. Caxias tem sua responsabilidade, o governo federal tem sua responsabilidade. Mas, o governo do estado também tem sua responsabilidade. E a gente está exigindo aqui hoje essa contraparte do estado porque está deixando de mandar para Caxias. O último repasse feito do governo do estado para a Carmosina Coutinho foi em dezembro do ano passado. Desde lá até hoje não caiu um tostão do governo do estado”, denunciou o manifestante Marcos Silva.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Busca no Blog