Notícias

Publicado em   07/out/2013
por  Caio Hostilio

Comissão Intergestores Bipartite aprova expansão de atendimento oncológico

_Foto-7A expansão dos serviços de oncologia no Maranhão foi aprovada, nesta segunda-feira (7), durante a reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada em São Luís. A SES adquiriu o Hospital da Unimed, localizado na Cohab, e irá transferir os serviços realizados no Hospital Tarquínio Lopes Filho (Geral). O hospital terá 60 leitos – 10 destinados a Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) – quatro centros cirúrgicos e serviços de quimioterapia e radioterapia. O subsecretário de Estado de Saúde, José Márcio Leite, explicou que novos equipamentos foram doados pelo Ministério da Saúde para que o hospital seja transformado em Centro de Alta Complexidade de Oncologia (Cacon). “Conseguimos adquirir o novo hospital, que irá passar por uma reforma emergencial, para que possa ofertar os serviços de oncologia e melhorar a qualidade do atendimento no Estado. Com a transferência dos serviços de oncologia, teremos mais 30 leitos de ortopedia disponíveis no Hospital Geral”, justificou José Márcio. A reunião contou com a presença da presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Iolete Arruda; do secretário-adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro     , secretários municipais de saúde e técnicos da SES.  Eles, também, aprovaram as redes temáticas do MS e a estratégia para implementação do acesso aos procedimentos Traumato Ortopédicos de Médica Complexidade nos hospitais que já disponibilizam os serviços de ortopedia desde o ano de 2011.

Cadê o “Novo e a Mudança”?

994011_10200361589954275_2040712202_n

André Fufuca agora é do PEN

andrefufuca1O deputado estadual André Fufuca se filiou no PEN e disputará uma vaga pela legenda para a Câmara dos Deputados, em 2014. O presidente do PEN, o deputado Jota Pinto confirmou o ingresso do jovem deputado e ficou feliz com a filiação e garante que lutará pela eleição de André Fufuca. Além de André Fufuca, o PEN também confirmou as filiações dos suplentes de deputados Sérgio Vieira e Priscylla Sá, ex-secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sérgio Tamer, o suplente de senador, Pastor Bel e o ex-deputado Inácio Pires, também irão reforçar o quadro do PEN para as próximas eleições.

MPMA aciona prefeito de Aldeias altas por descumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos

A falta de um Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e o depósito de resíduos em um lixão na Vila Rita Reis, trazendo graves transtornos à comunidade do bairro, levou a 2ª Promotoria de Justiça de Caxias a ingressar com uma Ação Civil Pública contra o Município de Aldeias Altas, que é Termo Judiciário da Comarca. No final de janeiro, moradores da Vila Rita Reis buscaram o Ministério Público requeendo providências a respeito do lixão existente no bairro, mantido pela prefeitura, no qual são depositados os resíduos recolhidos pelo Poder Público. De acordo com vistoria realizada por técnica da promotoria, o lixão está localizado em área de preservação permanente, a cerca de 200 metros de um curso d’água, sem tratamento adequado, sem licenciamento ambiental e com situação de degradação social, já que crianças trabalham no local, estando sujeitas a risco de contaminação. A Política Nacional de Resíduos Sólidos determina que o prazo para a elaboração dos planos municipais venceu em 3 de agosto de 2012. O prazo para que seja dada a disposição final ambientalmente adequada aos rejeitos (lixo que não pode mais ser reutilizado ou reciclado) termina em 3 de agosto de 2014. Diante da gravidade da situação, o promotor de justiça Cláudio Rebêlo Correia Alencar propôs um Termo de Ajustamento de Conduta ao Município de Aldeias Altas. Em resposta, a chefia de gabinete da Prefeitura informou que a cidade já possui um Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, encaminhando-o à promotoria.

  Publicado em: Governo

12 Responses to Notícias

  1. Evan de Andrade says:

    Acompanhei por estes dias, aliás, como sempre faço, o perfil do secretário de Saúde, Ricardo Murad, no Facebook.
    A intenção era postar alguma declaração do secretário quanto a este problema de abastecimento d’água em São Luis, que a cada dia se agrava mais.
    O Blog do Robert Lobato já reconheceu aqui algumas atitudes positivas de Murad, como no caso que o secretário veio a público pedir desculpa por uma jovem ter parido na calçada de uma maternidade na ausência de leito para dar a luz; e também quando saiu à defesa dos médicos cubanos que chegaram ao Brasil para trabalhar no programa “Mais Médicos”. Logo, o blog se sente à vontade para cobrar alguma posição do secretário sobre essa questão da falta d’água na capital.
    OBSERVAMOS QUE CARO BLOGUEIRO, TAMBÉM FICA EM SILÊNCIO,QUANDO ATINGE O PATRÃO…TE TOCA, P…

    • Caio Hostilio says:

      Camarada, procura uma sugestão bem plausível para salvar o Rio Itapecuru, como escrevi aqui, deixa de politiquices e analfabetismo idiotas, e passe a debater como abastecer uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes com um rio que está completamente assoreado… Vai lá!!! Dá a solução, camarada e não críticas idiotas e babaquaras…

  2. Daniel Marcos de Paiva says:

    Só você mesmo em acreditar neste antropólogo…também pudera, SL ficou pior depois que veio um forasteiro de BSB, atras dos índios do Boi de Morros, adivinha quem, se não eu CAIO….kkkkkkk

    • Caio Hostilio says:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK… Camarada, vim para São Luís exatamente pelo Hospital Sarah, que melhorou muito o atendimento do Aparelho Locomotor nessa cidade e região… São Luís foi agraciada com esse hospital graças ao ex-presidente José Sarney, enquanto que nesses anos a oposição só conseguiu aumentar o número de buracos nas vias da cidade… Quanto aos índios, dizem que você, que é miolo do boi, vive a dançar balançando a bunda para os índios!!!

  3. Camilo Dourado says:

    ……

  4. Babi Alvarez says:

    …..

  5. Babi Alvarez says:

    UM RECADO PARA QUEM ESCONDE AS NOTÍCIAS RUINS DE COROATÁ
    “Coroatá parece ter entrado na lista como alvo de bandidos da região. Já acompanhamos casos de assaltantes de cidades vizinhas que vinham assaltar aqui, tanto pela pequena quantidade de policiais trabalhando, como também pela falta de delegacia, conseqüentemente trazendo insegurança à população e confiança aos criminosos, que até são presos, mas quase sempre retornam às ruas”

    • Caio Hostilio says:

      Veja com o judiciário o porquê deles voltarem para as ruas? Pois essa responsabilidade é do Judiciário e não do Executivo ou da Segurança Pública… Procure aprender isso!!!

Deixe uma resposta para Daniel Marcos de Paiva Cancelar resposta

Busca no Blog