Os violentadores são adolescentes!!! Estupro coletivo em Castelo: quem são os 4 garotos mais odiados do PI

Publicado em   03/jun/2015
por  Caio Hostilio

Dando continuidade a “Após estupro, garotas foram jogadas de penhasco com mais de cinco metros de altura”, publicada aqui no dia 28/05/2015. Reportagem apurou histórico dos garotos. Não estudavam, tinham envolvimento com drogas, passagens na polícia e vêm de famílias desestruturadas

Por notícias

content_MENORES-CASTELO-DO-PIVeja vídeo do local do crime, onde as garotas foram ameaçadas e depois jogadas de desfiladeiro:

O que levou jovens adolescentes de uma pequena e quase pacata, cidade do interior do Piauí, bem franzinos, paupérrimos e com pouca idade a raptar, ameaçar, violentar coletivamente quatro garotas (todas menores de idade) e ainda as amarrar e as jogar de um desfiladeiro, com intuito de matá-las? O que explica a atitude de depois de cometerem tudo isso, voltarem normalmente para casa como se nada tivesse ocorrido? Por que fazer isso com alguém? Por que tanta frieza e crueldade?

O caso, ocorrido em Castelo do Piauí (que tem aproximadamente 18.400 habitantes, localizada no Sertão Norte do estado, a 190 quilômetros de Teresina) tem abalado parte do Brasil e ganhado repercussão internacional. A acusação da autoria de tamanha atrocidade recai sobre os adolescentes: B.F.O, 15 anos, G.V.S., 17 anos, I.V.I, 15 anos, e J.S.R, 16 anos. Eles são acusados de raptar, estuprar e tentar matar quatro meninas (duas de 15, uma de 16 e uma de 17 anos) no final da tarde de quarta-feira da semana passada, 27 de maio.

Os quatro garotos, assim como as quatro vítimas, são moradores da pequena e pobre Castelo. O crime imputado a eles e ao desempregado Adão José de Sousa, 40 anos (também preso), gerou revolta na cidade, que ainda vive clima de luto. Todas as quatro vítimas continuam internadas em estado delicado.

Eles são tidos como inimigos número um não só no município, mas também em quase todo o Piauí. Diariamente manifestações exigindo punição severa e até execução sumária são alimentadas em redes sociais virtuais e também em rodas de conversa.

Os garotos, tidos hoje como os “mais odiados” do estado inspiram a nova rodada de discussões nacionais sobre o debate para a redução da maioridade penal. Os quatro, presos horas depois do crime, foram transferidos de Castelo do Piauí, sob ameaça de linchamento. Durante a transferência chegaram a levar murros e safanões por parte de populares. Atualmente estão encarcerados em uma das duas unidades prisionais para menores de idade da capital, Teresina. Eles recebem vigilância constante. O maior de idade está na Penitenciária de Altos em ala de isolamento.

A reportagem de O Olho foi apurar quem são esses garotos, como eles viviam, quem são suas famílias, o que elas pensam sobre a monstruosidade que vitimou as quatro garotas. Descobriu muitas histórias e revela, em uma série de duas reportagens, que o problema está mais próximo de acontecer em proporções e dimensões maiores em vários rincões do Piauí. É uma epidemia quase nacional de jovens atolados nas drogas, na criminalidade, sem estudar, sem saber ler e escrever e sem perspectiva de vida.

Os quatro garotos, apesar de morarem em pontos distintos da cidade, não terem grau de parentesco e terem crescido em lugares diferentes, têm várias características em comum.

Continuar lendo aqui.

  Publicado em: Governo

2 comentários para Os violentadores são adolescentes!!! Estupro coletivo em Castelo: quem são os 4 garotos mais odiados do PI

  1. Tinha que matar esse maldito isso nao presta. disse:

    Tinha que matar esses malditos,assassinos ,

  2. arnaldo disse:

    Não desejo que morram, mais que fiquem presos pro resto das miseráveis vidas!! REDUÇÃO DA MAIOR IDADE PENAL JÁ!!!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos