Arquivo de novembro de 2011

O alvo agora é a governadora Roseana!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2011 - 6 Comentários

Depois que os “comandantes” da greve dos policiais e bombeiros militares não conseguiram alcançar seus intentos principais, que era a derrubada do Secretário de Segurança Pública e depois o Comandante Geral, visto que os 30% de aumento pedido não passa de muita balela, haja vista que esse percentual sem pé nem cabeça foi fundamentado em nenhum índice oficial, o alvo agora é de toda forma atingir a figura da governadora Roseana, como arbitrária, insegura, que não sabe negociar e aí por diante.

A cada dia que passa a tal greve sem causa passa a demonstrar claramente seu intento… Politicagem, artimanhas montadas para tentar desestabilizar o governo que aí está. A “oposição” alimenta esse discurso, mesmo sabendo que a greve é ilegal e que os militares ali passando férias no camping da Assembléia Legislativa é uma afronta a Constituição do Brasil.

O desejo da “oposição”, na verdade, é fazer com que Roseana acate e se humilhe ao bel prazer de uma greve já decretada irregular. Caso ela faça isso mostrará fragilidade e com certeza outras categorias partirão com a mesma estratégia, sem que tenham substância legítima para tal, como pedir qualquer índice de aumento sem nenhum parâmetro econômico.

O certo é a governadora se manter firme e esperar que os politiqueiros mostrem a que vieram, como agora já se encontra entre os grevistas um deputado-soldado de Roraima do PCdoB, o tal Francisco Sampaio. Quem o convocou? Qual o seu interesse pelo Maranhão, já que ele é lá de Roraima? O pilantra Prisco, quais os custos para mantê-lo para incentivar a desordem? Ora bolas!!! Querem enganar quem?

A felicidade no mundo capitalista estar contida num ambiente de conquista materiais, ou seja, de se ter coisas para ser feliz. Também não se vê, com razão, a obrigação de ser feliz e a felicidade a qualquer preço, mesmo que para isso tenha que se causar infelicidade nos outros. Achar que todos são ignorantes e que não sabem das artimanhas politiqueiras armadas para manter essa greve irregular e o mesmo que tomar doce da mão de criança!!!

Portanto, espera-se que a governadora Roseana se mantenha firme em sua decisão, pois até agora quem está humilhado de fato são os próprios militares, que transformaram a instituição da qual fazem parte em uma anarquia, quando deveriam dar exemplo de ordem; o Legislativo Maranhense, que virou camping, deixando, com isso, de ser um poder constituído e, por fim, os “oposicionistas”, que não viram apoio de nenhum grande líder nacional, limitando a dois ex-recrutas, um delinqüente baiano Prisco e um deputado estadual “comunista de araque” de Roraima, que deve ser do baixíssimo clero.

Na verdade, é uma greve irregular e mal vista pela maioria esmagadora dos políticos brasileiros, pelo povo e até pela imprensa.

Essa conversa de que o Executivo prometeu é pura conversa fiada… Isso partiu de dentro do próprio Legislativo, que mais atrapalha que ajuda…

Ah!!! Flávio Dino e seus cupinchas, tragam alguém de peso!!! Pode ser o Orlando Silva, que desviou bilhões do Ministério do Esporte e mandou uma parte para Caxias e Matões, mais de R$ 5 milhões!!! Olha ele ia dar muito autografo… Ummmmm, ele é conterrâneo do malandro Prisco!!!

Tá complicado manter o mafioso Lupi até fevereiro!!! Veio à tona que seus cupinchas cobram por registro sindical… Poxa!!! O pior é que os investigadores não saem de férias!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2011 - Sem Comentários

Pois não é que um sindicalista abriu o jogo todo para a revista Veja e a Istoé!!! Ele revelou  ter sofrido tentativa de extorsão pelos cupinchas de Lupi, que teriam cobrado R$ 1 milhão pelo registro de um sindicato. Antes, a Veja já tinha denunciado a existência de um esquema de propina pago a assessores do Ministério do Trabalho — semelhante à acusação que derrubou o então ministro do Esporte, Orlando Silva, no fim de outubro. Na segunda acusação do fim de semana, o jornal Folha de S.Paulo aponta que Lupi teria sido funcionário fantasma da Câmara dos Deputados por quase seis anos.

Segundo a reportagem, Lupi era lotado na liderança do PDT, de dezembro de 2000 a junho de 2006. Assessores, deputados e ex-deputados do PDT confirmaram que Lupi não aparecia no gabinete da Câmara e se dedicava exclusivamente a tarefas partidárias.
Para muito pedetistas o dono do partido está atolado até o pescoço. Na semana passada, durante reunião da executiva do PDT, alguns integrantes do partido reiteraram apoio ao ministro e negaram, mais uma vez, cogitarem a substituição do ministro. “Tirá-lo seria uma confissão de uma dívida que não devemos”, justificou o líder do partido na Câmara, deputado Giovanni Queiroz (PA).

O clima de união, porém, não é unanimidade no partido. Alguns defendem publicamente a saída de Lupi da pasta. “Desde o início, eu fui o primeiro do partido a defender o afastamento do ministro. Continuo defendendo e acredito que todas as denúncias precisam ser investigadas a fundo, doa em quem doer”, avalia o deputado Reguffe (PDT-DF). Ele integra a ala dissidente do partido, ao lado dos senadores Pedro Taques (MT) e Cristovam Buarque (DF). “Eu já me manifestei sobre esse assunto, agora cabe à presidente da República decidir o que vai fazer”, disse Taques.

Já o deputado Paulo Pereira da Silva (SP), o Paulinho da Força, sugeriu na quinta-feira passada que os parlamentares insatisfeitos deixassem a legenda. “Eles é que devem pedir para sair do partido. O partido é de companheiros e eles não estão sendo companheiros. Quando você está se sentindo mal no partido, pede para sair, vai para outro”, criticou Paulinho.

Olha!!! O Paulinho está certíssimo… O maior exemplo de “companheirismo” é o de Weverton Rocha, que já faturou muito com as falcatruas do Ministério do Trabalho… Com certeza ele não sai do PDT.

Por outro lado, o deputado federal (PDT-DF), continua defendendo o afastamento imediato de Lupi. “Acredito que todas as denúncias precisam ser investigadas a fundo, doa em quem doer”, disse o parlamentar brasiliense.

O futuro é aqui!!!

Postado por Caio Hostilio em 28/nov/2011 - 1 Comentário

Brasil e a crise 10: a revolução nordestina

Por luisnassif

Coluna Econômica – 28/11/2011

A evolução da economia mundial e brasileira abre um mar de oportunidades para uma das regiões historicamente mais estagnadas do país: o nordeste.

Como lembra José Sydrão de Alencar Jr, diretor de Gestão e Desenvolvimento do Banco do Nordeste, até 1760, antes da transferência da capital para o Rio de Janeiro, havia duas colônias portuguesas no país: Grão Pará (Maranhão) e a colônia do Brasil.

Nos primeiros anos de colonização a do nordeste era a mais rica. A descoberta das minasem Minas Geraise a mudança da capital para o Rio mudou o eixo.

Hoje o Nordeste pode desempenhar papel central na geopolítica internacional do país. A África é a nova fronteira agrícola da humanidade. O NE é porta de saída para África, Estados Unidos e Europa.

Comentário do blog: Por diversas vezes chamei a atenção aqui nesse blog sobre esse assunto abordado por Luiz Nassif. A competitividade no mercado internacional se mobiliza para buscar melhores logísticas que diminuam o preço e é nesse cenário que o Maranhão leva duas vantagens sobre os outros estados brasileiros, mas que não chama a atenção dos maranhenses, contudo as indústrias e o agronegócio já estão de olhos bem abertos sobre o Maranhão. Aqui o debate apenas se limita ao jogo pelo poder e apresentar o estado como fim do mundo… Pena que os maranhenses pensem assim, pois os aventureiros dos estados mais desenvolvidos já estão invadindo o Maranhão em busca desse eldorado… Não vai demorar em muitos chorarem o leite derramado!!!

Atualmente a disputa por preços compensadores estão em busca de dois fatores primordiais da logística. A Primeira é Supply Chain ou logística integrada. Nesse ponto os países orientais adotaram e implementaram bem esse sistema, por isso vemos o domínio deles em diversos setores industriais, como o automobilístico, o de aparelhos telefônicos e eletrodomésticos, principalmente TVs, aparelho de som etc.

Os maranhenses precisam saber que o processo de globalização tem exigido a reestruturação das empresas para sua sobrevivência e desenvolvimento, a busca de vantagem competitiva, pela incorporação a seus produtos, da cadeia de valor dos clientes, e, no relacionamento interempresarial, novas formas de administração de suas cadeias de suprimentos. Os serviços de logística se mostram mais abrangentes, na estratégia e processo produtivos, numa nova caracterização da atuação de operadores logísticos. Na sua terceirização, tendência firme que se constatou, teoricamente, poderiam se apresentar alianças estratégicas entre empresas.

Nesse ponto, muitas indústrias e seus parceiros irão buscar cidades geograficamente perfeitas para usar a outra parte que o comércio internacional vem buscando, o transporte mais barato. Nesse sentido, A cidade de Açailândia/Ma leva uma vantagem imensa, visto que ela possui o cruzamento de duas ferrovias, a de Carajás e a Norte/Sul. Com certeza é um eldorado que os maranhenses ainda não vislumbraram, mas os desbravadores de outros estados já descobriram e vem saindo na frente.

Enquanto os políticos maranhenses se limitaram na última década a disputas idiotas pelo poder, as empresas estabelecidas nos outros estados brasileiros vêm trabalhando de forma obstinada para tornar seus produtos mais competitivos, investindo em qualidade e preços atrativos para o mercado nacional e internacional. “Porém, está se percebendo que não basta ser competitivo somente dentro da empresa, pois está se perdendo justamente no custo logístico, ou seja, da porta para fora da empresa. Aqui no Brasil estes custos são aproximadamente de 30% a 40% maiores se comparados aos do mercado americano ou europeu. Com isso, entra o porto do Itaqui, que já desponta como o segundo do Brasil.

Enquanto os maranhenses dormem e só pensam nas disputas politiqueiras, o Brasil já mostra uma evolução significativa nos transporte ferroviário, cuja ferrovia Sul/Sudeste deve se encontrar com a Norte/Sulem Anápolis-GO. Osinvestimentos em portos são, sem sombra de dúvida, o que mais se destaca e o que vai render ao país grandes frutos nos próximos anos e o Porto do Itaqui é o que melhor traduz tudo que os exportadores brasileiros esperam, pois é o único no Brasil que tem condições de receber os maiores navios; o que está mais próximo da Europa e dos USA, além de ficar próximo do Canal do Panamá, que será alargado, com isso dando passagens a navios de grande porte, deixando a Ásia também próxima do Itaqui.

Abram os olhos, maranhenses!!!

Aos policiais e bombeiros militares… Vejam a matéria abaixo e tire suas conclusões:

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - Sem Comentários

Marco Maia diz que PEC 300 não será aprovada na marra

Marco Maia recebeu líderes dos bombeiros e policiais militares

O presidente da Câmara, Marco Maia, deu essa informação em agosto/2011: “Está havendo uma pressão exagerada por parte de alguns defensores do piso salarial nacional dos policiais e bombeiros militares (PECs 300/08 e 446/09). Não dá para resolver as coisas na marra, não vamos tolerar esse tipo de atitude”, disse ele.

Marco Maia recebeu representantes do movimento em defesa da PEC 300, isso aindaem agosto. Elepediu que, na próxima vez que vierem a Brasília, consigam antes um lugar para dormir. Ele disse ter permitido que policiais e bombeiros dormissem no auditório Nereu Ramos na noite passada em caráter excepcional, porque eles argumentaram que não tinham onde ficar.

“A pressão é justa, legítima e democrática, mas há limites. Imagine se todos os trabalhadores que tenham demanda vierem para cá, seria incontrolável”, disse o presidente.

 “A crise financeira internacional exige cuidado e paciência, pois não permite gastos extras que comprometam a estabilidade econômica e fiscal do País”, disse.

Marco Maia explicou aos líderes do movimento que uma comissão especial está tentando encontrar formas de viabilizar o aumento de salário dos policiais e bombeiros. “É preciso encontrar fonte de financiamento”, repetiu.

Agora, senhores policiais e bombeiros que estão em greve, veja bem essa foto e veja se está aí dos deputados federais que estiveram ao lado de vocês nesse momento? Viram aí o Dutra, o Waldir Maranhão… Quanto ao Weverton Rocha… Esse não precisa nem comentar. O Dutra e o Waldir Maranhão não passam de fanfarrões e politiqueiros, pois se fossem verdadeiros, trariam essas notícias para os policiais e bombeiros militares.

Quanto aos deputados estaduais, apenas uma coisa… Procurem saber dos fatos e não simplesmente usar de um momento para fazer politiquices e mentir.

A Mesa Diretora da Assembléia deveria ler qual foi a atitude do presidente da Câmara, o petista Marcos Maia, onde mostrou não ser hipócrita, além de deixar claro que a Câmara dos Deputados não é casa da mãe Joana, liberando um local para dormir por uma noite os manifestantes.  

O que falta é a verdade… Quando é para lutar de fato, o Domingos Dutra nunca está presente… Vamos lá!!! Briga pela PEC 300, isso lá na Câmara dos Deputados!!! Cadê a corogem de Dutra e Waldir Maranhão? Lá esses camaradas não passam de meros baixissimo clero, onde só balançam a cabeça…

Dois atos diferentes: Um em defesa da Constitucionalidade e o outro da Inconstitucionalidade…

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - 2 Comentários

Governo garante carreira jurídica aos delegados

O Maranhão é a nona unidade da federação brasileira a inserir seus delegados de polícia na carreira jurídica do estado. O texto final do Projeto de Emenda à Constituição do Estado do Maranhão foi fechado neste sábado (26) e apresentado à cúpula da Polícia Civil no mesmo dia. Nesta segunda-feira (28), vai ser encaminhado à Assembléia Legislativa.

Acompanhados do secretário de Segurança, Aluísio Mendes, estiveram na reunião de apresentação do texto final da PEC a delegada-geral da Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina Resende de Menesest; delegado-geral adjunto, Marcos Moreira Afonso Júnior; Superintendente de Polícia da Capital, Sebastião Uchoa; superintendente estadual de Investigações Criminais, Augusto Barros Neto; e secretário Adjunto de Segurança Pública, Laércio Costa.

O secretário Aluísio Mendes destacou que a inserção dos delegados de polícia na carreira jurídica do estado é um ato de reconhecimento da governadora Roseana Sarney (PMDB). Disse, ainda, que a PEC não implica em um novo aumento salarial e nem qualquer tipo de isonomia a outras carreiras jurídicas.

“Trata-se de um reconhecimento há tempos sonhado pela categoria”, destacou. Já integram a carreira jurídica do Estado os procuradores e os defensores públicos.

 Dutra e coronel Melo: mais uma média política com militares… Um “coronel” que já deveria está de pijama e um “deputado” que nunca fez ou trouxe nada para o Maranhão… Nem pra Saco das Almas!!!

Mais uma prova de que o movimento grevista de policiais e bombeiros é político. Em Imperatriz, quem foi fazer média de defensor dos militares foi o deputado federal Domingos Dutra (PT). Na foto, ele aparece ao lado do pré-candidato a prefeito do município, coronel Francisco Melo (PDT), que comanda a greve na cidade, e de algumas lideranças da paralisação no município.

Melo andou sumido estes dias com medo de ser preso. Ressurgiu na manhã deste domingo (27) para tirar mais uma lasquinha política no movimento dos PMs.

 O pré-candidato a prefeito sumiu porque, apesar do discurso grevista, sua atuação não convence. A tropa não esqueceu o período em que comandou o 3º BPM e odiado por 90% dos comandados, resultado de sua atuação “televisiva” em Imperatriz.

 Para quem não lembra, em 1999 o então soldado PM Souza Lima invadiu o quartel em Imperatriz para matá-lo. O comandante escapou pulando o muro da unidade militar e saindo pelo acesso da residência oficial do comando.

Afinal, factóides mudam alguma coisa!!!

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - 2 Comentários

Os luminenses acordaram hoje com um bombardeio de notícias desencontradas, sobre o afastamento da prefeita Bia Venâncio (PSD), partidas dos blogs ligados ao vice-prefeito Raimundo Filho.

O que aconteceu foi que de maneira irresponsável, rasteira e enganadora. Na ânsia de chegarem ao poder municipal a qualquer custo, a turma “terrorista” do vice anunciou durante todo o dia de ontem que a prefeita Bia Venâncio teria sido cassada na última sexta feira, por uma determinação da Juíza Jaqueline Caracas, detalhe: esses terroristas, enganadores, que manipulam as palavras ao invés de apresentarem documentos ou provas, não confirmaram sequer a sentença e muito menos data e assinatura da juíza dando tal veredicto.

O factóide criado por esses irresponsáveis terroristas acabou gerando noticias em veículos de comunicação do estado.

A juíza titular da 1ª Vara de Paço do Lumiar, Jaqueline Reis Caracas, decidiu, nessa sexta-feira (26), pelo afastamento da prefeita da cidade, Glorismar Rosa Venâncio, a Bia Venâncio, do cargo. Segundo a juíza, a prefeita pode recorrer da decisão.

Na semana passada, a mesma juíza havia suspendido os direitos políticos da prefeita por cinco anos. A gestora responde, na comarca do município, por ato de improbidade administrativa.

Nesta segunda-feira (28), às 8h, o vice-prefeito, Raimundo Filho, toma posse no fórum do Maiobão.

Eu diria que essa informação é totalmente conturbada e de cunho criminoso, pois segundo a Lei maior do município, que vem a ser a Lei Orgânica Municipal, seguida pelo Regimento Interno da Câmara Municipal, decretam que a posse do vice-prefeito deve ser oficializada pelo presidente da Câmara e na sua falta, o vice-presidente ou ainda o primeiro secretário. A partir destas faltas, caberia ao poder judiciário oficializar a posse do vice-prefeito Raimundo Filho.

O que está acontecendo neste momento em Paço do Lumiar, é que um grupo de terroristas ligados ao vice-prefeito Raimundo Filho, que já escavaram , trancaram ruas e avenidas impedindo os direitos de ir e vir, de circulação de veículos e transeuntes. Estão tentando contra a vida daqueles que trabalham pela preservação do bem público. Pois na tentativa de arrombar secretarias, postos médicos, escolas, autarquias e até mesmo a Prédio da Prefeitura Municipal, podem entrar em conflito direto com estes trabalhadores que como vigilantes não permitirão saques ou invasões e depredações do patrimônio público.  Contudo pelas informações colhidas até o momento, dá conta que é de total descontrole a facção do vice-prefeito, que ameaça a qualquer momento usar a força e a violência, usando até o artifício da greve de Policiais Militares, para facilitar suas ações, e tomarem de assalto os prédios públicos municipais.

Como bom carioca, Jorginho elogia o Corinthians, mas avisa: ‘Não vai ganhar aqui’

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - 2 Comentários

‘O Corinthians tem uma equipe muito bem montada, de qualidade individual impressionante. É um time de muita pegada, de jogadores que não desistem. Mas o Corinthians não vai ganhar aqui’, disse o treinador do Figueira.

O Figueirense encerrou a sua preparação para o jogo contra o Corinthians na manhã deste sábado. O duelo marcado para o Orlando Scarpelli neste domingo é decisivo para as duas equipes: os catarinenses brigam por uma vaga na Copa Libertadores, enquanto o time paulista pode até sagrar-se campeão, dependendo do resultado do clássico carioca entre Vasco e Fluminense. O técnico do Figueirense, Jorginho, fez questão de elogiar a equipe paulista, mas disse que o título não será resolvido neste domingo.

“O Corinthians tem uma equipe muito bem montada, de qualidade individual impressionante. É um time de muita pegada, de jogadores que não desistem. Mas o Corinthians não vai ganhar aqui. A equipe tem toda a capacidade para ser campeã, mas, com todo o respeito, não posso achar que vai ser aqui”, disse Jorginho.

De acordo com o comandante, a equipe catarinense hoje é mais respeitada pelos adversários. “Muitos ainda acham que somos ‘intrusos’. Mas podemos nos classificar para a Libertadores já no domingo. Hoje a equipe é mais respeitada. A equipe ‘encaixou’, é um time ‘certinho”, disse Jorginho.

Outro que previu muitas dificuldades para o Corinthians em Florianópolis foi o goleiro Wilson. “Se quiser ganhar da gente aqui, vai ter que suar muito”, afirmou.

Olha aí Castelo, como os R$ 73,5 milhões são fácies de ser devolvidos!!! Processo contra prefeito de São Paulo pode chegar a R$ 1,1 bilhão

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - 6 Comentários

O Ministério Público Estadual deu valor de R$ 1,1 bilhão à ação civil proposta em razão de supostas fraudes no contrato da Prefeitura de São Paulo com a Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular na cidade. Para o MPE, a Prefeitura deve devolver R$ 54 milhões arrecadados com as multas e R$ 420 milhões pagos pelos motoristas como taxa de inspeção. O restante serviria para indenizar a Prefeitura e os motoristas por danos morais e materiais.

Nesta sexta-feira, 25, a justiça determinou o bloqueio dos bens do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), do secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge (PV), e dos empresários Carlos Seabra Suarez e sua mulher, Abigail Suarez, donos da CS Participações. Eles eram proprietários da Controlar, cujo controle foi repassado à CCR por R$ 173,7 milhões em 2009, pouco depois da reeleição de Kassab.

A decisão foi tomada para salvaguardar o pagamento dos supostos prejuízos aos cofres públicos e aos donos de veículosem São Paulo. Trata-sedo mais duro golpe judicial sofrido por Kassab desde que assumiu o cargo, em 2006.

O MPE queria a suspensão imediata da inspeção por causa de ilegalidades, fraudes e irregularidades no contrato, mas o juiz Domingos de Siqueira Frascino, da 11ª Vara da Fazenda Pública, decidiu manter a inspeção veicular e fazer uma nova licitação em 90 dias para a escolha de outra empresa. Enquanto isso, os donos de veículos continuam obrigados a fazer o teste de seus carros.

Desabafo de um oficial da PM

Postado por Caio Hostilio em 27/nov/2011 - 18 Comentários

Recebi este desabafo em forma de email e publicarei na integra, visto que muito do que está dito, eu comungo, visto que em minha opinião, a Polícia Militar, isso de todos os estados, passou a ser comandada por coronéis PM que transformaram uma instituição centenária numa espécie de sede de partidos políticos, fugindo, com isso, de seus deveres constitucionais.

As Policias Militares do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de Goiás, conseguiram resgatar a dignidade da instituição depois que afastou todos aqueles que não comungavam nos ditames mais sublimes da Policia Militar, o de resguardar o direito de ir e vir dos cidadãos.

Por mais que queiram difamar a ditadura, uma coisa não se pode negar, as Policias Militares era comandada por coronéis do Exército, que dava uma postura de respeito hierárquico, coisa primordial em quartéis de qualquer natureza, seja das Forças Armadas ou das Forças Auxiliares.

A Polícia Militar não pode se sujeitar aos desmandos politiqueiros.

Um exemplo claro do que estou falando… Nos anos de 1978 a 1982, a PM de Brasília tinha dois esquadrões super respeitados: A Rocan e a Patamo… Essas duas unidades tinham liberdade de atuação nos lugares mais requintados da Capital do Brasil, como o Gilberto Salomão do Lago Sul ou na Rua do Arabesk, 109 Sul. Podia ser filho de militar, filho de ministros de estado, filho do governador do DF e até familiares do Presidente da República… Se tivesse transgredindo a ordem, era levado preso mesmo… Não adiantava dizer que era filho de sicrano ou beltrano. Muitos não sabem, mas os filhos do coronel Jarbas Passarinho e ex-ministro da Educação, que estudavam no Caseb, assim como eu e outros filhos de militares do Exercito, fomos diversas vezes revistados por policiais da saudosa Patamo… Um ministro da época chegou a deixar o governo porque seu filho praticou um atropelamento criminoso no eixo sul. Como as coisas mudaram!!! Confundem democracia com anarquia, quando a democracia para se consolidar de fato é preciso o respeito às leis e a constituição!!!

Na verdade, a Polícia Militar do Maranhão, para ser resgatada, seria necessária que mandasse para reserva a maioria esmagadora de seus coronéis e que a promoção para qualquer patente fossem por critérios realmente militares, como cursos de aperfeiçoamento, relações humanas, bravura, determinação, comprometimento com a instituição e, por fim, por tempo de serviço. Caso contrário a PM maranhense, assim como de muitos estados brasileiros, continuarão a balburdia que estamos vendo e a disputa politiqueira dentro da caserna…

Falam em luta por salários… Isso é realmente natural em qualquer classe, mas já imaginaram se as Forças Armadas entrassem em greve e invadissem o Congresso Nacional?

Abaixo o desabafo:

Oficialpolicialmilitar PMMA

[email protected]

CARTA DE UM POLICIAL MILITAR

Gostaria de expressar minha preocupação nesse momento de esquina histórica instalado na minha Polícia Militar e em todo o espectro da secretaria de segurança pública. Sou Oficial da PMMA e sempre fui acostumado a ver desmandos, incompetências e subserviências serem aclamadas como atos diferenciais que acarretavam promoções de pessoas cujo preparo profissional, ético e moral não encontravam materialidade. Assim, como nada mudava e as coisas eram assim porque sempre foram, eu me acomodava, incomodava e acatava… Era o sistema, sabem como é?

Agora, minha combalida alma de resignado e disciplinado oficial assiste a um Juiz Corregedor alegar com todas as vogais e consoantes que um desses que assisti, por sua vez, seguindo a tradição, atropelar competências, pois era amigo do Secretário de Cultura e aboiador, ascender ao Comando da Instituição, lugar que requer preparo diferenciado em questões de emprego, liderança, convencimento, empatia e interesses com a tropa toda, seria despreparado para o cargo e que, sua falta de traquejo e habilidades acarretaram uma crise sem precedentes, inclusive para toda uma estrutura governamental, eu escutei ECO de minhas convicções, sistematicamente, estupradas em anos de honestas jornadas de trabalho e comiseração.

o Juiz detalhou em partes da peça jurídica em que negou a prisão dos líderes da Paralisação de Policiais e Bombeiros Militares, uma descrição pessoal do comando do coronel Franklin Pacheco a frente da Polícia Militar, disse, entre outras coisas, textualmente que. “Temos à frente da instituição militar estadual um comandante de operosidade caracterizada por fragilidade que salta aos olhos de todos, mercê do despreparo de que padece referida autoridade para o cargo que exerce”.

Esse mesmo Comandante que promoveu um assessor seu(muito bom por sinal) extemporaneamente, a frente de dezenas de outros IGUALMENTE preparados e que ficaram desmotivados e desprestigiados pois, acreditavam em suas qualificações e não foram promovidos por não comungarem da bajulação da corte empossada por Governos que jamais buscaram elementos técnicos para tomar decisões sobre a Polícia Militar.

Resultado disso??? Abram as janelas ou saiam às ruas e verão o medo e a incerteza no semblante de cada cidadão… Todos sofrem por decisões políticas para cargos técnicos.

Outro resultado disso também é a fragmentação das tropas de policiais militares e bombeiros militares que, aos poucos, começam a acreditar numa mudança sem precedentes e, pouco a pouco, engrossam o grito nos corredores da Assembléia Legislativa. E o Coronel Comandante Geral, ao enfrentar o movimento logo de início, não se apercebeu que muitos não aderiram e ficaram nos quartéis a espera de suas palavras e convocação… Palavras essas que não vieram pois ele estava despreparado para lidar com uma crise que deixou tomar consistência de greve.

E esses mesmos que permaneciam no front e aguardavam seu Comandante, para reconhecer-lhes o esforço, aos poucos estão aderindo ao grito da maioria e estão deixando seus postos de resistência nas unidades… abandonados por quem não sabe nada sobre comandar e a quem ainda há pouco dedicavam lealdade por reflexo de formação.

É senhores, reconhecimento é moeda rara para ser aguardada de quem não tem preparo. A tropa está cansando de não ter comandante e o comandante está, somente agora, saindo, muito a contra gosto, de seu gabinete refrigerado e conhecendo sua tropa de farrapos, pena que dois anos após de cansaço…

Lamento, por fim, que agora, que o barco esteja afundando e o Exército esteja tomando rédeas, outros Coronéis estejam querendo aderir à paralisação. Não por convicção, mas por medo que, com um novo rei, a corte se desvaneça e suas beneces se acabem…

Senhores, nós Oficiais e praças, não somos tolos! Estamos em greve por melhores salários e não por discernimento… A tropa de elite do comandante(BME) já aderiu e agora os oficiais, lentamente, começam a desistir de lutar pelo que foram educados a serem fiéis e começam a pensar em um novo futuro, longe desses dinossauros despreparados..

Um Oficial Policial o Militar

CARTA DE UM POLICIAL MILITAR 

Greve dos policiais e bombeiros militares: 30% de aumento foram baseando por qual índice oficial?

Postado por Caio Hostilio em 26/nov/2011 - 8 Comentários

Vejo discussões, debates, brigas e uma verdadeira onda de toda espécie, mas ninguém parou para perguntar de onde que o comando dessa greve irregular, segundo o Judiciário, alcançou esse percentual de 30%.

 No ano de 2009, o governo Roseana assim que assumiu deu um aumento de 27% e aumentou o auxílio alimentação em 150%. A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), encerrou 2009 em 4,31%, indicando uma baixa. Vejamos: 27% dado e a inflação de 4,31 (não vou colocar o aumento do auxílio alimentação de 150%), os policiais tiveram um ganho real de 22,7%.

A inflação de 2010 medidas pelo IPCA ficou em 5,91%, muito similar à apurada em 2008, quando o indicador avançou 5,90%, e Roseana nessa época não era a governadora. Mas vamos ao que interessa: sobraram 22,7% de ganho real dos policiais militares, então diminuindo 22,7 pela inflação de 5,91% de 2010, os policiais militares ainda assim continuam com um ganho real de 16,79%.  

Vamos mais adiante, a inflação acumulada em 2011 é de 5,07%, se fizermos o mesmo calculo 16,79% menos os 5,07%, os policiais continuam com um ganho real de 11,72%, isso fora os R$ 250 de auxílio alimentação.

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou 2010 com uma taxa acumulada de 5,91%, a mais forte elevação para este indicador desde 2004, segundo dados do IBGE.

Então serias providencial que os comandantes, politiqueiros oposicionistas, o cabo Prisco, o deputado José Carlos, o Bira do Pindaré (como sindicalista) etc. explicassem de onde tiraram um aumento aos policiais e bombeiros militares de 30%?

Por outro lado, o governo teve um aumento nos seus recursos, como o Fundo de Participação dos Estados, acima ou igual a 30%? Orçamento do Estado suportaria um aumento na folha de pagamento de 30%, visto que as outras classes, mediante aos ganhos reais dos policiais também vão querer?

Sabe da verdade, essa greve é completamente política, pois nem se ativeram aos números oficiais, caso tivessem feito tudo dentro dos conformes e demonstrado a realidade dos fatos, a coisa não chegaria a esse ponto.

O certo é que o Maranhão tem políticos, politiqueiros, sindicalistas etc. que esquecem que as coisas vêem à tona, exatamente para mostrar o quanto agem sem ao menos buscar os índices oficiais, achando que todos se embasarão pelo senso comum…

Aí está o grande problema… Caso fosse um movimento sério, os comandantes pediriam a recuperação do ganho real de 2009, ou seja, um aumento de 11%, que somados aos 11,72%, retomaria o ganho real de 22,7%.

Diante dos fatos, verifica que 30% de aumento foram jogados sem nenhum estudo prévio, apenas escolhido para dar substância a uma greve politiqueira!!!

Busca no Blog