Informativo

Publicado em   29/ago/2013
por  Caio Hostilio

Notícia que os opositores odeiam!!! Roseana anuncia investimentos de R$ 1,2 milhão em São Bento

_Foto-2A governadora Roseana Sarney anunciou um investimento da ordem de R$ 1,2 milhão para o município de São Bento, nesta quarta-feira (27), segundo dia do Governo Itinerante na Baixada Maranhense. Acompanhada do prefeito Carlos Alberto Lopes, o Carrinho, Roseana Sarney também conferiu as ações desenvolvidas nas áreas de saúde e cidadania. “Eu me sinto em casa em todo o Maranhão, mas em São Bento é especial porque a minha origem é daqui”, declarou. Roseana Sarney ressaltou a importância da parceria firmada com o município para a realização de mais obras e serviços. “Haverá melhorias de vias públicas, do acesso aos povoados, além de apoio nas áreas da saúde, agricultura, pesca e qualificação dos jovens para o mercado de trabalho”, apontou ela, complementando: “No início de setembro, será aberta a licitação para a construção de 60 barragens que vão promover a preservação de água o ano inteiro, o que vai incrementar a produção agrícola na região”. A comitiva da governadora reuniu os deputados estaduais Edilásio Júnior, Fábio Braga e Jota Pinto, os secretários estaduais Luis Fernando Silva (Infraestrutura), Claudio Azevedo (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Clodomir Paz (Programas Especiais), Hildo Rocha (Cidades e Desenvolvimento Urbano e Assuntos Políticos), Pedro Fernandes (Educação), Rodrigo Comerciário (Assuntos Institucionais), José Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária); coronel José Ribamar Vieira (Gabinete Militar), além de vereadores, prefeitos e ex-prefeitos da região; lideranças políticas e comunitárias. Na Praça Central da cidade, local de instalação da unidade móvel do Viva Cidadão (responsável pela emissão da Carteira de Identidade, CPF, título de eleitor e Carteira de Trabalho), a governadora Roseana Sarney fez a entrega de 800 Declarações de Aptidão (DAPs) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Já são mais de 15 mil DAPs entregues durante as etapas dos itinerantes.

Pesquisa do Ministério do Turismo aponta que quase 96% dos visitantes querem voltar ao país

Barreirinhas 2Com a temporada de férias na Europa, pelo menos até o fim de setembro, a Região dos Lençóis Maranhenses se transforma no roteiro de turistas de vários países europeus e de outras partes do mundo. Com uma paisagem única, que mistura dunas gigantes e lagoas de águas cristalinas, a viagem passa pelas cidades de Santo Amaro e Barreirinhas e segue pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Roteiros como estes atraem os visitantes e ajudam a divulgar o Brasil lá fora. Em 2012 o país recebeu um número recorde de turistas estrangeiros, de acordo com o Estudo de Demanda Turística Internacional, divulgado hoje (28) pelo Ministério do Turismo. O levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) mostra que 5,67 milhões de estrangeiros visitaram o Brasil no ano passado. Os maiores emissores de turistas residem na América do Sul (50%), seguidos pelos Europeus (29%) e norte-americanos (13%). Os argentinos ainda são os principais visitantes (29%) com 1,67 milhões de turistas. Dos Estados Unidos vieram 586 turistas e a Alemanha, com 258 mil visitantes, ocupa o terceiro lugar. Os europeus são os turistas que mais tempo permanecem no país (23,7 dias em média), mais que o dobro dos sul-americanos (10,7 dias). Os europeus também são os que mais gastam. Os espanhóis aparecem em primeiro lugar (US$ 1.703), seguidos pelos portugueses (US$ 1.582) e franceses (US$ 1.509). Já os argentinos gastam em média US$ 648. A maioria (84,5%) diz que a viagem atendeu ou superou as expectativas e, por isso, 95,7% afirmaram que pretendem voltar ao Brasil. A intenção de retorno pode ser explicada pela boa avaliação dos principais serviços turísticos, entre eles a hospitalidade (97,7%), os sabores da gastronomia (95,5%) e a hospedagem (93,2%). “Temos que evoluir, mas os dados mostram que estamos no caminho, que o turista estrangeiro tem tido boas experiências em nosso país”, diz o ministro do Turismo Gastão Vieira. O Ministério do Turismo, por meio da Fipe, entrevistou 31.039 pessoas em 10 regiões de fronteira terrestre e 15 aeroportos internacionais brasileiros.

Seduc intensificará ações em escolas com baixo Ideb

_Foto-3A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da supervisão de Avaliação e da superintendência de Educação Básica (Sueb), reuniu, nesta quarta-feira (28), os gestores, supervisores e técnicos do apoio pedagógico para discutir sobre a proposta de intensificação de ações nas escolas da rede estadual de ensino com baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O propósito é melhorar o Ideb de 67 escolas da unidade regional de São Luís, a partir de 2015. Coordenadora dos debates, Claudiana Mota disse que o projeto objetiva desenvolver ações pedagógicas eficazes com vistas a elevar os níveis de desempenho de aprendizagem dos educandos das escolas participantes. Ela explicou ainda que a proposta será analisada e discutida com os professores das escolas envolvidas para ser adequada à realidade de cada colégio e receber sugestões sobre sua operacionalização, levando em consideração as dificuldades encontradas nas escolas para que aprimorem o nível da qualidade de ensino. De acordo com Claudiana Mota, os professores irão trabalhar as matrizes curriculares visando melhorar o desempenho dos alunos e aumentar as pontuações no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste sentido, os participantes da socialização irão acompanhar e orientar o corpo docente em sua prática pedagógica, valorizando a troca de experiências e objetivando a superação das dificuldades cotidianas de sala de aula.

Weverton Rocha participa de audiência no MJ sobre Awá-Guajá

_DepWRochaO Deputado Weverton Rocha esteve nesta quarta-feira (28/08) no Ministério da Justiça para a Audiência que tratou da demarcação das Terras Indígenas do Awá-Guajá. Representando a Comissão de Integração Nacional e Desenvolvimento Regional da Amazônia (Cindra), o Deputado salientou que a questão é complexa e suprapartidária. “Nosso temor é que 1.200 famílias sejam retiradas de uma região que já habitavam antes da homologação da Terra Indígena, temos de criar uma mesa de discussão”, disse o parlamentar maranhense. Também presente à reunião, Dr Luis Campos, advogado da causa dos produtores, demonstrou que ainda há recursos tramitando na justiça, principalmente no que tange a avaliação e indenização das benfeitorias realizadas pelos pequenos produtores. “As demarcações não foram realizadas como a sentença determinou” relatou o advogado. Segundo ele, não houve a colocação dos marcos, placas e picos exigidos para demarcação das Terras Indígenas. Representando o Ministro da Justiça, os assessores Marivaldo Pereira e Marcelo Veiga garantiram que todo o processo será realizado com diálogo e transparência. De acordo com os assessores, também serão ouvidos os representantes dos pequenos produtores rurais sobre a operação de desintrusão das terras. Para os representantes, na operação estão garantidas por lei a avaliação e indenização das benfeitorias realizadas pelos produtores. A Cindra realizará, na próxima semana, uma reunião com Ministra Gleisi Hoffman. Um dos temas do encontro será a Terra Indígena Awá-Guajá. Na ocasião, Weverton Rocha levará mais uma vez à tona a situação dos proprietários, ressaltando que sua causa ainda denota recursos jurídicos.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos