Notícias

Publicado em   26/jul/2013
por  Caio Hostilio

Os “crimes” e as indecências” de Marco D’Eça (do blog do Robert Lobato)

É difícil ficar alheio aos acontecimentos. Vamos lá. De uma hora para outra o jornalista e blogueiro Marco D’Eça passou a ser o maior “criminoso” da imprensa maranhense. Um “indecente” descarado que não tem moral para criticar quem quer que seja neste estado. O “crime” e a “indecência” do editor de política do jornal O Estado do Maranhão? Os seu rendimentos profissionais. D’Eça foi elevado à condição de “bandido” porque, com o fruto do seu trabalho como profissional de comunicação e imprensa, conseguiu obter um padrão de vida que aos olhos dos seus detratores é indigno para um jornalista. Não importa para os agressores se o cara tem talento, escreve bem, tem informações de qualidade; se conta com uma rede de fontes qualificadas tanto no grupo governista quanto no oposicionista, se está há anos no exercício da profissão e se atualmente é o blogueiro com maior acesso da blogosfera maranhense. Não interessa para os “ficais dos contracheques” de Marco D’Eça, se ele é procurado por políticos e empresários para prestar serviços de assessoramento de imprensa e divulgação no seu blog é porque tem competência. Ora, gente, onde está o crime de qualquer profissional ser renumerado por quantos clientes que forem? Onde reside a “indecência” de um jornalista vender a sua força de trabalho para políticos, empresários, prefeituras, governos etc? Os rendimentos de Marco D’Eça são provenientes do crime organizado, agiotagem, narcotráfico, sequestro, assalto em bancos ou coisa parecida? Estas questões precisam ser levadas em conta se quisermos fazer o debate sério sobre o que está por trás de toda essa história. Continue lendo.

Encontro com o Papa

gastãoDepois de uma visita ao município de Coelho Neto, nesta sexta-feira, onde participa dos Festejos da Padroeira da cidade, Nossa Senhora Sant´Ana, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, segue no domingo para o Rio de Janeiro. Pela manhã, o ministro participa da Missa de Envio, que marca o encerramento da Jornada Mundial da Juventude, na Praia de Copacabana.À tarde, Gastão Vieira recebe o Papa Francisco no Riocentro.O encontro é um dos últimos compromissos da agenda do Papa no Brasil.

Ação mais que coerente!!! MPMA impetra Mandado de Segurança contra a soltura de Júnior do Mojó

Procuradora-geral-de-Justiça-Regina-RochaA procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia Lúcia de Almeida Rocha, impetrou, na manhã desta sexta-feira, 26, Mandado de Segurança contra a ordem judicial do desembargador Jaime Ferreira de Araújo, que determinou a soltura do ex-vereador de Paço do Lumiar, Édson Arouche Júnior, o “Júnior do Mojó”, acusado da morte do empresário Marggion Lanyer Ferreira Andrade, ocorrida em outubro de 2011, em um terreno no Araçagi, em São José de Ribamar. O Mandado de Segurança foi distribuído para o desembargador Kleber Carvalho Costa. Na última sexta-feira, 19, Jaime Ferreira, na qualidade de plantonista substituto, concedeu habeas corpus em favor do acusado, com o argumento de que não há elementos que justifiquem a prisão ou comprovem que Mojó estaria agindo para dificultar o trabalho da Justiça.

Ivaldo Rodrigues em busca da Assembléia Legislativa em 2014!!!  

ivaldo na estradaNeste fim de semana a agenda do Vereador Ivaldo Rodrigues comtempla as cidade de Monção e Humberto de Campos. Em Monção ele participa de audiência pública do COMEFC – Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão, na condição de palestrante, a convite da Presidente do COMEFC, Cristiane Damião ( prefeita de Bom Jesus das Selvas ). Em Humberto de Campos ele participa das Festividades Religiosas comemorativas a Nossa Senhora de Santana, a convite de várias lideranças políticas, dentre elas a Vereadora Gardênia Sabóia-PRTB.

Jornalistas pedem empenho no processo de Décio Sá

jornalistasA procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, recebeu, na manhã desta sexta-feira, 26, a visita do presidente do Sindicato dos Jornalistas, Douglas Cunha, e também do diretor Uziel Azoubel. Eles pediram, oficialmente, ao Ministério Público para manter o empenho na instrução e nas demais etapas processuais a fim de garantir a condenação dos envolvidos. Décio Sá foi assassinado em 23 de abril de 2012. Douglas Cunha manifestou preocupação com a possibilidade de impunidade.  “Se esse caso ficar impune, será um prejuízo não apenas à vítima e seus familiares, mas também a todos os profissionais da imprensa e à sociedade maranhense”, destacou. Outro receio do Sindicato dos Jornalistas é que os envolvidos sejam liberados, de forma liminar, e possam eliminar provas, indícios ou coagir testemunhas.

  Publicado em: Governo

8 comentários para Notícias

  1. simeao disse:

    ……..

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos