Notícias

Publicado em   02/set/2013
por  Caio Hostilio

Seduc entrega livros digitais acessíveis para alunos com deficiência visual

vsualO secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, entregou, nesta segunda-feira (2), aos alunos com baixa visão da Unidade Integrada Força Aérea Brasileira, no bairro Tirirical, em São Luís, livros didáticos digitais acessíveis em formato MecDaisy e visual1um notebook. A ação é resultado da parceria entre a Secretaria de Educação (Seduc) e o Ministério da Educação (MEC). O Programa Livro Acessível em Formato MecDaisy é uma iniciativa do MEC em parceria com as secretarias municipais e estaduais de educação, que proporciona ao deficiente visual mais acesso ao conhecimento, pois permite transformar qualquer formato de texto disponível no computador em texto digital falado. Os livros em formato MecDaisy possibilitam aos estudantes com deficiência visual acessar o texto por meio de áudio, caracteres ampliados e diversas funcionalidades de navegação pela estrutura do livro. “É uma importante ferramenta de educação inclusiva. Por meio dele, o estudante tem oportunidade de eliminar barreiras que o impede de ter acesso ao ensino regular. Esse material didático assegura ainda ao aluno da rede pública o direto de compartilhar os espaços comuns de aprendizagem”, destacou o secretário Pedro Fernandes.

Rede Cegonha é tema de oficina promovida pela SES

cegonhaTrinta e cinco técnicos da Atenção Básica de Saúde de São Luis e da Regional de Imperatriz estão participando da Oficina “Cuidando de Adolescentes na Rede Cegonha”. O encontro é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e teve início nesta segunda-feira (2), no Hotel Praia Mar, com o objetivo de discutir a atenção à saúde sexual e saúde reprodutiva de adolescentes na Rede Cegonha. A oficina será encerrada nesta terça-feira (3).  A consultora para a área técnica de Saúde do Adolescente do Ministério da Saúde (MS), Lílian Cherulli, disse que o Maranhão é o primeiro a apoiar e realizar este tipo de encontro. “A estratégia da Rede Cegonha já não é fácil de assimilar, ainda mais quando envolve a sexualidade e saúde reprodutiva de crianças e adolescentes”, afirmou. A assistente social do Departamento de Criança e Adolescente da SES, Ana Amélia Braga, explicou que a mesma oficina será realizada na próxima quinta (5) e sexta-feira (6), na regional de Codó – onde os municípios já aderiram a Estratégia Rede Cegonha. “Queremos mobilizar gestores e profissionais de saúde quanto a importância da aceitação da individualidade e da autonomia desse segmento populacional estimulando-os a assumir a responsabilidade com sua própria saúde”, justificou Ana Amélia Braga.

Convite

convitesema

  Publicado em: Governo

4 comentários para Notícias

  1. Sonia Meireles disse:

    SERÁ QUE DE VITORINO FREIRE A PAULO RAMOS A COMITIVA DO ITINERANTE VÃO PERCORRE OS 18KM DE CARRO..??? ESSA ESTRADA SENHORA GOVERNADORA, QUE LIGA AS DUAS CIDADES ESTÁ A QUASE 15 ANOS INTRAFEGÁVEL.

Deixe uma resposta para Caio Hostilio Cancelar resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos