Arquivo de novembro de 2016

O que se viu foi um emaranhado desordenado! Andrea Murad inicia discussão sobre Orçamento para o ano de 2017

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - Sem Comentários

Quem fez esse emaranhado desordenado, cujas dotações não coadunam com as propostas e proposições governamentais? Se a Assembléia Legislativa fosse séria e comprometida com a ordem pública, com certeza devolveria esse arranjo que querem empurrar goela abaixo. Com certeza aprovarão essa patacoada que estão chamando de orçamento. Olha que vão governar o Maranhão através de medidas provisórias e suplementações orçamentárias, jogando para o espaço o que é determinado pela constituição!!!

andrea-murad-2811Ao iniciar as discussões sobre o Orçamento 2017 nesta segunda-feira (28), a deputada Andrea Murad (PMDB) apresentou uma série de contestações com base no Projeto de Lei Orçamentária 2017 (PL 184/2016) enviado pelo governo. A parlamentar de oposição mostrou as quedas nos investimentos e as projeções de gastos que poderão intensificar a crise em áreas prioritárias para a população maranhense. A deputada iniciou sua argumentação criticando o fato de Flávio Dino reduzir drasticamente os investimentos em relação a gestão anterior.

“Então, para se ter ideia do quanto ele cortou de investimentos, pego por base nos próprios relatórios de publicações do Governo sobre despesa autorizada com investimento o reflexo do primeiro ano de gestão do Governo Flávio Dino. Em 2015 ele foi autorizado por esta Casa a realizar um investimento na ordem de dois bilhões e setecentos milhões e só executou novecentos e trinta e seis milhões. A fonte é a SEPLAN. Em 2016 caiu para um bilhão e oitocentos milhões de despesas autorizadas e a projeção de investimentos para 2017 de Flávio Dino será trezentos e trinta e sete milhões a menos do que o último ano da gestão anterior, 2014. É um governador que não sabe investir, é um governador que paralisa obra, sim, não paga fornecedores e isso é público e notório, porque diariamente recebo denúncias no meu gabinete sobre esse tipo de descaso, e essas queda nos investimentos é só um dos pontos que percebemos com informações da Lei Orçamentaria e sobre o projeto que está em discussão nesta Casa”, disse a deputada.

Andrea Murad lamentou ainda que no orçamento previsto para 2017 quanto às despesas por função, a saúde ficará com um irrisório incremento de 4,15% e a Educação 1,55%. A situação piora para outras áreas onde os percentuais estão negativos como o saneamento -16,75%, comércio e serviços -39,17% e desporto e lazer que também não será prioridade para Flávio Dino, cortando -28,98%. Em contrapartida se verificou um aumento exagerado de 165% para o setor de habitação. Dados que demonstram um desequilíbrio no planejamento do governo visando os próprios interesses e de seus aliados.

“Por que será que Flávio Dino aumentou em 165% o investimento para o setor de habitação? É porque ele é bondoso e quer construir casa para o povo? Não. É porque ele quer fazer parceria com as empresas contratadas para construir essas casas como ele já fez com uma agora e vai fazer com as demais. É isso que ele irá fazer. Um aumento de 165%. Prestem atenção: ele dá um aumento de 4,15% para a saúde, 1,55% para a educação e dá um aumento 165% para o setor de habitação a troco de quê? É para fazer o quê? O que ele já fez há pouco tempo. Desequilíbrio mesmo é quando a gente vê que despesa com a Secretaria de Márcio Jerry vai aumentar 16,46% enquanto com a Secretaria de Estado da Mulher vai cair absurdamente 62%. Mas políticas para as mulheres também não são prioridade para o Governo Flávio Dino, que governa um estado onde a violência contra a mulher é de grande preocupação. Somente em São Luís doze mulheres são violentadas diariamente. São três mil oitocentos e cinquenta e seis registros este ano. Inclusive esses dados foram abordados pelo Deputado Souza Neto aqui nesta Casa semana passada”, discursou.

UEMASUL, ALIENAÇÕES E EMPRÉSTIMOS

Sobre o Orçamento de 2017, a deputada lembrou que o governador Flávio Dino através das redes sociais em 26 de setembro havia prometido inserir no projeto recursos para UEMASUL o que não se concretizou. Outro item que demonstra despreparo no processo de planejar a administração do governo trata-se de receita estimada das alienações, ou seja, a venda de bens públicos. Flávio Dino calculou para 2016 o valor de R$ 45 Milhões, o que se concretizou apenas R$ 1,07%. Nem a Casa de Veraneio como promessa de campanha conseguiu vender e já desistiu da promessa como prevê o orçamento de 2017 com alienações no valor de R$ 800 mil reais. Quanto aos empréstimos aprovados pela Assembleia Legislativa, a deputada Andrea Murad enfatizou que os valores não constam na peça orçamentária.

“Esta Casa aprovou diversos projetos de lei em regime de urgência autorizando o Governo do Estado a captar recursos externos para realização de investimentos públicos em áreas prioritárias, tais como: saúde, segurança, infraestrutura. O que é possível verificar no Projeto de Lei Orçamentária para o exercício de 2017 é uma estranha diminuição das despesas fixadas para os investimentos projetados pelo Governo, com a redução de R$ 12 milhões em relação ao valor autorizado no exercício de 2016. Ou seja, foram captados recursos para essas áreas, no entanto no orçamento para 2017 para realização de investimentos diminuiu R$ 12 milhões”, disse.

Orçamento de 2017 para a Saúde não cobrirá as despesas da rede estadual, revela Andrea

Ainda sobre o Orçamento, a deputada Andrea Murad revelou que os próprios representantes da Secretaria de Estado da Saúde, na apresentação do relatório do quadrimestre na Assembleia Legislativa dia 23/11, disseram que o valor previsto no orçamento não cobrirá as despesas da rede estadual da saúde.

“Os técnicos da Secretaria já disseram que o Orçamento de 2017 não cobrirá as despesas com a rede estadual de saúde. Como é que nós vamos votar a favor de um projeto onde os representantes da Secretaria de Saúde disseram que o Orçamento de 2017 não cobrirá as despesas com a rede? Eu não voto a favor disso. Não existe possibilidade de votar a favor de uma imoralidade dessa. E quem analisar o relatório técnico dos analistas legislativos vai ver que a análise deles é que o governo elaborou um Projeto muito é do mal feito”, finalizou Andrea Murad.

Luis Fernando é saudado em encontro nacional do PSDB pela expressiva votação em São José de Ribamar

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - 1 Comentário

Luis Fernando e o prefeito Sebastião Madeira (Imperatriz) com o ministro das Cidades, Bruno Araújo

Luis Fernando e o prefeito Sebastião Madeira (Imperatriz) com o ministro das Cidades, Bruno Araújo

A votação absoluta do prefeito eleito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), continua repercutindo. No Encontro Nacional dos Prefeitos do PSDB, realizado em Brasília na última sexta-feira, dia 25, o presidente do Instituto Teotonio Vilela (ITV), senador José Aníbal, ressaltou a destacada votação do tucano ao saudá-lo .

“O Luis Fernando foi eleito prefeito de São José de Ribamar com 96,17%. Haja voto, hein! E é a terceira cidade do Maranhão!”, comentou Aníbal, para os aplausos da plateia presente no auditório Nereu Ramos, na Câmara Federal.

O Encontro Nacional do PSDB reuniu os prefeitos eleitos pelo partido e lideranças da alta cúpula tucana, entre elas, o senador Aécio Neves, ministros, governadores e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O percentual de 96,17% dos votos registrados em favor de Luis Fernando já havia sido destacado, recentemente, na mídia nacional, por meio da coluna do jornalista Cláudio Humberto, que circula em diversos jornais diários em todo país e na internet.

Ciente da responsabilidade com a reconstrução do município de São José de Ribamar, Luis Fernando aproveitou o encontro para fazer contatos com ministros e demais lideranças tucanas.

“É claro que qualquer político fica honrado em obter a votação que conseguimos ter em São José de Ribamar. Mas agora o momento é de arregaçarmos as mangas e buscar soluções para melhorar a qualidade de vida do ribamarense. E é isto que também estamos fazendo aqui: costurando relações e apoios para somarmos ao esforço que faremos na reconstrução da nossa cidade”, afirmou Luis Fernando ao ser questionado por uma repórter sobre o resultado das eleições.

Deputado Wellington apresenta Projeto de Lei que defende penas mais severas para quem maltrata animais

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - Sem Comentários

11111Durante a sessão plenária desta segunda-feira (28), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou Projeto de Lei que dispõe sobre as penalidades pela prática de maus-tratos aos animais no Maranhão.Trata-se, assim, da imposição de penalidades mais severas, a fim de combater a impunidade daqueles que cometem atos de crueldade. Para Wellington, é necessário combater a impunidade com a qual os agressores de animais estão sendo tratados.

“O presente projeto de lei tem por objetivo combater a impunidade com a qual os agressores de animais estão sendo tratados no Maranhão. Bem sabemos que há uma Lei estadual que almeja à proteção dos animais. No entanto, diante da análise de tal legislação, percebemos que é necessário que haja penas mais severas.

Essa ‘leveza’ no ato de punir acaba por gerar a sensação de impunidade. Prova disso é o triste e recente episódio que aconteceu na Praça dos Gatos, em São Luís, resultando na morte de mais de 30 felinos. A sensação que predomina é a de que a crueldade tomou conta daqueles que sabem que ficarão impunes.

Almejando combater tal realidade, é que apresentamos o projeto em questão. A crueldade deve ser combatida e é por isso que nós defendemos penas mais severas!”, afirmou Wellington.

 

Hildo Rocha cobra eficácia de programas sociais e reivindica ampliação de benefícios para a população

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - Sem Comentários

foto_01_audiencia_com_ministro_osmar_terraDe acordo com levantamento realizado pelo deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) os principais programas sociais financiados pelo governo federal, operacionalizados em parceria com o governo do Maranhão, apresentam desempenho abaixo da expectativa. O tema foi debatido durante audiência do Parlamentar com o Ministro do Desenvolvimento do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra. “Por falta de interesse do governo Flávio Dino, milhares de pessoas que poderiam estar sendo beneficiadas pelos programas do Leite e o Água Para Todos deixam de atender milhares de pessoas que poderiam estar sendo beneficiadas por essas ações”, destacou.

Programa Primeira Infância

Rocha pediu a inclusão de municípios maranhenses no programa do governo federal destinado à primeira infância. “Apesar das dificuldades, muitos prefeitos maranhenses tem realizado bom trabalho no campo da assistência social. A implantação do Programa Primeira Infância, nos municípios onde os prefeitos tem alcançado bom desempenho, na operacionalização dos programas sociais, é uma garantia de que os objetivos serão alcançados”, destacou o parlamentar.

O Programa Primeira Infância prevê que gestantes e crianças até 3 anos sejam acompanhadas por visitadores capacitados, periodicamente. O objetivo das visitas é identificar, avaliar e resolver questões relacionadas à depressão materna, violência doméstica, e higiene, entre outros fatores.

Centros de Convivência para Idosos

Rocha reivindicou ainda a implantação de Centros de Convivência de Idosos. O parlamentar ressaltou que os recursos estão assegurados por meio de emenda parlamentar de sua autoria. “Incluí, no orçamento da União, emenda específica para essa finalidade e apresentei ao ministro pedido para que os municípios maranhenses sejam incluídos entre os beneficiários desse programa”, destacou.

Bolsa família

O deputado alertou para a existência de problemas na operacionalização do Programa Bolsa Família. “Existem muitos problemas. Solicitei ao ministro que tome providências, pois a população não pode ser penalizada por pessoas inescrupulosas que fazem mau uso dessas importantes iniciativas. Temos que corrigir as distorções e zelar pela legalidade e pela eficácia dessa importante iniciativa do governo federal que busca atender essencialmente famílias de baixa renda”, declarou Rocha.

Bancada do PMDB na Câmara dos Deputados volta a afirmar que presidência do FNDE é uma indicação dela

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - Sem Comentários

diferencaApós toda polêmica envolvendo a saída do atual presidente do FNDE, Gastão Vieira, a pedido do senador Roberto Rocha, com o apoio dos senadores João Alberto e Edison Lobão, os lideres do PMDB na Câmara dos Deputados voltaram a afirmar que somente a bancada de deputados federais peemedebista é que pode pedir a troca do presidente do FNDE, conforme esse blog já havia dito na matéria “A presidência do FNDE é uma indicação do PMDB da Câmara…”, publicada no dia 22 de outubro de 2016.

Vejam o texto da matéria: Após a publicação da matéria “Roberto Rocha quer derrubar Gastão Vieira do FNDE?”, ontem (22), a repercussão foi grande em Brasília e um dos líderes do PMDB na Câmara, deputado Hildo Rocha,  foi indicado para informar ao blog que esse cargo é uma indicação do PMDB da Câmara dos Deputados.

Segundo o Hildo Rocha, o presidente do FNDE, Gastão Vieira, até o momento está garantido no cargo e que realmente existe uma vontade de boa parte da bancada do PMDB em mudar a presidência do FNDE.

A informação é que o senador Roberto Rocha tem uma indicação para o Banco do Nordeste e para a Codevasf.

Na verdade, não passa de especulações essa saída de Gastão Vieira do FNDE, mesmo o senador Roberto Rocha ter solicitado ao presidente Temer a sua substituição.

Somente a bancada do PMDB pode trocar a presidência do FNDE, que até o momento não demonstrou qualquer tipo de troca.

O senador Roberto Rocha já foi agraciado com indicações para o Banco do Nordeste e para a Codevasf.

O que acontece com toda essa especulação é o atrapalho no trabalho do FNDE.

Só depende de Roseana Sarney…

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2016 - 1 Comentário

roseRoseana Sarney vem se livrando das perseguições políticas e jurídicas, coisas emplacadas desde que seu nome surgiu para o Senado em 2013/2014.

Ali vieram as presepadas, isso de seus adversários (inimigos), tais como: Flávio Dino, Roberto Rocha, que queria por que queria ser o candidato único entre os “comunistas de araque” ao Senado. Tanto que teve o apoio maciço do atual governador Flávio Dino para alcançar a vaga ao Senado.

E só conseguiu pelo fato da então governadora Roseana Sarney não ter disputado.

Na verdade, sabem do potencial eleitoral de Roseana Sarney, tanto concorrendo ao governo do Estado quanto a uma das vagas ao Senado.

E com a derrocada na investida da Lava Jato, tentam de todas as formas usarem e abusar dos meios judiciais do Maranhão.

Todos sabem que a maioria dos maranhenses quer a volta de Roseana Sarney ao governo do Estado, pois vêem a gestão atual sendo desastrosa e pífia em todas as áreas de atuação.

Portanto, a volta de Roseana Sarney ao governo do Estado só depende dela e caso escolha o Senado, com certeza ficará com uma das vagas…

Agente do GEOP comete suicídio no Cohatrac

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2016 - 12 Comentários

img-20161127-wa0028O agente da GEOP, Alexandro, agora pouco no Cohatrac, após discussão com sua namorada, comete suicídio na Rua 8 casa 64, por volta das 13h30min.

A viatura 024, com a guarnição: cb Walter, cb Ideneilton, sd Humberto, ao ser informado pelo Ciops de um disparo em via pública,  chegou ao local e entraram no quarto constatando a presença do corpo de Alexandro.

Os policiais militares ainda acionaram a Samu que ainda tentou reanimar a vítima, mas sem sucesso.

O delegado e Incrim já estão no local do suicídio. Ocorrência em andamento.

img-20161127-wa0023img-20161127-wa0024

Assistam ao vídeo!!! Bandidos após serem acertados pela Polícia chamam por “mamãe”

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2016 - Sem Comentários

bandidosQuando se preparam e saem para roubar e praticar outros ilícitos, esse delinquentes não aceitam os conselhos dos pais e são até agressivos, mas na hora que são pegos e acertados pela Polícia passam a clamar por Deus e nesse caso os bandidos querem chamar a mãe e ficam o tempo todo chorando e chamando “mamãe” e querem ligar…

Morre um falso líder!!! Fidel morre sem cumprir o que prometeu aos cubanos

Postado por Caio Hostilio em 26/nov/2016 - Sem Comentários

Assim como os demais lideres “comunista”, Fidel Castro prometeu uma vida igualitária, liberdade, paz e amor, porém o que se viu em todo seu período de domínio foi o povo cubano provar do retrocesso, da miséria, da falta de liberdade e, principalmente, falta de paz e amor… Já vai tarde e que o mundo se livre desses falsos moralistas, que não passam de falastrões e ditador. O verdadeiro “comunismo” não passa de uma utopia, cuja teoria nunca será adotada entre os homens, que pensam permanecer no poder… A Cuba que Fidel deixa não é muito diferente da que foi abandonada por Batista. Se a história o absolver, ficará provado que ela é uma dama velha e hipócrita, opina Amir Valle.

fidelJá não importa ele que tenha sido amado por milhões de pessoas que o viam como o último líder da batalha por um mundo melhor. Já não importa que outros milhões o tenham odiado por sua demagogia, seu camaleonismo político e seu poder absoluto sobre uma ilha que considerou sua propriedade privada.

Importa que esteja morto, e que o povo cubano, a quem Fidel Castro prometeu um futuro luminoso, siga sem ver cumprida nenhuma das promessas do líder, um homem a quem se chegou a considerar o messias dos cubanos e dos pobres do mundo. Alguns sites de seus seguidores já falam da sua eternidade histórica.

Asseguram que, além de suas ideias serem eternas, o fato de ele ter sobrevivido a mais de 600 atentados é a prova de que não era tão ingênua assim a ideia de sua imortalidade física, na qual muitos seguidores insistiam, insuflando propagandisticamente o mito do “último revolucionário do século 20”.

Esquecem que, segundo as próprias pesquisas de instituições do governo, a maioria da população havia muito tempo deixara de olhar para ele com esperança e apenas o via como um ancião que, de tempos em tempos, aparecia na imprensa para tentar colocar no centro das atenções públicas uma nova campanha: a salvação do planeta.

Falava de aquecimento global, do degelo das calotas polares ou das possibilidades alimentícias de uma planta chamada moringa, incapaz de entender que, para o povo, a única preocupação climática real são os terríveis furacões que assolam o país e que obrigam milhares de cubanos a viver em albergues ou em moradias empobrecidas, sem condições de habitação, assolados por epidemias devido às péssimas condições de salubridade.

Em outros sites, a decisão de Fidel de que seu corpo seja incinerado é vista como um sinal de sua modéstia. Muitos cubanos, porém, recordarão que, há alguns anos, quando Fidel caiu e sofreu algumas fraturas durante um ato público, começou a circular em Havana uma anedota curiosa: seu médico durante muitas décadas, Eugenio Selman-Husein, teria comentado com alguns amigos sobre o pavor de Fidel diante da possibilidade de ser embalsamado, que fracassasse a Revolução e seus inimigos se divertissem profanando o seu corpo. Por isso decidiu ser incinerado. Eliminava assim o desejo da maioria de seus fiéis seguidores de que, como Lenin no Kremlin, a múmia do comandante pudesse ser contemplada eternamente no mausoléu dedicado a José Martí, na Praça da Revolução.

A Cuba que Fidel Castro deixa não é muito diferente daquela que foi abandonada pelo ditador Fulgencio Batista na sua fuga, em dezembro de 1958. Os cubanos seguem esperando o país mais próspero, a nação mais digna, a igualdade real entre todos os cubanos, a independência absoluta em todos os aspectos da vida nacional que Fidel prometeu, entre outras coisas, no mais histórico dos seus primeiros discursos, “A história me absolverá”, pronunciado em seu discurso de defesa no julgamento, em 1953, pela tentativa de derrubar Batista do poder com o ataque ao Quartel Moncada. Basta comparar a descrição que Fidel, nesse discurso, faz da situação econômica, política e social em Cuba para comprovar que a Cuba atual, depois de 57 anos sob o programa social da “Revolução”, é absolutamente pior, mais caótica, mais desigual e mais pobre ética, econômica, financeira e socialmente.

No ano de 2004, em Havana, o comandante Eloy Gutiérrez Menoyo, e em 2010 em Porto Rico, o também comandante Huber Matos – homem míticos que lutaram ao lado de Fidel e logo decidiram lutar contra o rumo totalitário do castrismo – me deram, quando os questionei se eles teriam ideia do que Fidel pensava sobre as promessas incumpridas ao povo, quase a mesma resposta.

“Fidel vive num mundo paralelo, no qual tudo o que prometeu foi cumprido”, disse Gutiérrez Menoyo. “Como a Rainha de Copas de Alice no país das maravilhas, para Fidel tudo está bem, os erros são culpa do inimigo e, a quem se opuser a seus desígnios, ele ordenará que lhe cortem a cabeça. Dentro de sua cabeça, a sua Cuba é perfeita”, respondeu Matos.

Porém, ele deixa uma ilha convertida numa das economias mais pobres da América, onde a repressão contra o crescente movimento opositor aumenta todo dia, onde nem sequer se pode falar de sistemas de saúde e educação de primeiro mundo, onde o único sonho da juventude, segundo pesquisas oficiais, é emigrar, e onde o poder se transfere dos velhos castristas a herdeiros claramente impopulares: o neocastrismo.

No seu famoso discurso de 1953, no qual prometeu transformar Cuba no paraíso sobre a Terra, Fidel disse orgulhoso a aqueles que o condenavam: “Podem me condenar, não importa, a história me absolverá”. Cuba foi o paraíso particular de Fidel, do clã Castro e de seus mais fiéis seguidores no poder político. Se, diante disso, a história o absolver, ficará demonstrado que, como muitos pensam, a história é uma dama velha, indigna e hipócrita.

Patacoada arquivada!!! STF arquiva inquérito sobre Roseana Sarney e Edison Lobão

Postado por Caio Hostilio em 26/nov/2016 - Sem Comentários

11047503O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki aceitou hoje (25) pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e arquivou o inquérito em que a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney e o senador Edison Lobão (PMDB-MA) são acusados de lavagem de dinheiro e corrupção na Operação Lava Jato.

Ontem (24), em uma petição enviada ao Supremo, o procurador-geral da República,Rodrigo Janot, disse ao ministro que não há provas para justificar o prosseguimento da investigação.

A investigação foi iniciada em março de 2015 para apurar declarações do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Em depoimento de delação premiada, Costa afirmou que a campanha eleitoral de Roseana em 2010 teria recebido R$ 2 milhões de propina, valor que teria sido solicitado por Edison Lobão e pago pelo doleiro Alberto Youssef.

Após o pedido de arquivamento, o advogado de Roseana e de Lobão, Antônio Carlos de Almeida Castro, comemorou o parecer da PGR e disse que, desde o começo das investigações, a ex-governadora sempre se colocou à disposição para prestar esclarecimentos.

“Esse arquivamento, embora tardio, resgata, nesse ponto de vista, a verdade. Para Roseana, que ficou sendo investigada desnecessariamente, é uma vitória. Este era o único inquérito em que Roseana era investigada. Embora a demora nas investigações tenha causado um enorme prejuízo pessoal e político, para Roseana a Lava Jato é uma página do passado”, disse o advogado.

Busca no Blog